Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Categoria: Cantinho das Monas


Fragmentos


Autor: Phoebe ~ 6 de maio de 2012. Categorias: Cantinho das Monas, Coisinhas de Mulher, Mona em Família, MonaCine.

Dica de Leitura:

“O Retorno e Terno”, de Rubem Alves, é um livro que reúne algumas boas crônicas do escritor.

Rubem nos presenteia nesse livro com referências literárias de grandes escritores (as citações vão de um singelo conto de fadas até Nietzsche, passando por Fernando Pessoa, Adélia Prado, Milan Kundera (com um capítulo dedicado especialmente à análise do amor de Tereza e Tomas), entre outros.

E, dado às suas ideias muito peculiares sobre alguns assuntos, não raro nos pegamos dando uma pausa entre um capítulo e outro para poder digerir melhor o texto!

Por exemplo, Rubem diz que um amigo de verdade é aquela pessoa em cuja companhia não é preciso falar. Basta a alegria de estarem juntos, um ao lado do outro. Um amigo, segundo Rubem, “Vive de sua inutilidade. Pode até ser útil eventualmente, mas não é isso que o torna um amigo”.

Já sobre os aniversários, o escritor os aborda de um modo bastante inovador. Segundo ele, os “anos de uma vida nunca se somam; eles sempre se subtraem”. “Se digo que tenho 58 anos, (…) 58 anos são, precisamente, os anos que eu não tenho”. São “anos que já se passaram, anos mergulhados no passado, anos com que não posso mais contar, anos que já se queimaram e que não mais se acenderão, como paus de fósforos riscados”. E então ele correlaciona essa ideia com o hábito que temos de acender em um bolo o número de velas correspondente à nossa idade. Sopramos as velas e… ei, é verdade! Ao invés de dizer que tenho 58 anos, melhor seria dizer que eu não tenho 58 anos. As 58 velas no bolo “são os anos que já morreram”.

Os textos foram divididos em quatro grupos – Sobre o Amor, Sobre a Sabedoria, Sobre os Golpes e Sobre o Riso e a Alegria, com um total de 38 crônicas (173 páginas).

http://www.submarino.com.br/produto/1/21818701/retorno+e+terno,+o:+cronicas

________________________________________________________

Dica de filme:

“Há tanto tempo que eu te amo”, do diretor Philippe Claudel.

Juliette – vivida pela atriz inglesa Kristin Scott Thomas (de “Quatro Casamentos e um Funeral“) – ganha a liberdade depois de 15 anos na prisão e passa a morar com sua irmã Léa, que era apenas uma criança quando ela foi presa. O filme é denso e aborda de forma comovente diversas questões delicadas – a reinserção na sociedade de uma pessoa que já cumpriu a pena pelo crime cometido (envolvendo aqui o preconceito e o medo de boa parte dos que têm conhecimento de que Juliette é uma ex-presidiária), a solidão de um homem abandonado pela esposa (e, como efeito colateral da separação, é obrigado a lidar também com a ausência da filha), a morte como fuga da dor e da degradação – seja no físico ou na alma -, e o amor como elo forte de ligação entre duas pessoas (no caso, de duas irmãs que, apesar do tempo, da distância e dos impedimentos, continuam nutrindo um amor intenso uma pela outra – destaque para a comovente cena em que, acusada por Juliette de tê-la esquecido durante o intervalo de 15 anos, Léa entrega nas mãos da irmã uma caixa com a prova de que, dia após dia, ano após ano, nunca deixou de amar a irmã).

Mas, apesar de abordar temas tão complexos e pesados, o filme passa também uma mensagem de esperança, de que é possível continuar sorrindo e se emocionando com os pequenos detalhes da vida, por mais ingrata que a vida lhe tenha sido.

________________________________________________________

Dica de cocuruto cheiroso:

Criança corre muito, sua muito e, por conta disso, é comum que já apresentem um cheirinho não muito agradável poucas horas após o banho. Eu chamo carinhosamente esse cheiro de “nhaca no cocuruto”.

