Porque fazer humor e podcast é uma arte

































Cupcakes Nerds


Autor: Phoebe ~ 17 de junho de 2011. Categorias: Cantinho das Monas, Curtindo a Vida, Mona POP.

Eu já tinha comentado aqui sobre os cupcakes, inclusive dando umas dicas de como fazer.

E quem pensa que cupcake é bolinho afrescalhado para mulherzinha, está muitíssimo enganado!

Os homens têm aderido com tudo a essa moda. Além de deliciosos, os cupcakes podem ser também muito divertidos, especialmente para os aficcionados por games, filmes e seriados de TV.

Imagina ganhar uma caixa de cupcakes da Princesa Leia? Ou uma caixa de cupcakes que, uma vez aberta, parece a tela do jogo Pac-Man?

Para as namoradas, noivas e esposas, é uma excelente dica de presente para os amados – especialmente se eles forem meio nerds.

Beijos da Phoebe


Diário de casamento – Igreja e Chá de casa nova


Autor: Eubalena ~ 8 de junho de 2010. Categorias: Cantinho das Monas.

Marcar a data na igreja é um dos requisitos importante para um casamento completo. Claro que existe casais que preferem apenas casar perante a Lei dos homens e aquelas que gostariam do pacote completo, que é o meu caso.

Desde o começo deste ano estou tentando marcar uma data na igreja que desejamos casar, e não consegui, pois eles só marcam a data faltando 6 meses para a data que escolhemos. Tentamos de todos os jeitos convencer a secretaria para marcarmos com um ano para a data da cerimônia, pois queríamos já começando a contratar outros serviços e ter esse prazo tranqüilo para pagar tudo e tivemos a resposta negativa. Pedi para marcar uma hora com o páraco e não consegui, então, resolvemos esperar a abertura da agenda.

Nesse meio tempo minha sogra veio a Brasília para conversarmos sobre o casamento e avisamos que só poderíamos marcar a data no começo de junho. Minha sogra convenceu-nos a mudar a data de fevereiro para março, pois é um mês atípico para viagens e com isso nossa lua de mel sairia mais barato. Então resolvemos que iríamos marcar para o dia 19/03/2011, pois é dia de São José, padroeiro do casamento.

No dia 1º de Junho Jônatas ligou para a igreja para saber se a agenda já estava disponível e que queríamos reservar a data. Lá ele teve a triste notícia que na hora estava uma noiva marcando justamente a data, pois a coitada estava desde as 6hs da manhã esperando abrirem as portas, pode? Pense na raiva que sentimos! E nós falamos com a secretaria que isso poderia acontecer, e ela me garantiu que é uma igreja que não tem movimento de casamentos, ta bom, eu sabia que ia acontecer. Mas enfim, para não perdermos outra data, resolvemos marcar um dia antes, dia 18/03/2011 para a celebração da data mais feliz da minha vida. Apesar de ter ficado chateada e xingar até a 13º geração da mulher, aceitei a data com mais tranqüilidade. Depois passamos na igreja para garantir esta data, chegamos lá para pagarmos e fazer o contrato. Enquanto fechávamos o contrato apareceu outra noiva para marcar uma data para casar, imagina se tivesse movimento na igreja, para a nossa sorte ela escolheu uma data bem distante da nossa. Não sei o Jônatas e eu estamos com sorte para a igreja, ou se o povo está com dificuldade de encontrar vagas em outras ou se estão pedindo mais caro que esta que escolhemos, mas enfim, agora a gente não perde mais esta data.

Depois dessa correria para resolvermos a data do casamento, tive de ligar correndo para o nosso fotografo para alterar a data do casamento. Agora posso marcar as outras coisas com a certeza da data sem medo de perdemos o serviço.

