Porque fazer humor e podcast é uma arte

































Bumbum de Gracyanne Barbosa causa polêmica


Autor: Mafalda ~ 9 de fevereiro de 2013. Categorias: Mona POP.

As redes sociais foram tomadas por uma enorme repercussão na madrugada desta sexta-feira. A modelo e mulher-músculos Gracyane Barbosa foi flagrada no desfile da escola Unidos do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, com um bumbum considerado por especialistas como “estranho, talvez até mesmo flácido!”. A polêmica foi intensa. Protestos e manifestações seguidos de quebradeiras e saques ocorreram durante a madrugada em todo o país. A transmissão oficial da Rede Globo chegou a bloquear as imagens, alegando uma falha técnica, mas teóricos da conspiração trataram de desmentir a justificativa oficial da emissora, mostrando que o restante do desfile ocorreu sem problemas. Fontes que não quiseram se identificar publicaram imagens na Internet que mostram ainda menos músculos e mais flacidez que as poucas imagens oficiais publicadas, porém desconfia-se que o uso de programas de edição de imagens como o Photoshop podem ter destacado o problema afim de ampliar a polêmica.

Em nota ofical, Gracyanne declara: “emagreci 9 kg e o bumbum pode até ter ficado flácido, mas ninguém é perfeito. Diminuí a minha maratona na academia por causa dos ensaios, mas não me preocupo com isso. As pessoas comentam o que elas quiserem, é um direito delas”. Tal declaração foi mal recebida pela mídia e público. “Como ela pode afirmar que não se preocupa com isso depois de dedicar tantas horas a malhação pesada?” afirmam alguns de seus principais opositores. “Ela nunca foi tudo isso, já era hora de cair a máscara”, declara outra desafeta. Defensores e membros do fã-clube de Gracyanne afirmam que a Globo é a culpada por divulgar as imagens sem o devido tratamento. “Todo mundo sabe que a lei obriga pelo menos um Photoshop básico no bumbum antes da imagem ir ao ar”, afirmou o presidente do F.C.B.B.G.B. (fã-clube do bumbum da Gracianne Barbosa).

A repercussão internacional também foi intensa. A rede de TV CNN desdenhou o Brasil como principal fonte de mulheres-bumbum, afirmando que outros países da África e América Central já despontam no mercado mundial. Na Itália e na França houveram greves parciais, mas que puderam ser controladas rapidamente. As Nações Unidas pediram um minuto de silêncio pela tragédia na abertura de sua última reunião. Especialistas mundiais em nadegofilia negaram que este é o início de uma crise mundial, mas alertaram para o fato do consumo elevado de fast-food e refrigerantes, que segundo eles é a causa principal deste problema.

O mercado financeiro não passou incólume ao fato. As ações das empresas de anabolisantes, que vinham de altas expressivas nos últimos anos, despencaram rapidamente após a divulgação das imagens, ativando até o circuit-break no Bovespa durante alguns minutos.

Considerado por muitos como o culpado, o personal trainer de Gracyanne se recusou a falar diretamente sobre o fato. Mas seus advogados de defesa afirmaram que o treino dela esteve intenso como sempre, ainda mais com a proximidade do carnaval, e ainda rebateram: “ela que faltou nos últimos dias por causa dos ensaios na escola. Não podemos assumir a culpa quando a própria interessada não comparece como devia na academia!”.

Em nota oficial, Dilma Rousseff declarou que abrirá uma sindicância para investigar o caso e punirá exemplarmente os culpados. “As mulheres-bumbum são uma instituição no país! Não podemos deixar que tal catástrofe se repita no futuro”. O governo também promete dedicar mais recursos para vídeos educativos de musculação, anabolisantes e rebolado. “É com estes investimentos na educação básica que evitaremos estas tragédias no futuro. A imagem do Brasil como país-bumbum não poderá ser arranhada novamente.”, termina a nota oficial.

A própria modelo Gracyanne prometeu treinar pelo menos duas horas diárias com um leg press. Apesar de um certo ceticismo, a mídia reagiu positivamente a afirmação, mas certamente irá acompanhar e cobrar o cumprimento das promessas.