Só que, de uns tempos para cá, comecei a notar que o meu pequeno estava chegando ao final do dia ainda com o cabelinho cheiroso, sem a famosa nhaca, e imagino que isso se deva ao uso de um novo shampoo (novo aqui em casa, não no mercado).

Notei também que ele tem andado mais cheiroso do que filho de barbeiro de cidade pequena, e achei que alguém poderia, quem sabe, talvez, se interessar por dicas de como deixar um pequeno (ou uma pequena) com esse cheirinho bom que chama a atenção por onde passa!

O shampoo é esse aqui:

Acqua Kids Naturals

E tem ainda um sabonete líquido que é matador!

Turma da Xuxinha – sabonete glicerinado

A avó deu tanto “cheiro” no menino que já avisou que quer a nossa lista de compras: vai comprar tudo igual. Para ela!

_______________________________________________________

Objetos de desejo:

Torradeira do Mickey

http://www.utilplast.com.br/Torradeira-para-2-fatias-Mickey-110-volts—0032891-0-0032891-0/p

Telefone da vovó

http://www.submarino.com.br/produto/11/24027414/telefone+com+fio+classic+london++c/+rediscagem+-+classic


Caneta leitora STUPID MIND ERASER chega ao mercado


Autor: Mafalda ~ 6 de janeiro de 2012. Categorias: Cantinho das Monas, Mona POP.

Caneta leitora STUPID MIND ERASER chega ao mercado.
por Phoebe

Nessa semana, foi lançado no mercado o primeiro lote da caneta leitora STUPID MIND ERASER, que promete causar uma verdadeira revolução cultural no Brasil ao fornecer, com um simples deslizar na página do livro ou na tela do computador, a interpretação correta do texto a ser lido.

Segundo Mark Cracobsen Shwarz da Silva, professor piauiense que desenvolveu a caneta leitora, sentiu-se a necessidade de oferecer aos brasileiros, especialmente aos usuários da internet, uma ferramenta que pudesse auxiliá-los a compreender corretamente os textos aos quais têm acesso.

Essa necessidade foi reforçada pelos depoimentos de escritores, jornalistas e blogueiros:

- “Chega a ser ridículo, eu não agüento mais escrever e receber comentários de leitores que entenderam o oposto do que eu disse no meu texto! Certa vez fiz um texto exaltando o amor e o casamento, e me acusaram de ser ‘mal-amada, por ter tanto ódio do amor’. Em outra ocasião, redigi um texto criticando a violência contra yorkshires, e me acusaram de ser homofóbica!”, desabafou Maffy Mariolette, editora do site www.gravatasfemininas.com .

Um blogueiro e músico integrante de uma famosa banda nacional, cuja música mais conhecida foi inclusive regravada pelo ex-Beatle John Lennon em 2003, concedeu-nos uma entrevista por telefone, sob a condição de não ter o seu nome divulgado. Na oportunidade, ele argumentou: “Fui parar nos Worldwide Trending Topics do Twitter exclusivamente porque não entenderam um texto meu. Acusaram-me de ser invejoso, prepotente, asqueroso e hermafrodita. As pessoas não sabem mais o que é ironia! I-R-O-N-I-A!”, soletrou o nobre músico.

O aparelho não apresenta qualquer dificuldade de utilização, bastando que o usuário o deslize sobre a página do livro/apostila ou na tela do computador, para que automaticamente seja fornecida, através do alto-falante, a correta interpretação do texto.

Indagada sobre a utilidade dos botões inseridos no STUPID MIND ERASER, a fabricante Negativo informou através de nota que, no projeto inicial, eles teriam funcionalidades diversas, mas depois de testes feitos com 200 voluntários localizados nas sessões de comentários dos maiores portais brasileiros da internet, concluiu-se que o seu manejo ficaria um pouco complicado e optou-se por manter os botões apenas para fins estéticos, com exceção do botão maior, que quando está vermelho indica que o aparelho está ligado. “A pesquisa concluiu pela necessidade de atingir-se o nível máximo de objetividade, sob pena de frustração das expectativas dos compradores”, diz a nota da Assessoria de Imprensa da fabricante Negativo.

Phoebe
@vi_marassi


Projeto Desembaranga 2011 – 4


Autor: Eubalena ~ 10 de dezembro de 2011. Categorias: Cantinho das Monas.

