Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Arquivo do Autor


Torturas da Euba – ô, ô, ô, ô, nã, nã, nã, nã, nã, nã, nã


Autor: Eubalena ~ 6 de fevereiro de 2013. Categorias: Torturas da Euba.

Olá, querido leitor que sofre comigo com as deliciosas torturas crocantes do Torturas da Euba

Este post é um oferecimento da nossa querida leitora Nanna Castro (não, não vou colocar o endereço dela aqui para futuros xingamentos).

Mas veja a vantagem de assistir esta tortura. Você aprenderá um refrão que poderá ser útil naquele momento que você precisa cantar um tango, uma guarânia, lambada, axé, chorinho, rock, pop…Ou colocar sua melhor fantasia e sair cantaroloando marchinha neste carnaval! Mantenha o seu ô, ô, ô, ô, nã, nã, nã, nã, nã, nã, nã e troque o ritmo!

E quero deixar aqui registrado meus parabéns ao figurinista do vídeo que deve odiar a cantora.

Não vou falar nada do cenário, dos dançarinos e o figurino deles, da coreografia e da meia calça…Ah, a meia calça! Afinal, o importante é ser feliz, minha gente!!!!!!

Beijos carnavalescos

Euba


Dra. Frau Gertrudes – Nossas Maridas…Esses Moças que Non Enxergam


Autor: Eubalena ~ 8 de junho de 2012. Categorias: divã da mona.

Olá, queridas Mädchen und Jungen

Hoje nós vamos conversar sobre um reclamaçon muita comum das nossos pesquisadores de campo da casamento:O sumiça das objetos diante das maridas!

Sim, porque, como você querida menino, casada com uma especie da sexa masculina, entende bem do que eu fala, uma vez. Toda aquilo que as maridas procuram, as maridas nunca acham. E por que será?

Alguns pessoas dizem que as homens não possuem o vison perifirica. O que seria isso? Vison periférica é o propriedade do vison de perceber o que está fora da foco principal. Vison esta, também conhecido como vison tangencial. Entendeu? Non? É o capacidade de olhar e non ver só o que tá no ponta do sua nariz. Reconheceu sua marida agora?

Segunda nossos pesquisas, 10 entre 9 homens non acham o que procuram. Seja um agulha, seja aquele camisa verde limon daquela time de pelada da futebol de quarta-feira, ou um bigorna.

Outra forte concorrente para a motivo deste cegueira son os mães de filhas homens, ou seja, os nossas sogras. Sogras son aqueles tipos dos mães que fazem tudo o que a filhinho quer:
Mãe, cadê o meu cueca? Tá aqui, filhinha!
Mãe, cadê o meu fone de ouvida? Tá, aqui, filhinha!
Mãe, aquele menina non gosta de mim! Deixa filhinha, ela é um bobona. Vem cá que mamãe faz o teu suquinha!
E assim, tratando seus filhinhas como seres incapazes de pensar sozinhas, os sogras nos entregam (muitas vezes sob protestos) essas seres incapazes de achar a própria umbigo na meio do barriga.

O grande queston disso tuda é como resolver essa problema. Aqui no meu casa, com o cobaia dos meus estudas, eu non deu jeito. Já reclamei, chorei, briguei, mas o moça continua fazendo sempre o mesma coisa. Nunca sabe onde está o que ele mesma guarda.

Enton, queridos amigas pesquidoras da casamento, a negócio é entregar pro Deus e agradecer que o cabeça e o schwanz san grudadas na corpa, uma vez!

Próxima assunta: A Ciúme

Dra. Frau Gertrudes


Dra. Frau Gertrudes – O Encosto


Autor: Eubalena ~ 8 de maio de 2012. Categorias: divã da mona.

Durante um das meus muitas casamentas, acordei certo manhã e pensei:

- Já sei! Casei com um mulher, uma fez, hã!?

Só isso poderia explicar os mudanças repentinas da humor, o fala entre as dentes, os bufadas de raiva…TPM explicaria tudo isso, non?

Depois olhei bem, verifiquei toda o anatomia, procurei por marcas de costura e constatei que non, non me casara com um mulher. Aquele ser que muda como os fases do lua, é realmente uma homem.

Durante toda esta tempo dedicada ao estudo de campo chamada “casamento”, comparo os atitudes da macho que pesquiso com os das demais colegas que participam da mesma estudo e, o grande maioria, reporta o mesma situaçon, o qual chamamos de “a períoda da encosto”.

Sim! Os maridas recebem uma encosto que non vai com o cara dos esposas.