Dia 5 (sábado) fizemos um chá de casa nova para apresentar a casa depois da reforma aos nossos padrinhos. Foi bem simples, mas muito divertido. Eu que não sou de cozinhar fui parar na cozinha e tentar fazer uns quitutes para a recepção, usei os padrinhos de cobaia, hihihih. Até que consegui me superar, o povo gostou da comida. Minha mãe trouxe as sobremesas e minha madrinha trouxe os patês para servir com pãezinhos. Ganhamos alguns presentinhos muito úteis para nossa casinha. Pena que não compareceram todos, pois já tinham compromissos inadiáveis, mas foi bem divertido. Nesta sexta-feira iremos receber os padrinhos que não foram, vai ser uma diversão à parte. Apesar da maioria dos padrinhos se conhecerem acho muito interessante essa interação deles, para assim juntos elaborarem as nossas despedidas de solteiros e ficar mais fácil a convivência.

Agora não tem mais jeito, estamos com a data marcada loucos para resolvermos tudo e casar logo, hihihi… Apressada, não?

Que Deus nos dê muita paciência para conseguirmos fazer tudo do nosso jeito.

Áurea – A Noiva


Diário de Casamento: O Chá de Lingerie


Autor: Eubalena ~ 1 de junho de 2010. Categorias: Mona em Família.

Outra novidade que está virando moda no ramo casamenteiro é o Chá de depravadas… Quer dizer…. De Lingerie! Para aquelas noivas que já tem todos os utensílios de que precisam em casa ou querendo mesmo é meter o pé na jaca é uma ótima pedida.

É um encontro despojado onde somente é permitida a entrada de mulheres (e o noivo fica na porta se quiser) em que a noiva ganha um monte daquelas lingeries bem carinhas. Esse evento pode ser organizado pela própria noiva ou mesmo pela madrinha dela e pode ser feito em uma loja especializada ou até mesmo em um motel, que também é conhecido como Chá de Motel.

Esses chás são normalmente feitos nos finais de semana entre as 16 e 20 horas e são servidos apenas petiscos que lembram romance como docinhos em forma de coração, mas nada muito pesado, mesmo porque a noiva e as amigas dela devem estar com as mãos BEM OCUPADAS nessa hora…

As noivas que mandarem convites para o evento, devem escolher modelos elegantes e sensuais, com foto ou ilustrações que já poderão dar uma idéia de como será a “festinha”. Eu sei que rolam também altas brincadeiras como vendar a noiva e pedir para ela adivinhar qual é a lingerie que ela ganhou e se ela errar tem que pagar um mico como fazer uma declaração de amor à sogra, tentar colocar a caneta na garrafa (eu nem quero imaginar o que é isso!), vestir um vestido de noiva de papel higiênico e mais o que as mentes pervertidas das amigas da noiva inventarem na hora.

Para mim essa idéia surgiu da inveja das mulheres da mais do que famosa despedida de solteiro dos homens. Tanto que em alguns casos essas “chás” contam com “profissionais” que são bem animados, (If you know what I mean) e fazem strip teases e até dão aulas disso para a noiva e suas amigas.

O importante é combinar com a sua noiva para que ambos tenham o mesmo direito de se divertir e, se ela for querer homens bombadões de tanguinha no evento, nós também temos o direito de ir num bar de strip receber lap dances de presente dos padrinhos, coisa que vai durar na sua mente tanto quanto uma lingerie dura na noiva.

P.S.: Para quem mora em Brasília nós recomendamos a loja Santa Ousadia que fica na SHCS 302/303 Sul loja 136 do Shopping Fashon Mall e o telefone é (61) 3226-3025

Jônatas – O Noivo


Diário de Casamento: As Fotos


Autor: Eubalena ~ 3 de maio de 2010. Categorias: Sem categoria.

http://ahquandocasarpassa.wordpress.com

Hoje vou comentar sobre uma história interessante que foi como conseguimos os fotógrafos para nosso casamento.  Primeiramente, como todo mundo faz, nós pedimos algumas dicas de amigos que conhecem fotógrafos, mesmo porque existem muitos em Brasília, e procuramos em sites.

Decidimos começar por um fotógrafo que achamos na internet e a Midori resolveu ligar pra ele para combinar de ver o portfólio dele, o que aliás, é essencial para que você tenha uma ideia de como ficarão as suas fotos. Mas ele não ligou de volta, mostrando falta de interesse, então depois disso resolvemos ligar para um fotógrafo que nos foi recomendado por um amigo.