Sobrevivi aos 15 dias que Carol me propôs. Foi bem mais fácil do que eu pensei e vi resultados. Não emagreci quase nada, mas emagreci e isso é muito importante porque tenho um dificuldade absurda para perder peso.

Me senti tão bem seguindo uma dieta mais rigorosa nesses quinze dias que resolvi continuar com ela. Na verdade, gosto e me dou muito bem com o tipo de cardápio, dando preferência para alimentos integrais, por exemplo. E juro, não sinto mais falta do pão nem de laticínios.

Continuo com atividade física diária e também comecei a fazer drenagem linfática e já sinto uma diferença enorme. “As banhas vão se organizando” e o corpo fica mais modelado, celulite diminui muito e, para quem sofre com retenção de líquido como eu, é uma maravilha.

Desde que fiz a redução de estômago eu tenho osteopenia, que é a diminuição da densidade mineral dos ossos, em resumo, segundo minha ginecologista, é a osteoporose para quem ainda não entrou na menopausa e, mesmo fazendo reposição de cálcio, ele é baixo. E isso ajuda a não perder peso. A gineco me indicou 12000 ui de vitamina D por semana para ajudar na absorção do cálcio e banho de sol, fazer o que? Vou ter de passar o dia na praia. Ordens médicas!

Mas o que eu mais achei fantástico essa semana foi que eu sai de casa com amigas, comi e bebi mas tudo muito bem controlado, não fui mais o Shrek de outrora. Porque, povo, esse negócio de vida social envolve muita comida, tudo é motivo para comer e isso destrói com qualquer intenção de dieta de uma criatura.

Ainda não cheguei nem perto do peso que quero perder, mas já vi algumas mudanças que não via há muito tempo.

Euba


Projeto Desembaranga Euba 2011- 3


Autor: Eubalena ~ 25 de novembro de 2011. Categorias: Cantinho das Monas.

(chegando em casa depois da caminhada das 5 da manhã)

 

Chega um momento na vida “dietística” que testa toda a capacidade de resistência que uma pessoa pode ter: o feriadão!

Feriadão é algo que, por si só,  já lembra bebida e comida. Mas o que mais chama atenção sobre os feriadões é o poder de te deprimir depois que eles acabam.

O último feriadão ajudou a acabar com minha dieta que ia tão bem, tadinha…A pobre não resistiu a puchero, frango à tafarel e cerveja. E ganhei de presente quase 1 quilo!

Dia 21 foi minha conversa com a Carol (nutricionista), dia de me pesar… Durante nossa “consulta” ela destacou  pontos importantes:

1º – Ficar a tarde em casa, pra mim, é ficar comendo a tarde toda. Só resolvo isso saindo de casa mas, como  disse Carol, é preciso exercitar a minha resistência e isso eu só vou conseguir não fugindo da comida. Preciso ficar em casa e comer no horário certo o que eu tenho de comer e pronto.

2º “A comida é eterna, e sempre estará a sua disposição, a partir dessa constatação, não existe urgência alguma em comer o que você mais gosta.”

E me propôs um desafio: 15 dias absolutos de total entrega, comprometimento, e dedicação. E eu aceitei. 15 dias sem glúten, sem laticínios e sem Coca Zero! 15 dias sem desculpas para beliscar. Durante este período eu teria de fazer uma lista  das diferenças que notei em mim.

Juro que pensei que eu não fosse conseguir, principalmente os 3 primeiros dias, que sempre são os mais cruéis.

No desjejum eu mantive a água morna com limão e o suco funcional. 3 horas depois 1 fruta e algumas castanhas. Depois o almoço com arroz integral, feijão, legumes cozidos, salada. Carne vermelha só 1 vez por semana. Depois fui de peixe e de hambúrguer de lentilha, que me salvou algumas vezes.

Durante a tarde, comia uma fruta antes da academia e outra fruta com castanhas depois.

Jantar passei a semana com sopinhas e saladas (algumas noites com o hambúrguer).

