Porque fazer humor e podcast é uma arte
































O Final de LOST – The End ( com Spoilers )



Por Mafalda - 25 de maio de 2010. Categorias: Sofá da Mona.

lost the end eyes jack

Dificil não falar algo, ou deixar de se expressar com o Final de LOST, pois é como uma pessoa querida que foi embora, que você acompanhou durante 6 anos e aí ficou aquele vazio!

Não verei mais Jack com sua cara intrigada, Sawyer com seu sorriso de covinhas, Kate machone e delicada ao mesmo tempo, Locke esperto e com brilho no olhar, Desmond Brothaaaa, Hugo amigão e divertido,  Ben e seus olhos esbugalhados, Sayid perdido e apaixonado, Jin e Sun, Juliet, Claire,  e tantos outros personagens queridos, em suas aventuras pela Ilha, em viagens no passado ou no futuro. Snif!!!

Durante o The End, chorei conforme cada casal ia se encontrando, ou quando um encontrava o outro, com aquele expressão: “Olha você aí! Que bom revê-lo novamente!” Como não se emocionar?

lost-finalComo não se emocionar com Kate se despedindo de Jack, com Jin e Sun vendo a filha no ultassom e relembrando tudo. Com Sayid encontrando Shannon.

Sorri com Hurley sequestrando Charlie e em outros momentos, com Sawyer estranhando o Doctor Jack no  corredor do hospital.

O que era afinal mais importante em LOST: a Ilha ou as pessoas? Escutamos muito que a Ilha era o personagem principal e que a história era sobre ela. Mas sofríamos, chorávamos e nos alegrávamos com as pessoas.

E é sobre o destino delas, e não da Ilha, que os produtores finalizaram a série.

Quanto à Ilha, há as duas opções: ainda continua lá, com algum novo guardião.
Ou afundou quando a bomba foi detonada por Juliet. E aí todos os personagens morreram naquele momento.

lost ilha submergida

Fica esta dúvida.

Mas acho que o Final de Lost, o The End,  mostra que a vida ainda continuou e toda aquela aventura, com Locke-monstro de fumaça, templo, Sayid zumbi, etc, aconteceu!
Hurley e Ben continuaram vivos na Ilha, guardando a Luz, e Rose e Bernard também.
Só fiquei na dúvida se o avião caiu com Kate, Sawyer, Claire e cia, mas  lembrando que Jack viu o avião antes de fechar os olhos, conclui-se que aquele grupo continuou vivo, e Kate cumpriu a missão de levar Claire de volta para Aaron.

lost the end avião

Hurley, assim como Jacob, não queria ser o Guardião da Luz mas não teve escolha. Aceita a missão, com ar sofrido. Fiquei com muita pena do Hugo. Mas pelo menos não estaria sozinho, se Ben ou mal acompanhado, não sei. Trocadinho chinfrim… hehe

Para mim, ficou clara a idéia, não só espiritual, mas Espírita deste final. Eu não sou espírita, mas a Phoebe e outras pessoas conhecidas são, e independente da série, já tinham me falado algumas coisas que acreditam e que batem muito com o que foi passado neste final.

No Espiritismo, os espiritos dos mortos podem continuar andando por aí, muitas vezes perdidos, muitas vezes sem saber que morreram. Como no caso de Jack, que alcançou a redenção salvando a Ilha e as pessoas no avião, e com ajuda de Desmond e por fim, do seu pai, percebeu o seu estado e pode partir.

lost Jack e seu pai

A realidade paralela e o final representam o purgatório e a morte dos personagens. E, na visão Espirita, muitos ainda tinham “coisas a resolver”.  Para alguns foi necessário um espírito mais elevado, como Desmond e Hurley, para faze-los alcançar a redenção e aí poderem partir para o Céu, ou para a Luz.

Quando Desmond disse que queria partir, percebi que ele era um espirito que estava ajudando os amigos.
Mas achava que o final seria mais feliz, com os personagens vivos. Só me dei conta  que estavam mortos, quando todos, após se lembrarem da Ilha, se dirigiam feito zumbis para a Igreja ecumenica, com o simbolo de várias religiões.

Não significa que aquele reencontro tenha sido logo em seguida à morte de Jack. Acho que cada um foi morrendo conforme os anos, já que quando Jack morreu, Hurley, Ben, Rose e Bernard, talvez Desmond, e o pessoal do avião, continuaram vivos. O tempo em LOST não é sequencial, normal, então aquele final é algo que aconteceu muito tempo depois que o avião partiu da ilha.

Final de Lost

Ainda na visão espírita, Ana Lucia e alguns outros já falecidos, ainda não estavam preparados para partir e Ben, que tinha feito muita maldade em vida, também tinha coisas para resolver. Por isso que não entrou na igreja.

LOST reuniu a ficção científica com o espiritual. Na verdade, a ciência não exclui a religião e vice-versa. E esta série mostrou e contou um lado material: a aventura numa ilha, as viagens no tempo, o eletromagnetismo, a Dharma, e um lado espiritual: a busca pela felicidade, pela auto-estima, pela paz de espírito.

