Porque fazer humor e podcast é uma arte

































Diário de Casamento: Bolos e Doces


Autor: Eubalena ~ 16 de novembro de 2010. Categorias: Mona em Família.


Olá amigos. Depois de muito tempo voltamos à nossa coluna para falar de quando contratamos a empresa que vai fornecer o bolo e o principal, os doces (aqueles que todo mundo ataca como se fossem de ouro) de casamento.

Como eu e Midori já tínhamos ido a oito casamentos ano passado (isso cansa!), já estávamos craques em dizer quem é que fez o doce sem mesmo olhar o nome da empresa. Além disso, claro que pudemos saber qual é o melhor doce de casamento da cidade.

Uma das coincidências deste processo de casamento foi justamente que a mãe da Midori conhece a Marina que é a dona da empresa desses famosos melhores doces da cidade. Então fomos lá para visitar e comer muuuuito doce também.

Chegando lá com a família da minha noiva, fomos muito bem recebidos e já partimos para a degustação. Nunca vi tanto doce na minha vida. E eram todos muito chiques e deliciosos. Todos provaram a grande variedade, principalmente eu e Midori, e com muito sacrifício escolhemos os 10 doces que vão desfilar na nossa festa.

Além disso, também teve a degustação de vários bolos e, felizmente, eu e minha noiva escolhemos o mesmo bolo como o melhor de todos. Um com várias camadas de chocolaaaaaate.

Depois disso, como vocês devem imaginar, eu já estava tonto de tanto comer doce e bolo e fiquei muito feliz de conhecer os donos dessa empresa maravilhosa. Depois de muito conversar sobre preços, foi nos ofertada a maquete do bolo (pois hoje em dia o bolo já sai da cozinha cortado) e os doces do nosso chá de cozinha gratuitamente.

O melhor é que como não demos conta de comer todos os doces pudemos levar pra casa pra comer no outro dia e ainda distribui aos amigos. O bom é que isso também é uma forma de propaganda pra empresa.

Um ótimo negócio eu achei, e aposto que Midori também achou. No próximo dia 20 vai ser o nosso chá de cozinha com os doces da Marina e com certeza vamos postar como foi aqui. Aguardem!

Jônatas – O Noivo


Diário de Casamento: A delícia de Buffet (segundo o noivo)


Autor: Eubalena ~ 8 de setembro de 2010. Categorias: Mona em Família.

Buffets para, quem não está casando, é a melhor parte de uma festa de casamento, na maioria das vezes. Eu,como um bom apreciador da boa Cuisine, sempre me deliciei com tamanha fartura. Como desde o ano passado Midori e eu já fomos em uns 10 casamentos e já estamos craques no quesito Buffet.

Quando chegou a hora de visitarmos os buffets já fiquei super feliz porque imaginava a comilança. Realmente é a melhor parte de todos os meses que passamos “montando” o casamento e falando com dezenas de fornecedores de serviços.

Uma coisa engraçada nessas degustações são as “delícias” exóticas que você se aventura a comer! Vai que são boas, né? Que eu me lembre já comi lingüiça dentro de pimenta de cheiro, o que me deu um arrepio do dedão do pé até a ponta do cabelo e quase me tirou o apetite para enfrentar todas as outras comidinhas.

Outra coisa que achei estranha foi ameixa envolvida em salame! Como já não gosto de misturar doces com salgados nem me atrevi a experimentar. Mesmo porque não acho que essa coisa se encaixe em um casamento.

Contudo, algumas coisas me surpreenderam no bom sentido, como a berinjela desfiada do Helena Buffet, que aliás, é o Buffet que escolhemos. Quando você vai à degustação a simpática dona te oferece essa iguaria que engana quase todo mundo, pois você tem a certeza que é carne desfiada, mas na verdade é berinjela!

Outra coisa boa do Helena Buffet é o doce de cebola caramelada que se não te falam que é de cebola você come achando que é um doce de leite dos bons. Impressionante a qualidade e variedade deste Buffet.

Em falar em variedade, como Midori e eu gostamos muito de camarão, pudemos experimentar também de uma grande variedade de camarões como camarão frito com côco. Pena que vem tanto côco com o camarão que eu só senti o gosto dele mesmo, então não gostei.