No segundo dia minha disposição era outra. Estou mais ativa – cansada, é verdade, mas por conta da quantidade de atividade física -, sinto mais disposição para malhar. Fiz exercícios físicos todos os dias, segunda, quarta e sexta, 2 vezes por dia.  Meu cabelo está mais bonito, minha pele  mais saudável, meu sono está melhor, não sofro tanto na musculação – não conta pro Giuliano! – Tá certo que sexta eu pedi pinico e troquei os 10 últimos minutos de esteira por uma bicicleta. O importante é que  fiz todos  os que me foram mandados, xingando muito, claro, mas fiz.

Mas o mais legal foi ver resultado. Desde segunda até sexta, eu já tinha eliminado 1,400kg.

E que venha a próxima semana!

Euba


Torturas da Euba


Autor: Eubalena ~ 25 de novembro de 2011. Categorias: Cantinho das Monas, Torturas da Euba.

Eu, Eubalena, 37 anos acho que está certo! As pessoas precisam mesmo lutar pelos seus direitos! Afinal de contas, com dois mil amigos atualizando ao mesmo tempo…Fudeu!

E viva a liberdade de esprensa!

E olhem minha expressão facial! Porque ainda não acabou!

 

Momento Cultural:

Badoque – Arma rudimentar feita com pedaço de galho em forma de Y, tiras de borrachas e pequeno pedaço de couro. Ou seja, funda.

Euba


Projeto Desembaranga 2011 – 2


Autor: Eubalena ~ 12 de novembro de 2011. Categorias: Cantinho das Monas, Geral.

E a primeira semana está quase no final. Segunda-feira é dia de conferir o peso. Ui!

Mas a semaninha foi tranquila. Acordei 2 dias as 5 da manhã para caminhar na praia (me cagando de medo, é verdade, mas fui armada com um canivete de 200 anos e minha amiga Jé levou Serena, a pitbull, de quem morro de medo também). E corridinhas leves ao final da tarde. Claro, leves porque a moça aqui já não é tão moça…

Na alimentação foi tudo bem. Meu suquinho todos os dias, muita salada, verdura e frutas…Mas ainda não consegui me livrar completamente da Coca 0. Vício é algo pavoroso! O lado maravilhoso é que não sinto mais tanta fome entre as refeições e notei que como muito menos seguindo o conselho de mastigar 28 vezes, pelo menos, cada garfada.

Véspera de feridão, família toda vindo para cá, acabei não conseguindo ir para a academia todos os dias. Eu sei que Giuliano, o carrasco, digo, o personal trainer, acha que é mentira, mas eu sinto falta quando não vou para a academia. E, por falar em feriadão, como se come nessa época? Aqui em casa já tem puchero e churrasco agendado. Pior de tudo é que não se pode abandonar essas orgias gastronômicas de feriados e finais de semana, a grande maioria das pessoas só sabe praticar a arte da socialização se for perto de muita comida.
Uma das coisas mais chatas quando se decidi entrar numa dieta ou mudar para uma alimentação mais saudável é a tendencia ao isolamento que sofremos. As vezes parte da própria pessoa mas, em alguns casos, os amigos isolam a pessoa, até para não atrapalhar a dieta. Isso é horrível! Por isso acho que dietas “com receitas” não dão muito certo. O negócio é mudar a alimentação mas com liberdade para comer de tudo, sem exageros, como qualquer mortal.

Carol, a nutricionista, postou no seu blog Fale Com a Nutricionista um texto muito legal com dicas para se manter firme durante o feriadão. Vale a pena dar uma lida.

Beijos

Euba


Projeto Desembaranga Euba 2011 – 1


Autor: Eubalena ~ 7 de novembro de 2011. Categorias: Cantinho das Monas, Coisinhas de Mulher.

O projeto desembaranga está de volta e sem data prevista para acabar.  Esta  nova etapa terá a participação da nutricionista Carol Morais (do blog Fale com a nutricionista ) e do personal trainer Giuliano, com conselhos uteis para o processo de desembaragamento.