Embora torcesse para outro tipo de conclusão, gostei do fim.  Foi triste e bonito ao mesmo tempo, e foi uma opção (talvez a melhor) dos produtores entre os dois lados mostrados na historia. Vejo que a Ilha em LOST é mais uma dos personagens e que os produtores poderiam ter optado em acabar ali, centrado na Ilha, com Hurley e Ben guardiões, Rose e Bernard lá na casinha deles, e pronto. Talvez chegando mais homens maus atrás da Luz ou do eletromagnetismo e assim começando nova história.

Sim, poderia! Mas eles preferiram encerrar de vez a saga, deixando-a Cult, com a morte de todos os personagens. A Ilha no final não era mais o personagem principal, e sim as pessoas e seus sentimentos. Só assim eles encontrariam a Paz! Este fim é muito mais impactante, pois sabemos que deste modo não haverá continuação, pelo menos para aqueles personagens que torcemos e nos apegamos tanto durante estes 6 anos.

Beijos,
Mafalda

Veja também:

59 Comentários to O Final de LOST – The End ( com Spoilers )

  1. Flávio Moreira

    Concordo com tudinho que vc colocou aí, o final escolhido foi o melhor, foi triste mas foi bom eles terem concluido a história, porque se vier algum filme ou outra série de Lost, pelo menos não veremos mas esses personagens. Eu acho.

    [Responder]

  2. Rafael Smok

    Sabe Mafalda, vc sentiu o final de lost assim como eu.
    Acabei de dizer la no Losties, o final de Lost nao foi para ser entendido, e sim para ser sentido.

    Tenho uma ideia de que ao final da série os produtores tinham que escolher entre duas coisas, a ilha, ou os personagens, e escolha obvia foi a dos personagens.

    Não tenho vergonha de falar que ontem no sofa da minha sala as 2hs da manha eu chorava feito uma menininha a cada reencontro colocando a mão na boca e falando “olha aiiiiii mano” ehehhehe.

    Pra mim o final de lost foi lindo
    Sem mais…
    ehehhe

    [Responder]

  3. Marcelo Salgado

    Eu concordo com tudo. Sobretudo no sniff. :)

    [Responder]

  4. Ila Fox

    Eu não acompanhei a série, mas quando chegou na última temporada resolvi tirar o atraso lendo resumos e vídeos de momentos mais importantes em todos os episódios. E mesmo tendo acompanhado por tão pouco tempo, já deu para sentir a falta que os personagens farão, fico imaginando para quem acompanha a série nestes anos todos!

    Lindo final mesmo.

    [Responder]

  5. Ivo

    Nesse último episódio da série, eu me senti como uma criança que no Natal pede para o Papai Noel um carrinho de controle remoto e acaba ganhando uma bicicleta.

    [Responder]

  6. Ila Fox

    Aliás, o nome da série já dizia tudo. LOST, não era só sobre pessoas estarem perdidas numa ilha, mas estarem perdidas para si mesmas. ;-)
    mais uma vez, parabéns ao post. :-D

    [Responder]

  7. GuXta

    Mafalda, eu tb concordei, assim como a maioria, que a “realidade paralela” era uma espécie de purgatório. Mas no purgatório é possível parir uma criança? Quero dizer… O purgatório é igual a uma vida normal?

    Eu depois tb pensei quer poderia ser uma reencarnação, onde tb no espiritismo significa uma nova oportunidade de fazer tudo certo e finalmente encontrar a luz.

    São muitas idéias, e nenhuma certeza. Essa é a realidade…

    ;)

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    GuXta, aí eu não sei. hehe. Tem que perguntar para os espíritas. rsrs.
    Só sei que aquela situação, da Kate ajudando a Claire a dar a luz, foi o momento de redenção das duas.
    Jack procurava se redimir da sua relação problemática com o pai, tendo uma “falsa realidade” com um filho.
    Se é o inconsciente, desejo materializado deles, se é um lugar.. não sei.
    Caso fosse elementos cristãos eu saberia responder melhor.
    :D

    [Responder]

    Kio (Caio Cesar) - 38a - Salto/SP Resposta:

    @GuXta, GuXta, acho que o ato de parir da Claire foi necessário para que ela e Kate tivessem seu momento de iluminação. Temos que lembrar que, pelo raciocínio que todos teriam morrido, uns mais cedo outros mais tarde, o Aaron também estaria morto, sendo representado ali como bebê.
    Nessa mesma linha, temos o bebê de Sun ainda na barriga que foi o elo para ela se “iluminar”.
    Doutrina espírita à parte, creio que houve várias licenças poéticas na representação das crianças.
    E para explicar a ausência de Michael e Walt, por exemplo, tirando o “mundo real” de contratos e altura (do Walt, quase 2m :-P ), poderíamos pensar que eles ou não estão preparados para a travessia ou já passaram por ela.

    @Mafalda, parabéns pelo post e sim… eu chorei.

    Abração.