No minha caso, eu até tento me aproximar dele, manter uma contato amigável, uma fez…Mas a encosto é irredutivel. Da momenta que ele “baixa” até a segunda que deixa seu cavala, preciso pisar nas ovos pelo casa, uma fez.

Ainda non conseguimos, colegas pesquisadoras e eu, chegar a uma concluson sobre qual períoda exata da mês – assim como o TPM – o encosta aparece. Algumas maridas incorporam perto do final da mês, até o quinta dia útil, outras – essas ainda necessitando da estudas mais aprofundadas – quando o time da fussball perde. Mas, todas as maridas apresentam “o encosta” toda mês.

Em uma estuda comparativa entre o TPM e “a encosto”, avaliamos, uma fez, o rapidez e o eficácia das antidotos contra ambos.

O TPM pode ser rapidamente controlado com o usa de chocolates e do opçon “concordar” com tuda o que o portadora do sindrome pronunciar. Já a encosto, ao contrária da que se pensa e se atribui ao sexa feminina, é uma monstro voraz e sem controle.

Bebidas, alimentos, carinho, elogio…Nada disso ajuda a encosto a subir. Por mais que se tente agradar, mais a encosto se manifesta.

Se você, caro amiga pesquisadora autonomo da homem na verson marida, quiser participar desta grande estuda, mande suas relatórias para nós. Juntas poderemos exorcisar o encosta, uma fez.

Nosso próxima assunta será: Objetos, como eles cegam nossas maridas.

Dra. Frau Gertrudes


Torturas da Euba – Tuts, Tuts, Tuts!


Autor: Eubalena ~ 23 de março de 2012. Categorias: Torturas da Euba.

Continuaremos, neste primeiro post de Outono, o estudo interpretativo de mais um grande “Sucesso que o meu povo gosta!” (Para quem nasceu agora, era assim que o Bolinha apresentava um quadro do seu programa).

Antes de começarmos nossa exibição apaixonante de video clip,  tenho de confessar que o  video desta obra do cancioneiro brasileiro moderno lembrou-me muito o filme O amor é Cego, no qual  o personagem principal, interpretado pelo ator Jack Black, que é feio pra cacete, não gostava de namorar moças sem atributos físicos dentro dos padrões de beleza impostos pela sociedade capitalista burguesa que adora mulher mamicuda, como se ele tivesse capacidade física para escolher! Não porque o cara do vídeo escolha a mulher pela beleza, mas, puta que pariu, essa voz de menino de 10 anos? Como esse menino não cai pra frente com o peso da corrente e do relógio? Física é mesmo algo mágico! E por que, falos alados, ele tem sotaque de Floripa?

E as modelos do vídeo? Ou aparecem dormindo, ou só mostram o corpo e por quê? Sabem? Vergonha, povo, vergonha! E tadinha da modelo loira que precisa trocar de roupa dentro de um carro apertado. Alguém entendeu o porque ela aparece vestida, se maquiando e depois já trocando de roupa? Sozinha? Era para entender algo? Eu não entendi. Aceito ajuda!

E a letra da música? Ah, a letra da música!

Não fique estressadinha
Calma amor não se exponha (2x)

Você é tipo pantufa
Em casa é gostosinha
Mais fora passo vergonha, Mais fora passo vergonha

(Minha amada professora da 2ª série primária deve estar rolando em seu túmulo com o uso de MAIS no lugar de MAS. Não se ensina mais a diferença entre eles na escola?)

Tuts, tuts, quero ver (6x)
Hoje eu fico com a outra
Pensando em você [2x]

Se eu to com uma
Pra ela eu sou casado
Se eu to com duas
Ela diz que sou safado
Se eu to com três
Ela me chama de tarado
E se eu tiver com mais
(Ela te chama de mentiroso!)

Calma amor
Tem pra todas
Eu do conta do recado

Vem paixão
Da um tempo
Escuta o que eu vo dizer
Posso ate fica com elas
Mas é pensando em você

(Os gramático pira nessa poesia!)

(via http://www.naosalvo.com.br/)

Euba


Respeito!


Autor: Eubalena ~ 16 de março de 2012. Categorias: animais, Mona em Família.


Nunca pensei em morar numa casa, mas resolvi que era hora de passar por esta experiencia por causa da minha filha e de seu amigo, o cachorro.

Sabe felicidade? Era isso que minha filha de 6 anos exalava. Ter um quintal para correr com seu cachorro, um viralatas de pouco menos de 2 anos adotado em um abrigo, era o paraíso para ela.