Todo mundo que acompanhou o desemabaranga antigo sabe que eu parei de escrever sem dar nenhum motivo. Pois bem, eu não consegui emagrecer. Meu corpo mudou, está mais definido por causa dos exercícios físicos, mas peso que é bom, nada…Daí, aquilo foi me dando uma gastura, uma raiva, “um queimor”, a pessoa se jogou de corpo e alma na coca 0 e no pão francês e continua a mesma rechonchuda de sempre.

Agora, com quase 40 anos, sentindo toda a dificuldade de dar fim num mísero quilinho mas, por outro lado, mais madura, resolvi ser boazinha comigo, definir metas mais reais e não estipular tempo para alcançar as metas. Vou emagrecer, não tem como isso não acontecer fazendo tudo certo, mas vou fazer isso tranquilamente, sem neuras.

No momento peso alarmantes e revoltantes 79,6 kg. Sim, alarmantes porque é peso pra caramba e revoltantes porque já fiz uma redução de estômago, eliminei 40 kg e recuperei a metade, e isso me dá um sentimento de culpa, me sinto ” a fracassada”. A primeira meta é eliminar 5% deste peso e, para isso, não estou seguindo uma dieta propriamente dita, estou mudando a minha alimentação seguindo as dicas da Carol. Como atividade física, estou 3 vezes por semana com o Giuliano, trabalhando aeróbico e musculação – sim, ele é um carrasco!  E  lutando Muay Thai 2 vezes por semana. Fora as caminhadas diárias de 1 hora (hoje acordei as 5.30 da manhã pra caminhar. SO-COR-RO!)

A alimentação

Meu dia está começando com 1 copo de água morna com limão. Eu achei que seria impossível de tomar, mas é tranquilo.   Segundo a Carol, isso ajuda a limpar o intestino. Sim, vocês sabiam que tem cocô que fica lá, preso a vida toda no intestino?

Depois da água morna, eu tomo 1 copo de suco funcional:

1 folha de couve manteiga (1 dois cubinhos de gelo de couve já previamente batida com um pouquinho de água.  Limpo a couve, coloco tudo no liquidificador com um pouco de água e congelo em cubinhos de gelo), 1 fruta, 300 ml de água e linhaça hidratada (1 colher de sopa de linhaça em grão num copo de água. Deixa de molho durante a noite e coloca tudo no suco) e uma “moeda” de gengibre.  O suco fica delicioso. As vezes eu coloco 150 ml de suco de uva branca e completo com água. Fica ótimo!

Se achar que isso não vai dar até o lanche, eu como 1 fatia de pão integral com azeite de oliva temperado.

No meio da manhã como 1 fruta e castanhas do pará, ou amendoas.

No almoço, muita salada, legumes cozidos ou refogados, 1 carne, arroz integral e feijão.

Lanche da tarde (eu faço 2) como o mesmo da manhã e na janta eu faço um saladão, mais legumes e pronto.

Tem muito legume gostoso e diversas maneiras de prepará-los. Não tem mais tédio no preparo dos alimentos, é só descobrir a maneira mais gostosa.

E muita água, muito chá de cavalinha e hibisco para acabar com a retenção de liquido!
OProjeto Desembaranga Euba será todo sábado aqui no Monalisa.

 

Beijos

 

Euba

 

 


Momento Eu que fiz, posso babar!


Autor: Eubalena ~ 4 de novembro de 2011. Categorias: Cantinho das Monas, Mona em Família, Tiras.

Coró, (meu pequeno gênio de 6 anos) adora as tirinhas da Mafalda (também conhecida como Raquel Gompy) e do Flávio Soares ( A Vida com Logan). Daí que a menina passa os seus dias fazendo desenhos e tirinhas por culpa dos dois.

Como toda boa mãe babona, acho que todo mundo tem o direito de ver a obra prima de Coró.

 

Euba


Dia do Sexo


Autor: Eubalena ~ 6 de setembro de 2011. Categorias: Cantinho das Monas, Ponto Gê.

 

E hoje, 6/9, é o Dia do Sexo. E onde chegamos? Como diria minha avó! Um dia para as pessoas comemorem o sexo e esta comemoração me deixou repleta de dúvidas:

1. É para comemorar fazendo ou só conversando sobre o assunto?