Falcão Azul

Fonte: Ego

 


Legendas dO que estou pensando? #95 com Fátima Bernardes


Autor: Mafalda ~ 10 de julho de 2012. Categorias: Que estou pensando?.

Então, esses olhos aí atrás são o número de telespectadores!!?
@lexmonteiro

Tô apelando, agora vou cantar: “India, seus cabelos … ”
@beneportela (e Mafalda ;-p )

Como uma deeeeeuuuuusaaaaa, você me manteeeeeem…….
@arenghi

Você já teve aquela sensação de estar sendo observado?
@edson_oliveira

Diretor, não dá nem pra trazer nem que seja o Bob Esponja?
Isto aqui tá muito chato.
@beneportela

Será que não dava pra trocar meu horário com a Malhação!?
@beneportela

Gente, assim não dá. Esse telão tá dando pau de novo?
Que saudades do JN!
@jojonerd

Mas gente eu também gostava da tv globinho…
@TLOLLANDO

Qualé pessoal, assistam! Eu não quero voltar a fazer
cobertura da Copa do Mundo de novo.
@fabricio999999

Gente, alguém aí tem uma sugestão do que fazer com esse programa?!
@GustavoCarnelos

Não pode passar Caverna do Dragão no meu programa?
@_pankeka_

Big Brother is watching you!
Gabriel

Tá bom, já chega desse #voltatvglobinho nos TTs. Podem parar!
@davigraeff

É, eu me meti na maior roubada, devia ter ido ver o filme do Pelé.
Diogo Lopes

O que, ainda estamos perdendo por SBT no ibope?
@beneportela

Esse script tá errado!
Err… hum… o que eu estava falando mesmo?
@pedrocarvalh0


Coisas que dão medo… na TV


Autor: Mafalda ~ 26 de outubro de 2010. Categorias: Sofá da Mona.

“Medo – me.do.(ê) sm (lat metu) 1. Perturbação resultante da idéia de um perigo real ou aparente ou da presença de alguma coisa estranha ou perigosa; pavor, susto, terror. 2. Apreensão. 3. Receio de ofender, de causar algum mal, de ser desagradável. sm pl Gestos ou visagens que causam susto.”
Fui buscar no dicionário só para nomear com exatidão meu sentimento frente a alguns programas no ar atualmente.

5. Betty Abrahão & você (Rede Família)
Está se perguntando: Betty who? De acordo com seu website “Betty Abrahão & Você” é comandado por uma das mais carismáticas, inteligentes e versáteis apresentadoras da TV (A Betty que você não sabe quem é). É reconhecida como uma das mais influentes entrevistadoras do País e está sempre na lista de convidados das melhores festas e eventos do Brasil.”
Só este parágrafo já me causa arrepios… ”mais influentes entrevistadoras do país”? Quem ela tem influenciado? Mas nada contra. Esse programa só está aqui por um único motivo: eu tenho medo da voz de Betty Abrahão! Encha-se de coragem e encare o trecho de vídeo a seguir. Enquanto ouvir, tente fazer o difícil cálculo de quantos maços de cigarro essa simpática senhora deve ter fumado até hoje (Pra tornar tudo mais pavoroso, escolhi um trecho em que Betty conversa com uma sexóloga. Certamente uma das coisas mais broxantes que já assisti). Só os bravos agüentarão chegar ao final deste vídeo.

4. A Fazenda (Record)
Não importa a edição, A Fazenda me assusta. Sempre. Porque é perturbador ver até onde algumas pessoas se expõem, humilham e chafurdam na lama. Até A Fazenda começar, eu tinha até certo apreço por Britto Júnior. Hoje, eu sinto um misto de constrangimento e pavor mesmo. Não consigo me divertir vendo este tipo de programa. A influência negativa, a inversão de valores, a falta de talento e a tosquice mostrada pelos participantes (e pelo apresentador) compõem um cenário infernal para mim. Fiz questão de colocar um trecho com o “ilustre” vencedor da 2ª edição: Dado Dolabella. Sim, esse mesmo que bate em mulher. O público deu 1 milhão de reais pra esse cara. Fala a verdade: dá ou não dá medo pensar nisso?