Um dia a menina brincava com seu vizinho na calçada em frente a casa sob a vigilância dos pais. Segundos depois de entrarem em casa, enquanto o pai fechava o portão da casa, o cachorrinho fugiu e atravessou a rua correndo. Uma van, em alta velocidade, atropelou e matou o cachorro instantaneamente e não parou para ver o que atropelou. “Porque um cachorro é só um cachorro…”

Claro, muitos dirão, não foi culpa da van, já que o cachorro fugiu. Sim, não existe culpa por ter atropelado o animal, o cão realmente fugiu por descuido de um adulto. Mas o motorista foi culpado por ter matado o cão. A velocidade na qual este motorista dirigia o impediu de parar o carro e também o impediria caso não fosse um animal (como se isso diminuísse a importância da vida e o amor que uma criança sentia por seu cão), o impediria se fosse uma criança, um ciclista, um cadeirante, se fosse eu, se fosse você.

E não pense que isso jamais acontecerá com você. Ninguém está livre de aparecer, do nada, uma criança na frente do seu carro, correndo atras de uma bola. Veículos são pesados. Imagine o que fez uma van em alta velocidade em um cão de 6kg? Não teria sido menos pior se fosse uma criança de 20kg.

Não adianta ficar triste, chorar, pedir desculpas. O importante é não desrespeitar o as leis de trânsito. Podemos não acabar com os acidentes, mas eles podem ser mais leves, menos graves e serem acidentes realmente, aquilo que acontece inesperadamente. Quando se corre, quando se bebe antes de dirigir, quando não se respeita as normas de trânsito, assume-se o risco de matar alguém, de morrer.

Segundo o DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito, a velocidade
máxima permitida para cada via é indicada por meio de placas. Onde não
existir sinalização, vale o seguinte:

Em vias urbanas:
•80 km/h nas vias de trânsito rápido.
•60 km/h nas vias arteriais.
•40 km/h nas vias coletoras.
•30 km/h nas vias locais.

A punição ao motorista não serve para nada se não existir a conscientização de todos. Os “pequenos” desrespeitos as leis de trânsito transformam os veículos em armas.

A palavra-chave para o trânsito é RESPEITO, respeito ao próximo, respeito às leis, respeito à sua vida. Só assim poderemos todos viver em paz: veículos, bicicletas e pedestres.

Divulgue, compartilhe! Vamos lutar por um trânsito melhor!


Torturas da Euba – Luan Santana


Autor: Eubalena ~ 16 de março de 2012. Categorias: Torturas da Euba.

Durante as férias de verão minha mãe, que me ama, deu de presente para minha filha um CD do Luan Santana. Desde este trágico dia eu tenho de ouvir, todas as vezes que entro no carro, o dito CD. Apesar de tudo, teve um lado bom, eu prestei, finalmente, atenção nas melodias amorosas do moço…Mas não, não aprendi a gostar delas, só prestei atenção mesmo.

Algo que notei e me deixou levemente intrigada é o fato do interprete oscilar entre dois tipos de letra: em algumas ele se mostra um amante extremamente grudento, em outras ele levou um pé na bunda (merecido!) e roga todas as pragas possíveis na pobre moça. Ou seja, não sabe ganhar, não sabe manter e não sabe perder.

Como eu não gosto de sofrer sozinha e fazia um bom tempo que não escrevia uma torturinha crocante, hoje vamos analisar uma música apaixonada do cantor.

As Lembranças Vão Na Mala

Independentemente do que me disser agora,
Queria deixar claro algumas coisas pra você.
Independentemente, se deu certo a nossa história,
Não quero que fique comigo, por dó de me fazer sofrer

Todo mundo sabe que o cara é mala, é só ouvir as músicas dele. Então, imagina-se que ele aporrinhou tanto, mas tanto a pobre moça que ela partiu para o “melhor um beijo de boa vontade que 10 contra”. E depois ele ficou fazendo seu docinho básico.

Orgulhoso, eu não, me ajoelhei pra ter seu coração,
Imperfeito, sou sim, mas dei o meu melhor até o fim.

Daqueles malas que ainda acham que a culpa nunca é deles.

Sua consciência não vai te deixar dormir,
Pois ninguém mais faz palhaçada pra te ver sorrir

Imagine-se ali na TPM, louca pra matar um, e teu namorado a fazer palhaçada do teu lado…
Ninguém vai te abraçar, pra ver o sol se pôr

Alguém tem tempo de ficar abraçadinho para ver o sol se por? Tá bom, se eu tivesse até gostaria, mas por favor, né?
Ninguém vai escrever no muro uma história de amor

Pessoa que não respeita patrimônio alheio, pichador. Vergonha!