2. Vale enfeitar a casa com falos alados e vulvas serpentinadas?

3. Se faz como em outros feriados quando saímos para viajar e conhecer uma nova cidade? Ou seja, pode-se trocar de parceiro?

4. Comemorações em grupo serão permitidas?

5. Comemorações públicas não serão consideradas crime?

6. Se dá alguma “lembrancinha”? Em caso de resposta afirmativa, o que se dá?

7. Esse dia não deveria ser sempre em um sábado? Quem faz sexo assim durante a semana é adolescente que mata aula. O povo trabalha, minha gente!

8. Gente casada comemora? E o que faz com filhos? Manda para casa dos avós? Mas avô não comemora? Olha o preconceito com a 3ª idade.

E falando sobre sexo e gente casada, sempre brinco que depois de casada a mulher não beija na boca, não conversa e não faz sexo. Muitas pessoas ficam horrorizadas quando escutam, outras pensam e suspiram, outras procuram a primeira janela aberta para pular… Mas é sério, o sexo muda muito depois do casamento. Não piora, ele muda. Claro que a frequência é outra. Todo mundo tem o santo direito de chegar morto de cansado em casa e querer dormir, ou entender quando o parceiro quer dormir. O sexo fica menos afoito, mais íntimo, com mais cumplicidade.

Mas o que eu quero mesmo falar sobre sexo é a pressão (ui) que o povo faz sobre o tema. Cláudia, Nova e afins quase que cobram da mulher um orgasmo diário, que se saiba todas as posições do Kama Sutra, que se tenha em casa um armário com todos os lançamentos de sex shop, que se tenha e realize mil e uma fantasias…

Sou antiga e, para mim, sexo tem de ser especial. Tem de ter começo, meio e fim e, principalmente, tem de ser com alguém que valha a pena. E como tudo isso demora… Que bom que a amanhã é feriado!

Feliz Dia do Sexo!

 

Euba


A incrível história de sobrevivência de Immaculée


Autor: Mafalda ~ 10 de agosto de 2011. Categorias: Cantinho das Monas, Mona em Família, Mona POP, MonaCine.

Ganhei há alguns dias um livro que conta a história de Immaculée Ilibagiza, chamado “Sobrevivi para contar” .

Nunca tinha ouvido falar desta moça de Ruanda, mas já tinha ouvido falar da guerra nos anos 90, e visto umas fotos horripilantes de pessoas com facões e gente cortada em pedaços.

Na introdução do livro temos a frase de Viktor E. Frankl, M.Dl ph.D., psiquiatra e escritor, sobrevivente do holocausto da Segunda Guerra Mundial:

“Se não podemos mudar uma situação, mudar a nós mesmos se torna o desafio.”

Comecei a ler e fui envolvida e tragada para um momento terrível da história,  em especial pela situação que viveu Immaculée, em detalhes. Devorei o livro em 3 dias. É aquele tipo de livro que você não consegue parar de ler até chegar ao fim. O mesmo aconteceu com o Falcão Azul.

Nós falamos muito do holocausto dos judeus na Segunda Guerra, mas ainda falamos pouco do holocausto que ocorreu não faz muito tempo, nos anos 90, em Ruanda.

É um livro que todos, principalmente os jovens, devem ler, para mostrar como o ódio entre grupos pode cegar a razão, o bom senso,  a questão do certo e errado, além de outros valores básicos de pessoas comuns como eu, você, nossos vizinhos.

Ainda bem que ganhei o livro, pois se fosse procurar nas livrarias on-line, algumas já contam toda a história, o que perde a graça… como aquele crítico de cinema que conta o começo, meio e fim do filme.

Recomendo muito este impressionante relato de Immaculée, que conseguiu sobreviver a um genocídio que matou praticamente metade da população de seu país.

Se estiverem curiosos, há um programa do “60 minutos” sobre Ruanda e Immaculée, que pode ser visto aqui:
http://www.cbsnews.com/video/watch/?id=3004020n

Parece que já estão procurando uma atriz para fazer o filme inspirado no livro. Mas leiam o livro antes! Vale a pena.

Clique aqui para comprar o livro no Submarino

Abraços,
Mafalda

 

 

 





Busca

© 2007-2017 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br