A noiva ligou e marcou hora e local logo de cara com uma tal Marcela. No dia combinado fomos lá ver o portifólio, mas a fotógrafa ainda não havia chegado, então ficamos esperando ela chegar. No momento que a fotógrafa chegou ela disse: “É você o noivo?” Esse espanto todo foi porque eu conheço a Marcela antes mesmo dela se tornar fotógrafa, pois nós somos super fãs de salsa e já dançamos algumas vezes. Mesmo sendo uma amiga pedimos para ver o portfólio e choramos para ver se ela abaixava o preço do serviço, pois não sei se vocês sabem, mas a fotografia é um dos serviços mais caros do casamento.

Descobrimos que a Marcela é sócia do fotógrafo que nos foi recomendado, o Cristiano Nunes na Photoimagens. Como o Cristiano não pode nos atender naquele momento, ficamos falando muito tempo com a Marcela que é uma pessoa super simpática, mas saímos ainda sem saber se iríamos contratá-los ou não.

Depois de alguns dias a Midori me disse que havia conversado com o fotógrafo e que ele era super gente boa e tinha nos convidado para um teste no estúdio dele que fica na casa da Marcela. Como eu vi os olhinhos da Midori até brilharem com a possibilidade de ter um pequeno book, eu topei logo.

Chegando lá pudemos conhecer finalmente o famoso Cristiano Nunes e conversar bastante com eles, mas quem resolveu tirar as fotos mesmo foi a Marcela. Gostamos demais da sessão de fotos, da conversa e também das fotos que ficaram ótimas. Na saída da casa da Marcela estávamos tão animados que decidimos fazer as fotos com eles, por vários motivos, mas principalmente pela simpatia e qualidade do serviço.

Além desta experiência, tenho que contar sobre outra experiência diferente neste ramo também que eu e Midori pudemos ter outro dia. Como nossos amigos estão cansados de saber que nós vamos casar, um deles que foi convidado para ser modelo de noivo para um book de uma fotógrafa nova aqui em Brasília, nos convidou para ver o ensaio.

Infelizmente não pudemos ver todos os locais onde eles tiraram fotos e nem o Trash the Dress, que, ao pé da letra, significa lixar o vestido, o que na prática é uma sessão de fotos que a noiva tira depois do casamento onde ela pode fazer tudo o que quiser com o vestido, como mergulhar num lago e até queimá-lo e tirar fotos desses momentos bizarros. Isso é se ela for louca e rica o suficiente para estragar totalmente um vestido que com certeza não ficou nada barato.

Mesmo assim foi bem legal para nós vermos os melhores locais para tirar as fotos da prévia dos noivos e já saber mais ou menos como será a nossa. E para mim foi bem legal poder ver que quem mais gostou das horas de ensaios por Brasília foi a Midori que ficou super animada e com mais vontade de casar do que nunca.

PS: Se você é de Brasília eu realmente recomendo os nossos fotógrafos que tem um site com muitas fotos e podem ser contatados em http://www.photonimagens.com.br/index.php

Jônatas – O Noivo


Diário de casamento – O Fotógrafo.


Autor: Eubalena ~ 26 de abril de 2010. Categorias: Mona em Família.

Começamos a procurar fotógrafos mais ou menos na mesma época dos Buffets, depois do festnoivas deu pra ter uma noção que tipo de serviços gostaríamos no nosso casamento.

No evento ficamos encantados com um stand simples e pequeno, mas com uma qualidade de fotos que nos surpreendeu. Pegamos um portifólio para entrarmos em contato depois pedindo o orçamento. Nossa, achamos muito caro e decidimos procurar outras opções.

Um de nossos padrinhos indicou um que ele considera muito bom e que seria mais flexível no valor que o que nós vimos. Pedi o nome dele e o procurei no orkut desse padrinho. Assim que o adicionei no meu orkut e pedi um orçamento ele logo respondeu e começamos a conversar sobre o trabalho dele e mandou-me o link para ver os seus trabalhos e da equipe no http://www.photonimagens.com.br/index.php .

