Porque fazer humor e podcast é uma arte

































Diário de Casamento – Noivado


Autor: Eubalena ~ 29 de março de 2010. Categorias: Mona em Família.


Noivado é o tempo para refletir se é isso mesmo que queremos:  ficar juntos para sempre. Ao mesmo tempo é o período que mais corremos para os preparativos de casamento. Conheço pessoas que ficaram noivas muito tempo e não deram certo, e pessoas que noivaram um ano e no outro casaram, assim é o nosso caso. Uma coisa que sempre falamos é que o namoro é o tempo de conhecer uma ao outro, o noivado é para aparar as arestas para não levarmos problemas mal resolvidos para o casamento, e isso temos feito. Tem dia que não sei como o Jônatas me aguenta, pois ando muito nervosa e vivo brigando com ele, mas acredito que são as arestas que estamos aparando.

Estou achando muito legal o noivado, apresentar o meu noivo aos conhecidos, receber parabéns por ter alcançado mais uma etapa em minha vida. É estranho, mas no começo não falava “este é Jônatas”, eu falava “este é o meu noivo” e esquecia de falar o nome dele. Gostava de falar, meu noivo o tempo todo, até nas conversas com conhecidos e sem pronunciar o nome dele, até que um dia me perguntaram: Seu noivo não tem nome? Pensem no sem graça que fiquei, a partir daí comecei a me policiar. Mas é muito bom ter alguém ao seu lado, né?

Uma curiosidade que encontrei que fala sobre o significado da aliança: “os egípcios foram os primeiros povos a idealizar as alianças como símbolo do casamento. Por não ter começo nem fim, o círculo significava para eles a eternidade para a qual o casamento fora designado.” Lembrei disso porque no dia do noivado minha sogra falou sobre isso e que deveríamos pensar bem e lembrarmos que não é apenas uma jóia e sim um símbolo do verdadeiro amor.

É bom conhecer melhor a pessoa com a qual você decidiu viver para sempre, para certificar que realmente é ela. Ver se ele deixa a toalha na cama, faz xixi no chão do banheiro, descobrir o que não gosta nele para ver se você consegue aceitar do jeito que é ou deixar para lá. Eu acho que aguento. :)

Antes mesmo do noivado já estava pensando em começar a procurar prestadores de serviços para a realização de casamento. Em maio/09 teve um Fest Noivas aqui em Brasília e fui só para ter noção do que eu precisava realmente no casamento. Nossa, ficava encantada com cada estande que passava. Vestidos, fotógrafos, decoração, buffets, doceiras, cerimoniais, até exame pré-nupcial tinha… Fiquei louca e queria tudo que via, mas não dava pra fazer orçamento porque a data que já imaginávamos era muito longe e eles não tinham agenda ainda. E como sou afobada, queria estar com tudo resolvido e ir pagando aos pouco, mas cortaram as minhas asinhas, hihihih. Deixei para lá essa história de procurar as coisas para o casamento para o próximo ano (2010), pois assim conseguiria parcelar e a agenda estaria aberta.

Vocês sabem que mulher não aguenta ficar muito parada, falou que está noiva e já começa a comprar revista de noiva para olhar a tendência dos vestidos, maquiagens, decorações. Pois é eu também faço muito isso, hihihi… Até um livro sobre como preparar um casamento sem estresse já ganhei da minha sogra, e sabe que até está sendo de grande ajuda, tem algumas planilhas para ajudar a orgazinar a lista de convidados, tipo de vestido e véu para dia/noite, etc…

O Jônatas sempre me conta que as colegas dele do trabalho estão dando muito apoio ao nosso casamento, mandam planilhas com valores que fecharam no casamento delas, dão dicas de como fazer uma boa pechincha, até destino para lua de mel. É muito bom ter esse apoio e ajuda. É impressionante o quanto aumenta de um ano para o outro esse tipo de serviço, fico chocada a cada dia que pesquisamos. Mas nada que uma chorada não ajude, né?

Além dos preparativos para o casamento estamos mexendo com a reforma do apartamento do pai dele, onde iremos morar. Pense no estresse duplo que estamos sofrendo. Se fosse apenas eu (a noiva), mas o noivo também anda tenso, é muita coisa para resolver ao mesmo tempo. Mas sei que valerá a pena, pois estamos arrumando o nosso cantinho, deixando tudo a nossa cara, isso tudo graças ao meu sogro que está ajudando com a maior parte.

É Dra. Gertrudes, vou ter que tomar muito suco de maracujá mesmo.

Na próxima semana contarei como andam os preparativos do casamento, mesmo com o tumulto da reforma.

Uma ótima semana a todos, e viva o amor….

Áurea, a noiva.


Diário de Casamento: Conhecendo o Pretendente


Autor: Eubalena ~ 2 de março de 2010. Categorias: Cantinho das Monas.