3. Hipertensão (Rede Globo)
Cresci assistindo “Quem sabe, sabe” na TV Cultura (ah, bons tempos!). Aquilo sim era desafio. Ver X- Games ou esportes tradicionais, isso sim me empolga pela superação. Não vejo sentido num programa como Hipertensão em que candidatos a figurantes de Malhação são desafiados a escabrosidades como a mostrada no vídeo. Isso é superação de que? Para mim parece um concurso de ignorância e tai uma coisa que me assusta sempre. O que me deu mais medo foi saber (não tive coragem de ver) que em um dado episódio o desafio era comer embriões (vivos) de pintinhos. Não é grotesco? Não te assusta a maior emissora aberta transmitir um negócio desses? Não é muita crueldade e desrespeito à vida? Perturbador e revoltante.

2. Pequenas Misses (Discovery Home & Health)
Treinos exaustivos, horas em pé, críticas, punições, horas de maquiagem, escovas, secadores, perucas, tratamentos estéticos, próteses dentárias… aulas de canto, aulas de dança, de postura, de passarela… Rotina de gente grande? Não. De criancinhas, acreditem. É preciso estômago forte e sangue frio para assistir Pequenas Misses. É revoltante e apavorante pensar na vida que essas meninas levam e no que estão aprendendo enquanto têm suas infâncias roubadas. As figuras mais assustadoras dessas séries são as mães. Acredito que todas, sem exceção, sofram de transtornos psiquiátricos. E, embora eu não tenha preconceito, nada me dá tanto medo quanto um doido sem diagnóstico. Ao ver as crianças na passarela, sinto-me antevendo uma lista de vítimas de um pedófilo ou serial killer qualquer. Cereja do bolo da perversão: há desfile com traje de banho nesses concursos (qual seria o propósito?). Ver o olhar embevecido e histérico, com ares de gozo erótico, das mães na platéia e dos próprios jurados me congela de pavor e enoja. E se você pensa que isso é exclusividade de gringo, saiba que também rola no Brasil.

1. Horário Eleitoral (cadeia nacional)
Preciso explicar? O horário eleitoral foi uma escabrosidade neste ano (não que tenha sido melhor nos anos anteriores). O desfile de despreparados e “iscas para votos” foi uma vergonha e fruto de um sistema eleitoral e da própria candidatura falhos. Deste modo, em 2011, graças a mais de 1 milhão de malucos que acharam estar protestando ao votar no senhor “isca de votos” Tiririca, teremos não só o próprio no Congresso, mas também os “içados” por ele: Otoniel Lima (PRB-SP), Vanderlei Siraque (PT-SP) e Protógenes Queiroz (PCdoB) (todos com apenas cerca de 90.000 votos cada). Depois, dê um Google nesses nomes e você vai ver a brincadeira macabra que foi eleger Tiririca. E este não é um caso isolado… infelizmente. Em todo o país pipocaram novos deputados da mesma estirpe que me causam arrepios e mal estar só de pensar (vide os ex-jogadores Bebeto e Romário eleitos no Rio, por exemplo).


Clique no retângulo acima para acessar o blog da Ju Teófilo


URSINHO DA SEMANA


Autor: Mafalda ~ 7 de fevereiro de 2008. Categorias: Oba-oba!.

monalisaeursinhos.jpg

E o Ursinho da Monalisa desta semana é um ator Global, um queridinho chamado Alexandre Slaviero.

alexandreslaviero.jpg

Também depois dessa carinha de pidão: “Ah, deixa eu ser o Ursinho da Mona?! Deixa vá!” Nós não iriamos negar, né. hihihihi

alexandreslavieroclicks.jpg

Se você quer indicar algum bonitão, ator, atleta, celebridade, para Ursinho da Monalisa escreva um email para mafalda@monalisadepijamas.com.br  dizendo sua sugestão.

Beijos da Mafalda





Busca

© 2007-2019 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br