Fiquei encantada com as fotos e pedi para marcarmos uma reunião para conversarmos melhor.      Marcamos para outra semana e fui informada que a sócia dele iria nos atender e, para a nossa surpresa, não é que o Jônatas a conhecia de outros carnavais, hihihi. A Marcela (nossa fotografa) é amiga de salsa do Jônatas e com isso a conversa seguiu mais descontraída, vi de perto o trabalho deles e descobri uma outra coisa, um casal de padrinhos fez as fotos de casamento com eles também. Senti-me muito a vontade com ela, amei o pacote maravilhoso com 10 itens, super promoção, para quem fechasse até fevereiro desse ano e ficamos ainda pensando um pouco e pedimos para ver se faziam outra proposta mais em conta para nós.

Na semana seguinte estava conversando com o Cris Nunes (nosso fotografo) sobre a proposta e de como poderíamos negociar e surgiu um convite a qual não esperava, ele perguntou se eu e o Jônatas topávamos tirar umas fotos como teste para ver melhor o trabalho deles e conversar melhor. Não pensei 2 vezes. Falei com o Jônatas e ele topou na hora. Combinamos o horário e fomos ao estúdio tirar as fotos. Nossa em 5 minutos a Marcela tirou 27 fotos, e todas ficaram ótimas. E foi ali que decidimos não procurar mais, fiquei muito a vontade com eles e me senti segura.

Faltava conversar com nossos pais para fecharmos logo o negócio. E assim que tivemos a resposta entramos em contato e assinamos o contrato. Fiquei muito feliz, pois eles me passaram muita confiança e segurança.

Conversando com o Cris perguntei se ele tinha alguma novidade para contar a vocês e ele me disse que a Marcela tinha recém chegado de São Paulo com uma novidade a qual ele chama de “renovação de olhar” um estilo diferente na visão do fotografo, com outros ambientes e tudo mais, só vendo para entender no http://www.youtube.com/user/photonimagens#p/a/u/0/v-2sZrQih-M. Achei muito legal e com isso me animando mais para o meu casamento.

Tem uma outra novidade nesse ramo chamado “Trash the dress” que é nada mais nada menos que tirar fotos com o vestido de noiva sem medo de estragá-lo, normalmente tiram essas fotos depois do casamento. É uma novidade que está fazendo muito sucesso nesse ramo e confesso que fica realmente muito bonito, encontrei um site que relata e explica melhor sobre essa novidade http://noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2009/11/23/conheca-o-trash-the-dress-nova-tendencia-em-fotos-de-casamento.jhtm. Quem sabe eu não faça umas fotos assim também.

Nesse domingo (25/04) recebemos um convite para acompanhar uma sessão de fotos com vestidos de noiva e a roupa de noivo de um dos padrinhos que foi convidado a fotografar como noivo para um site de Brasília. Chegamos faltando apenas 2 lugares turísticos para ser fotografados, e achei uma oportunidade perfeita para ver de pertinho todos os detalhes. Fiquei imaginando como será as minhas fotos, como poderia me portar enquanto a fotografa faz sua magia com sua câmera, estou ansiosa e muito empolgada para esse dia. Conversei com o maquiador e cabeleireiro sobre as fotos e poses que faziam, falamos também com o responsável pelo site que estava acompanhando tudo de perto e nos deu dicas sobre onde e com quem poderíamos alugar nossas roupas, mostrou-me mais tarde outros vestidos os quais fiquei muito encantada com a beleza deles.

Diverti-me tanto nessa sessão de fotos que até ajudar a noiva fiz. Ela contou-me que casará em julho do ano que vem e que faltam alguns pequenos detalhes para fechar tudo do casamento. Disse-me que o maquiador que ela irá fazer é ótimo e o melhor de tudo, não é careiro. Fiquei os acompanhando umas 2 horas de sessão. Os lugares escolhidos foram perfeitos para fotos perfeitas. Quando sair o site contarei a vocês.

Como a reforma, enfim, terminou poderemos continuar os preparativos do casamento. E continuaremos a contar nossa trajetória.

Áurea – A noiva


Diário de Casamento: Preparativos de casamento – Os Buffets


Autor: Eubalena ~ 19 de abril de 2010. Categorias: Mona em Família.