Gostei mesmo dos camarões sequinhos com gergelim que eu comi uma vez e a Midori comeu duas vezes, pois a noiva marcou pra contratar o Buffet bem no dia e hora que a Alemanha jogou com a Argentina na copa do mundo. Não me arrependi de ter ficado vendo o jogo, pois depois a querida noiva me trouxe alguns dos quitutes do Helena Buffet.

Mesmo já tendo fechado contrato dá vontade de visitar TODOS os Buffets de Brasília. Vamos ver se conseguimos pelo menos experimentar metade deles não é Midori?

Jônatas, o noivo.


Diário de casamento – Fechando contrato com o Buffet.


Autor: Eubalena ~ 27 de agosto de 2010. Categorias: Sem categoria.

Como comentei com vocês, a melhor parte do casamento é a degustação da comida, seja um jantar ou um coquetel. Pois bem, conseguimos enfim fechar o buffet, não faremos mais jantar e sim um coquetel apenas para família e padrinhos.

O primeiro contato que tive com o buffet foi através do site e lá encontrei o e-mail para pedir um orçamento. Desde o primeiro momento fui bem recepcionada, troquei e-mail com a secretaria Rosa a qual me respondeu a todos e ligou para marcarmos uma degustação. Eu disse a ela que veria depois, pois precisávamos fechar com a igreja primeiro, para garantir a data do casamento. Logo que fechamos com a igreja mandei um e-mail dizendo que gostaríamos de fazer a degustação, poucas horas depois a Rosa me ligou. Acho importante a presteza do atendimento, me transmitiram muita confiança com essa atitude.

No dia da degustação fomos muito bem atendidos pela dona do buffet, Helena, que justamente leva o nome dela. Primeiramente contou-nos que é de Ribeirão Preto/SP, onde a família já tem um buffet há 21 anos, super conceituado lá. E como veio morar aqui em Brasília resolveu abrir aqui também. A Helena é uma flor de pessoa, muito atenciosa, carinhosa, cuidadosa e muito bem humorada.

A comida, hummm, só de pensar dá água na boca, muito bem feita e deliciosa. Saí de lá maravilhada com a diversidade de salgados e sucos, que o meu favorito foi o de cajá-mirim, nunca tinha bebido e nem escutado o nome dessa fruta.

Disse também que irá pessoalmente ao nosso evento fiscalizar e nos atender da melhor maneira possível. Procura não realizar dois eventos na mesma data de modo a prezar pela qualidade do serviço, isso para mim foi primordial na decisão. E decidimos que seria ela que faria o nosso coquetel.

Aí passamos para a minha sogra a nossa decisão que ficaríamos com o Helena Buffet, pois foi indicação dela. Ela ficou super feliz e logo pediu-nos para fechar tudo. Mas quando mostrei o orçamento a minha mãe, achou um pouco caro, mesmo eu mostrando o valor de outros buffets com quase o dobro do valor do Helena Buffet. Tentei convencê-la de que era muito bom e que minha sogra tinha concordado. Aí minha mãe pediu para que eles fossem comigo para conhecê-la e conversar sobre o trabalho. Marquei de ir ao buffet com meus pais no dia do jogo da Alemanha X Argentina, meu pai quase não foi porque ele queria ver, mas precisávamos definir se ficaríamos com o buffet ou não, então ele foi, mas o Jônatas não foi pelo mesmo motivo. Bom, fomos lá e minha mãe conheceu a Helena, tirou dúvidas, chegamos até a degustar e ficou convencida de fazermos com ela, neste dia fechamos contrato e saí de lá feliz e satisfeita. Depois de tudo, meu pai chegou até mim e disse que tinha gostado tanto do atendimento quanto dos salgados e que estava feliz por acharmos um buffet muito bom.

Não tenham medo de pesquisar, pedir orçamentos, negociar bastante, degustar em todos os buffets se necessário, pois valerá a pena no final. Nada melhor que fazer do seu jeito, do seu gosto, além do mais será um momento único na sua vida e precisa ser o melhor, que você puder arcar.

Áurea – A noiva.





Busca

© 2007-2019 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br