Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Tenho medo de gente



Por Eubalena - 22 de setembro de 2010. Categorias: Cantinho das Monas.

Eu tenho medo de gente que fala cutucando. Não sei, me dá uma aflição aquela mão cutucando teu ombro, aquela necessidade de que se fique olhando para o indivíduo, aquilo de ficar chamado teu nome o tempo todo, como se nome fosse vírgula.

Eu tenho medo de gente carente. Mas não carência de verdade. Falo daquela carência de invejinha, sabe? Ninguém pode fazer nada para outro que a pessoa já vem batendo cílios e fazendo cara de cachorro pidão.

Eu tenho medo de gente que não pisca. Piscar durante uma conversa é o simples ato de lubrificar os olhos. Não piscar é bizarro. Dá medo. A conversa passa de cordial e amigável a uma interminável espera desesperadora para ver se os olhos da pessoa finalmente fechar-se-ão ou se pularão e quicarão pelo chão…

Eu tenho medo de gente com auto-estima elevada. Não que isso seja ruim, pelo contrário, mas ela deve caminhar de mãos dadas com o bom senso. Sabe aquele povo que faz um cursinho Walitta de 4 horas e se acha dono da verdade. E aquela prima chata e portadora de mafudência em estágio avançado, que não tem filhos mas adora te ensinar tudo sobre educação?

Eu tenho medo de gente que fica te olhando de longe. A pessoa fica lá, meio que espiando, meio que analisando. Muito estranho. E o que a gente faz? Manda beijinho? Dá um discreto aceno? Olha para verificar se a roupa está suja?

Eu tenho medo de gente que sabe tudo. A pessoa passa, cozinha, engoma, pratica judô, nada, planta cana, colhe, faz o álcool e ainda tem tempo para discutir a influência da mitologia grega na atual música sertaneja universitária. E isso tudo passando pela medicina, acupuntura, rituais hindus e pontos de bordado.

Eu tenho medo de gente que não sorri. Como pode alguém não sorrir? Não achar graça em nada, de nada. Não, não. Não tenho medo desse tipo de gente, deles eu tenho dó.

Euba

Veja também:

6 Comentários to Tenho medo de gente

  1. Mafalda

    Duas coisas a dizer:
    Primeira: – Pessoa que não pisca, fico esperando que vai me hipnotizar.
    Segunda: – AAAAaaaaaa AAAUTOOOO ESTIMAAAAAAAA :)

    [Responder]

  2. Ruz

    Tinha um cara que morava na minha república que vinha silenciosamente e surgia perto de mim.. sabe aqueles filmes q vc olha pra um lado e não tem nada, depois olha pra outro lado, e quando volta a olhar ele está lá. putz grila..

    qdo eu tava no pc não tinha ninguém perto de mim, aí qdo eu ia ver ele tava atrás de mim olhando tb.. bem do nada mesmo.

    é muito tenso.

    [Responder]

  3. Amanda

    Tenho pavor e fujo de gente que tem a necessidade de falar cutucando ou encostando em você o tempo inteiro.

    Tenho medo de gente que tudo o que você comenta já aconteceu com ele ou com alguém da família dele.

    Tenho medo de gente que além de achar que sabe tudo, acha que é o único que sabe de tudo.

    Euba te adoro!!

    [Responder]

  4. Ila Fox

    Hmmm… nem sempre quem tem filhos também sabe dar bons conselhos… Aliás, já vi muita gente sem filhos ter mais idéias e conhecimento sobre educação de crianças que muitos pais sem noção por aí.

    E gente que fala cutucando é UÓ mesmo!

    [Responder]

  5. Paula

    Em primeiro lugar quero deixar bem claro que eu respeito todas as religiões. O que eu não respeito é fulano vir botar uma banca na minha vida….

    Por isso tenho muito medo de testemunha de jeová, e suas artimanhas. A última seria trágica se não fosse hilária; tô eu tomando café da manhã num domingo c/ o maridão qdo aparece uma garotinha de uns 11 anos tocando a minha campainha c/ uma prancheta na mão. Oras la vou eu toda solícita pensando se tratar da organização de alguma quermesse, ou coisa do gênero. Quando caminho em direção da criatura eis que surge uma senhorinha testemunha de jeová, que estava escondida. Só faltou o Serginho Malandro gritar:

    Há pegadinha do malandro!!!

    [Responder]

  6. Ronald

    Euba, você não está sozinha. Apelidei aquelas pessoas que não te conhecem e puxam conversas “whatever” com você de Free Talkers. Eu tenho muito medo delas.

    [Responder]

Deixe seu comentário:





Busca

© 2007-2016 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br