Finalmente chegamos ao ponto onde, creio eu, a grande maioria das mulheres estava esperando…Os preparativos! Eu realmente aprendi muito e ainda estou aprendendo com essa correria insana que são os preparativos de casamento. Só o fato de eu saber como se escreve “Buffet” e ainda falar ao jeito francês já é algo que só homem nesta fase sabe fazer.

Pois bem, hoje eu vou falar da parte mais legal (pelo menos para mim!) dos preparativos, o Buffet. Para quem não sabe, as empresas de Buffet fazem de tudo para te conquistar, mesmo porque é a parte mais cara do casamento, você chega a pagar mais de 50 reais por pessoa do casamento aqui em Brasília, e por isso eles ficam bem felizes em poder te convidar para as “degustações”.

Eu coloquei a palavra degustações entre aspas porque na verdade é um verdadeiro banquete. Como eu e Midori estamos na época de nossas vidas em que somos convidados para muitos casamentos, nós já tínhamos um Buffet que queríamos ver e então marcamos a degustação em um dia que haveria casamento em um salão de Brasília, mas não esperávamos comer tanto. Para terem uma idéia só de couvert (acho que se escreve assim) que são as entradas, por assim dizer, eu e minha noiva tivemos que comer mais de 30! Isso mesmo..30! E não bastasse isso, depois de comer das coisas mais gostosas e mais estranhas também, veio o jantar! Neste ponto a Midori, que não é de comer muito (vocês viram a foto dela) já não estava mais aguentando e eu, bravamente, fui pegar o jantar, que também é uma delícia, mas quase que explodi de comer.

Ao fim, para você sair bem feliz (ou triste!), você ainda leva uma dezena de bombons de todos os tipos e sabores imaginados, mas claro, terá que deixar para experimentá-los no dia seguinte, a não ser que você seja o Dudu Sales ou algo assim.

Com isso acho que vocês (os gordinhos?) puderam perceber porque eu gosto mais dessa etapa, né? Mas deixo aqui uma dica: alterne a comilança dos couverts com sua amada, um vez ela, a outra vez, você; e assim vai, porque senão é capaz de acabarem a noite mais triste do que feliz.

Detalhe, nós já fomos a duas degustações e ainda não decidimos qual contratar, por isso muitas degustações ainda virão e eu continuarei descrevendo esta orgia gastronômica  nas próximas colunas, ainda bem! =D

PS: Quem é de Brasília e não sabe por onde começar as contratações do casamento eu recomendo o site http://www.acessoeventos.com.br onde tem tudo o que você vai precisar.

Jônatas – O noivo


A festa do chocolate!


Autor: Phoebe ~ 15 de novembro de 2009. Categorias: Cantinho das Monas.

Em outubro a minha loirinha comemorou seu 4º aniversário e fiz para ela uma festinha na escola. Como minha filha adora viajar na maionese quando se trata dos temas de suas festas, ela pediu a festa do ”Willie Wonka” – aquele da Fantástica Fábrica de Chocolate, que já até rendeu um post aqui.

Claro que não encontrei nada com esse tema nas lojas de decorações e tive que improvisar. Aluguei a decoração do tema “Mundo dos Doces”, mas só na hora vi que era a mesma decoração do João e Maria, com direito a casinha de guloseimas e bonecos dos dois irmãos.

O convite foi uma barra de chocolate de 70g (comprei Diamante Negro e Laka), personalizada com os dados da festa pela Print e Arte.

O bolo reproduziu o cenário da Fábrica de Chocolate do Willie Wonka, com um rio de chocolate, flores e cogumelos comestíveis.

Para complementar, minha mãe fez pirulitos de chocolate branco e preto e eu fiz cupcakes decorados com as cores da festa, além de alguns cupcakes de chocolate.

Chamamos um palhaço para animar a criançada e foi aquela bagunça! Uma festinha que deixou a pequena cheia de felicidade e que, com certeza, ela irá se lembrar para sempre!

Vai um chocolate aí?

Beijos da Phoebe!


Cupcakes, hmmm!


Autor: Phoebe ~ 14 de setembro de 2009. Categorias: Cantinho das Monas.

Imagem: Christiane Ferr, da Cupcake&Co.