Ah, o amor! Esse sentimento que nos transforma e nos faz querer transformar o mundo…

Num momento explícito de paixão, o Monalisa de Pijamas tem o prazer de apresentar a mais nova coluna:
Diário de Casamento

Vamos acompanhar a preparação do casamento de Jônatas e Áurea.

Toda semana eles irão nos presentear com um pouco da sua história, seus momentos, a decisão de casar e tudo sobre os preparativos para este grande passo na vida de uma casal apaixonado!

Com vocês:

DIÁRIO DE CASAMENTO

estamos noivos

Fiquei muito feliz ao receber o convite das meninas do Monacast para partilhar com vocês sobre a trajetória do meu casamento. E como todo começo de história, vamos pelo início, “Conhecendo o pretendente”.

havia um ano que estava sem namorado, quando conheci o Jônatas de um jeito não muito convencional, mas muito comum nos dias de hoje, foi pelo orkut. Na época em questão meu orkut era liberado para todos entrarem, em busca de conhecer gente nova e quem sabe o amor da minha vida, e não é que achei. Ele me achou e entrou em contato através do scrap puxando assunto para ver se colava, e colou, hihihi… Comecei a conversar com ele só pra ver o que ele queria.

Com muita gentileza e cautela, para não espantar a moça, o Jônatas conseguiu minha atenção fazendo com que o adicionasse na minha lista de amizades para não perder contato com ele, e antes mesmo de adicioná-lo, percebi que tínhamos duas amigas em comum, com as quais tentei buscar informações sobre ele e não tive resposta imediata. No dia seguinte trocamos msn (pois é, ainda a era do msn) e não conseguimos parar de nos falar.

Eu até que gostei da conversa dele, mas eu não queria precipitar as coisas, pois sou muito impulsiva e me entrego fácil as armadilhas do coração.

Conversa vai, conversa vem, acabamos trocando telefones e continuamos a conversar depois do trabalho. No sábado daquela semana, marcamos de nos conhecermos pessoalmente e, com medo de ser um truque ou um tarado em potencial, chamei minha irmã e uma amiga para me acompanhar até o encontro com Jônatas, no Burguer King do shopping Pátio Brasil. Pedi para minha irmã ficar um pouco longe, mas não tão longe, pois ainda tinha receio. Confesso que a princípio não achei que iria dar em namoro e que nem iríamos ficar, que iria ser apenas amizade. Mas ao passear um pouco me senti a vontade com ele, infelizmente naquele dia não dava para ficar muito tempo e minha irmã estava me ligando para irmos embora, pois tínhamos outro compromisso. Fui ao encontro dela e minha amiga com o Jônatas ao meu lado nas Americanas, onde apresentei o a elas, de lá ele me puxou para a porta para despedir, relutei para beijá-lo, mas não consegui resistir, ele é muito persistente.

Pensei que iria parar por aí, quando cheguei em casa quem me liga? O Jônatas. Perguntando se eu topava ir ao cinema com ele no dia seguinte  e eu disse que sim. Pensei comigo, vamos ver o que vai dar, e seja o que Deus quiser.

Meus irmãos saíram com amigos enquanto eu saí com ele. Não conseguimos nos largar nesse dia, vimos o filme “O caçador de pipas” juntinhos e acompanhados de um casal amigos dele. No meio do filme recebi o telefonema de uma amiga, que estava com meus irmãos, querendo saber em qual cinema estava e que horas ia terminar o filme para nos encontrar ao final. E assim foi, dei um susto no Jônatas, ele nem imaginava que o povo estava lá esperando para ver quem era o cara que eu estava saindo.

Combinei com meus irmãos que o Jônatas me levaria para casa, e eles acabaram entendendo que eu ia encontrá-los na casa do meu amigo para irmos embora todos junto, uma confusão só. Mas eu queria que o Jônatas me levasse para casa para fazer um teste final, se ele agüentaria ir a minha casa, que fica uns 40 km da dele, mais vezes. Quando chegamos a minha casa ele disse: “Nossa a sua casa é longe. Pensei que não iríamos chegar.” E eu disse: agora você vai desistir de mim. E ele, “até parece que vou”. Ficamos conversando um pouco mais e de repente ele solta: Quer namorar comigo?

Fiquei pasma pensando um monte de coisa, (caramiolas para variar), mas aí parei e disse para mim, “quer saber, vou tentar. Se não der certo, amizade irá ficar”. Era o dia 03/02/2008, semana de carnaval, pensei que iria ser mais um namoro de carnaval, mas acho que me enganei, não imaginei que acharia a tampa da minha panela.

Na próxima semana irei contar o que aconteceu durante o namoro, antes do noivado.

Esperem que gostem.

E tenham uma ótima semana.

Áurea Midori - A Noiva





Busca

© 2007-2019 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br