Sua consciência não vai te deixar dormir,
Pois ninguém mais faz palhaçada pra te ver sorrir
Ninguém vai te abraçar, pra ver o sol se pôr
Ninguém vai escrever no muro uma história de amor

Mas se mesmo assim, quiser me deixar,
As lembranças vão na mala pra te atormentar.

Ex namorado dando ataque de pelanca, ninguém merece. Quem acha que de um namoro grudento se leva alguma lembrança boa, levanta a mão!

Orgulhoso, eu não me ajoelhei pra ter seu coração,
Imperfeito, sou sim, mas dei o meu melhor até o fim.

Sua consciência não vai te deixar dormir,
Pois ninguém mais faz palhaçada pra te ver sorrir
Ninguém vai te abraçar, pra ver o sol se pôr
Ninguém vai escrever no muro uma história de amor

Sua consciência não vai te deixar dormir,
Pois ninguém mais faz palhaçada pra te ver sorrir
Ninguém vai te abraçar, pra ver o sol se pôr
Ninguém vai escrever no muro uma história de amor

Mas se mesmo assim, quiser me deixar,
As lembranças vão na mala pra te atormentar.

Sua consciência não vai te deixar dormir,
Pois ninguém mais faz palhaçada pra te ver sorrir
Ninguém vai te abraçar, pra ver o sol se pôr
Ninguém vai escrever no muro uma história de amor

Sua consciência não vai te deixar dormir,
Pois ninguém mais faz palhaçada pra te ver sorrir
Ninguém vai te abraçar, pra ver o sol se pôr
Ninguém vai escrever no muro uma história de amor

Mas se mesmo assim, quiser me deixar,
As lembranças vão na mala pra te atormentar.
Oooooooooooooh

E dai, como eu não sei escrever muito, repito várias e várias vezes o mesmo refrão.

E como tortura não é tortura sem música, vamos todos juntos, neste instante dar a volta, alegre estar (oh, que delicia saber dançar!) e cantar , com alegria, esta bela canção:

Beijos Luanicos,

Euba.

 


Projeto Desembaranga 2011 – 4


Autor: Eubalena ~ 10 de dezembro de 2011. Categorias: Cantinho das Monas.

Sobrevivi aos 15 dias que Carol me propôs. Foi bem mais fácil do que eu pensei e vi resultados. Não emagreci quase nada, mas emagreci e isso é muito importante porque tenho um dificuldade absurda para perder peso.

Me senti tão bem seguindo uma dieta mais rigorosa nesses quinze dias que resolvi continuar com ela. Na verdade, gosto e me dou muito bem com o tipo de cardápio, dando preferência para alimentos integrais, por exemplo. E juro, não sinto mais falta do pão nem de laticínios.

Continuo com atividade física diária e também comecei a fazer drenagem linfática e já sinto uma diferença enorme. “As banhas vão se organizando” e o corpo fica mais modelado, celulite diminui muito e, para quem sofre com retenção de líquido como eu, é uma maravilha.

Desde que fiz a redução de estômago eu tenho osteopenia, que é a diminuição da densidade mineral dos ossos, em resumo, segundo minha ginecologista, é a osteoporose para quem ainda não entrou na menopausa e, mesmo fazendo reposição de cálcio, ele é baixo. E isso ajuda a não perder peso. A gineco me indicou 12000 ui de vitamina D por semana para ajudar na absorção do cálcio e banho de sol, fazer o que? Vou ter de passar o dia na praia. Ordens médicas!

Mas o que eu mais achei fantástico essa semana foi que eu sai de casa com amigas, comi e bebi mas tudo muito bem controlado, não fui mais o Shrek de outrora. Porque, povo, esse negócio de vida social envolve muita comida, tudo é motivo para comer e isso destrói com qualquer intenção de dieta de uma criatura.

Ainda não cheguei nem perto do peso que quero perder, mas já vi algumas mudanças que não via há muito tempo.

Euba


Torturas da Euba


Autor: Eubalena ~ 9 de dezembro de 2011. Categorias: Torturas da Euba.

O Natal está chegando, a família toda vai estar lá junta, linda e meiga confraternizando, trocando presentes, a cunhada olhando feio para o marido que está de papo com a prima, a sogra falando mal da sua salada russa, o filho mais novo correndo pela sala, a tia querendo levar todo mundo para a missa antes da ceia…Enfim, aquilo tudo de todo ano. Mas, este ano, faça um Natal diferente. Seja uma pessoa original e emocione sua família com um linda canção!

E esse é para você chamar os vizinhos, os parentes e ensaiarem um lindo coral para cantar na rua, no bairro e pedir a paz mundial! Depois todo mundo volta para casa e só lembra do que é Espiríto Natalino no ano que vem.