Toda mãe que se preze sabe que uma das coisas mais gostosas da maternidade é planejar – com meses de antecedência, diga-se de passagem – as festas dos filhos. Todo ano me vejo às voltas com os preparativos, sempre buscando uma novidade, um elemento diferente para tornar a festinha ainda mais especial.

Neste ano, o tal elemento diferente que eu encontrei foi o cupcake, que ainda não é muito conhecido aqui no Brasil – aqui em Natal, pelo menos, eu nunca vi em confeitarias ou em festas.

Apaixonada pela idéia de fazer esses mini-bolinhos para alegrar a festa da minha pequena, mergulhei de cabeça em sites, blogs e fóruns sobre o assunto, até aprender o suficiente para começar a fazer essas delícias.

1) Primeiro comprei a forma para preparar os cupcakes. Na internet, os dois melhores sites que vendem tais formas são o Celebrate e o Barra Doce. Mas se o dinheiro estiver curto, dá pra preparar os bolos usando 3 forminhas tipo O ou OB (zero bê, não oh bê!), uma dentro da outra, devidamente untadas com manteiga.

2) A massa do bolo pode ser qualquer uma, embora os apaixonados pelo autêntico cupcake não concordem. Nas 2 primeiras vezes que eu fiz, usei esses pacotinhos de massa pronta vendidos nos supermercados, em que você só precisa acrescentar manteiga, leite e ovos. Feita a massa, é só despejar nas forminhas, tomando o cuidado para não colocar mais do que 3/4 da forma. Conforme a criatividade, dá pra inventar bastante: gotinhas de chocolate na massa, uso de corantes para fazer bolinhos coloridos etc.

3) Assados os bolinhos, é hora de recheá-los! Doce de leite, brigadeiro, ganache de chocolate, nutella… hmm! Mas nada de cortar o bolinho ao meio, não! O segredo é cortar um pequeno círculo no topo, aplicar o recheio e tapar o bolinho com a “tampa” que você cortou.

4) Depois do recheio, vem a melhor parte: a cobertura! Existem inúmeras coberturas, mas as mais tradicionais são três: buttercream, ganache de chocolate e pasta americana.

Buttercream: 2 e 1/2 colheres de sopa de manteiga; 1 xícara de açúcar de confeiteiro; 1 colher de sopa de leite; algumas gotas de essência de baunilha (essa é uma das receitas disponíveis).

Ganache de chocolate: leva chocolate em barra, de preferência meio-amargo, e creme de leite. Derrete o chocolate em banho-maria e vai acrescentando creme de leite até atingir uma consistência mais firme.

Pasta americana: é vendida pronta, inclusive a pasta colorida.

Das coberturas, a que fica mais gostosa é aquela feita com ganache de chocolate – se usado o chocolate branco, dá para aplicar corantes e fazer cupcakes coloridos.

Agora, se você não leva o menor jeito na cozinha e nem quer tentar fazer essas delicinhas em casa, o jeito é comprá-las prontas! Se eu morasse em SP, certamente já teria feito muitas encomendas!

http://www.cupcakeandco.com.br/

http://www.lovecupcakeslove.blogspot.com/

Beijos da Phoebe!

Imagem: Christiane Ferr, da Cupcake&Co.


ANIVERSÁRIO SEM STRESS, POR FAVOR!


Autor: luizcarlosdacosta ~ 17 de junho de 2009. Categorias: Mona em Família.

Daqui aproximadamente dois meses minha filha irá completar seis anos! Para quem não tem filhos ainda, revelo que apesar de seis anos parecer ser muito tempo, todo esse tempo passou muito rápido.

E aqui estou mais uma vez em frente às minhas anotações, pois está chegando o aniversário dela e a hora de começar a pensar na festinha de aniversário! Nos anos anteriores, por conveniência da minha parte e da minha esposa, tirando o primeiro aniversário, cada um se prontificou a organizar uma festa por ano, já que nós dois trabalhamos fora o dia inteiro. Assim, um só de nós dois se dedica ao planejamento, um só se dedica à execução e por fim, um só se estressa sozinho. Uma beleza, não? Não! Essa última parte não é verdade, pois todas as duas vezes que a minha esposa se prontificou para organizar a festa, pelo menos metade das tarefas acabaram sendo realizadas por mim. Pois é, apesar da boa vontade dela, sei lá exatamente por qual razão, ela não consegue simplesmente tomar uma decisão e partir para frente. Sempre quer uma opinião, seja de quantos salgados comprar, seja como decorar a festa. Por diversas vezes me pediu para quebrar o galho para ela, fazendo algo que deixou para última hora.

Pois então, caso você esteja pensando em fazer uma festa de aniversário, é importante que siga alguns passos para obter sucesso sem se estressar ou estressar seu esposo(a).

Em primeiro lugar é importante planejar. Separe um pouco da sua energia e concentração para decidir o que pode ser feito. Aqui é importante a opinião do seu filho, não esqueça de perguntar o que é que ele deseja para o aniversário dele. Não faça a festa dele a sua festa, como já muito vi acontecer. Cheguei a participar de uma em que serviram feijoada no aniversário de uma menina de 4 anos! Aí não, né? Vamos ser criativos! Com a idéia na cabeça, verifique o orçamento que tem disponível ou pretende gastar. Depois faça uma lista com a primeira prévia do pessoal que irá ser convidado. Pesquise no calendário o dia que irá cair a data e escolha o melhor local e horário. Ninguém irá em uma festa às 14:00 de uma segunda-feira. Pelo menos no meu mundo, não. Um ou dois dias a mais ou a menos na semana não irá fazer tanta diferença assim. Para as festas da minha filha, sempre programo para o sábado ou para o domingo próximo.

Agora um detalhe que veio com a modernidade: o tema da decoração. Claro que isso vai de pessoa para pessoa, mas a moda nos últimos tempos é ter um desenho animado de sucesso que passa na TV, seja ela aberta ou paga, colado e desenhado por toda a festa e acessórios. Até hoje, apesar de a minha filha ter comentado a respeito, não aderi à referida moda por dois motivos. Primeiro é que isso encarece demasiadamente a festa. E em segundo, porque acredito um toque de bom gosto pode deixar a festa muito mais interessante que qualquer personagem saltando da parede. Não podemos esquecer também do cardápio e da animação. Caso não seja possível fazer o que seu filho deseja, faça algumas adaptações. Leve em conta as possibilidades de irmãos, babás ou pais que poderão vir à festa e reveja sua lista de convidados, sempre considerando que é possível que uma parte dos convidados não compareçam.

Em relação a data, podemos destacar alguns tipos de festas. A dos finais de semana, onde geralmente temos um maior número de convidados, pois quando a criança convidada tem irmãos, os mesmos provavelmente virão, já que o pai ou mãe ou ambos irão trazer seus filhos. E tem a festa que ocorre durante a semana, onde o número de pessoas presentes na festa é sempre menor, pois tem os pais que trabalham e então não comparecem, há os casos em que uma só mãe dá carona para 2 ou 3 amiguinhos, os irmãos tenham compromissos e o número acaba sendo menor. Cada uma das festas tem suas vantagens e desvantagens. Cabe a você escolher: uma festa mais movimentada e mais trabalho e mais despesa ou uma festa mais sossegada e menos trabalho e menos despesas. Por fim, temos a festa na escola. Estas são as mais econômicas, pois o número de convidados se restringe somente às crianças. Porém, como desvantagem a duração da festa também é menor.

Independente da forma que irá realizar a festa, faça da melhor forma possível, pois apesar do trabalho que dará, certamente seu filho irá se divertir e a carinha dele de felicidade será eternamente lembrada como um agradecimento à você.

Só para constar, sob a influência do poder televisivo que a Globo exerce sobre as pessoas, a minha filha pediu de aniversário um vestido igual às menininhas da novela Caminho das Índias usam para dançar! Acreditam? Eu não sei o que faço. Já fiz propostas de trocar por outros presentes mais interessantes, mas ela está irredutível.

Ah, sim! Depois de toda a festa organizada, não esqueça de comprar o presente! Principalmente com antecedência, se o presente for algo específico. Vai que você não encontra? Vai ficar chato, não?





Busca

© 2007-2019 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br