Também amo todos vocês!

 

Euba


Torturas da Euba


Autor: Eubalena ~ 2 de dezembro de 2011. Categorias: Torturas da Euba.

A tortura de hoje é um oferecimento do Guilherme – xinguem muito ele no twitter porque isso não é coisa que se faça com os outros .

Daí que essa tortura me deixa meio confusa. Primeiro eu achei que fosse algo meio Karate Kid (Aquele da minha época), mas aparece um velhinho tocando banjo (é um banjo, né?) – não sei por que, mas sempre que vejo um banjo lembro da Suzana. Então o cara coloca a mão no ombro do velhinho e eu pensei: agora vai começar um história de superação e aprendizado. Mas não! Toca o telefone, que fica lá no meio de um quarto revirado, (ah, se minha mãe morasse ali, duvido que o guri não teria levado uns cascudos para tirar a tralha do quarto!) mas, enfim, toca o telefone, o menino atende com o fundo disfarçado de digdigdig, pra se achar foda e geme ou suspira, não consegui identificar. Pensei (de novo!): Fudeu! Quem geme assim no telefone? Mas dai ele solta um “yeah” , chama o próprio nome e ameaça te dominar. Quem ele pensa que é? O Cérebro? Dai eu vi que o negócio já não tinha jeito.

Com vocês toda a malemolência e balacobaco nipônico de Yudi (aquele menino que dá play station 2)

Então? Entenderam a do telefonema? Não? Nem eu!

 

 

 

 


Projeto Desembaranga Euba 2011- 3


Autor: Eubalena ~ 25 de novembro de 2011. Categorias: Cantinho das Monas.

(chegando em casa depois da caminhada das 5 da manhã)

 

Chega um momento na vida “dietística” que testa toda a capacidade de resistência que uma pessoa pode ter: o feriadão!

Feriadão é algo que, por si só,  já lembra bebida e comida. Mas o que mais chama atenção sobre os feriadões é o poder de te deprimir depois que eles acabam.

O último feriadão ajudou a acabar com minha dieta que ia tão bem, tadinha…A pobre não resistiu a puchero, frango à tafarel e cerveja. E ganhei de presente quase 1 quilo!

Dia 21 foi minha conversa com a Carol (nutricionista), dia de me pesar… Durante nossa “consulta” ela destacou  pontos importantes:

1º – Ficar a tarde em casa, pra mim, é ficar comendo a tarde toda. Só resolvo isso saindo de casa mas, como  disse Carol, é preciso exercitar a minha resistência e isso eu só vou conseguir não fugindo da comida. Preciso ficar em casa e comer no horário certo o que eu tenho de comer e pronto.

2º “A comida é eterna, e sempre estará a sua disposição, a partir dessa constatação, não existe urgência alguma em comer o que você mais gosta.”

E me propôs um desafio: 15 dias absolutos de total entrega, comprometimento, e dedicação. E eu aceitei. 15 dias sem glúten, sem laticínios e sem Coca Zero! 15 dias sem desculpas para beliscar. Durante este período eu teria de fazer uma lista  das diferenças que notei em mim.

Juro que pensei que eu não fosse conseguir, principalmente os 3 primeiros dias, que sempre são os mais cruéis.

No desjejum eu mantive a água morna com limão e o suco funcional. 3 horas depois 1 fruta e algumas castanhas. Depois o almoço com arroz integral, feijão, legumes cozidos, salada. Carne vermelha só 1 vez por semana. Depois fui de peixe e de hambúrguer de lentilha, que me salvou algumas vezes.

Durante a tarde, comia uma fruta antes da academia e outra fruta com castanhas depois.

Jantar passei a semana com sopinhas e saladas (algumas noites com o hambúrguer).

No segundo dia minha disposição era outra. Estou mais ativa – cansada, é verdade, mas por conta da quantidade de atividade física -, sinto mais disposição para malhar. Fiz exercícios físicos todos os dias, segunda, quarta e sexta, 2 vezes por dia.  Meu cabelo está mais bonito, minha pele  mais saudável, meu sono está melhor, não sofro tanto na musculação – não conta pro Giuliano! – Tá certo que sexta eu pedi pinico e troquei os 10 últimos minutos de esteira por uma bicicleta. O importante é que  fiz todos  os que me foram mandados, xingando muito, claro, mas fiz.

Mas o mais legal foi ver resultado. Desde segunda até sexta, eu já tinha eliminado 1,400kg.

E que venha a próxima semana!

Euba





Busca

© 2007-2017 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br