    [Responder]

  8. Fernando Quirino

    Simplesmente fantástico. Você entendeu algo parecido comigo. Que apesar de tudo girar em torno dos personagens e da Ilha, no final eles escolheram os personagens sobre a Ilha. E desde a primeira temporada você já tem esses indícios claros. O que prendia mais eram os flashbacks, as coisas que aconteciam em suas vidas e não só mistérios e esquisitices.

    Fodáxima crítica. =]

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    Valeu,obrigada Fernando! :)

    [Responder]

  9. Jean Dangelo

    Seu entendimento sobre o espiritimos exato. É exatamente o que acreditamos, se o espirito tem pendencias que não concluiu na vida, irá vagar pelo mundo até conseguir de certa forma a concluir…
    Chorei com o fim de lost, não foi o que eu esperava, mas foi tão bom quanto. Realmente emocionante….

    [Responder]

  10. Samuel Varela - Crato-CE

    Fantástico texto.
    Chorei muito ao ver esse ultimo episódio, foi incrível.
    Excelente final.

    Eu sou evangélico, e esse final mostrou algo que vai de encontro com o que eu creio, esse lado espiritual.
    Deixo claro que eu respeito todas as outras religiões.
    Então quando já foi chegando mais perto do final e eu fui percebendo que estava indo para esse lado espírita, já comecei a pensar: “Ahh, assim não!”, mas também continuei com o pensamento de: “Tudo bem, isso é apenas uma série!”. Já estou acostumado a ver tantos filmes com essa temática espírita que ver mais um pouco nessa tão fantástica série não ia tirar algum mérito. E, com esse pensamento, aceitei o final.

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    Samuel, apesar de terem levado para este lado, me parece que havia uma preocupação dos produtores com as várias religiões, já que no vitral tinham vários simbolos. Na verdade, foi uma mistura, né? Já que no meio apareciam idéias e simbolismos cristãos, e no final, espírita.
    Valeu!

    [Responder]

    Samuel Varela - Crato-CE Resposta:

    @Mafalda,
    É… Assim que vi aquele vitral fiquei me perguntando que tipo de igreja era aquela que tinha simbolos de várias religiões.
    Mesmo assim, foi um final totalmemte espírita. Mas, não tirou em nada o mérito de uma grande final de série. Eu gostei muito. Ao ver aquele nome “Lost” parado na tela, ali, as 4:30h da manhã e nem um pouco preocupado se ainda tinha de dormir para acordar as 7h, ainda fiquei alguns segundos olhando a imagem, esperando cair a ficha de que, realmente, alguns “amigos” tinham partido.
    Sou muito fácil de chorar, a cada lembrança que eles tinham eu chorava também.
    Vi nesse final, drama, comédia, aventura, suspense, ação, policial tudo o que um final merece ter.

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    Eu achei esquisito também. Ninguém vai ver um vitral desses em uma igreja. rsrs. Mas acho que fizeram assim pra mostrar: viu não estamos falando só desta ou daquela religião, ja que igreja é sinônimo de fé cristã. Então deixaram bem à mostra. :)
    Também chorei, embora me segurei um pouco. Ficava olhando pra cara do Falcão Azul pra ver se ele ia chorar. O danado se emocionou em certas cenas, mas não derrubou uma lágrima. hehe
    bjs

    Jacob Resposta:

    @Samuel Varela – Crato-CE, se todo evangelico fosse como vc o mundo não precisaria mais de ourgatorio amaioria dos evangelicos criticam o final de lost dizendo q foram enganados e fiuma apologia ao espiritismo e vc curtiu sem criticar é isso mesmo cara é a pen auma linda estoria de ficção curta sua vida sem apontar o dedo na ara das pessoas e dizer q todas vão pro inferno se não forem evangelicos gostei da sua atitute de ser humano conciente abrçs só pra salientar nos dois ultmos episodios caiu realmente algumas lagrimas mas acho q foi sicos mesmo ahuauhauauha

    [Responder]

    Mila Resposta:

    @Samuel Varela – Crato-CE,
    eu achei Lost mais evangélico do que espírita. Até voltei a frenquentar a igreja depois de Lost! hahahahha (é sério). Alguém aí lembra quem era o Homem de Preto que assumia a forma dos mortos aparecia para todos mundo? Os espíritas não creem nisso. Quem crê que há um ser, “representante” do mal, que assume a forma de quem ele quiser para enganar os outros, são os evangélicos. Além de que Jacob deixa claro que Ilha é como a rolha de uma garrafa de vinho, que impede o mal de sair. Qual é o evangélico que não sabe que o pior de todos os demônios está preso, caso contrário ele destruiria o mundo? Outra coisa… procurem na Bíblia… Jacó (Jacob) era irmão de Esaú. a mãe de Benjamin morreu no parto. Benjamin era filho de Jacó… a base de Lost é a bíblia e não o evangelho segundo A. Kardec.abç a todos.

    [Responder]

    Samuel Varela - Crato/CE Resposta:

    @Mila, Mila, durante a série também vi isso, a representação do mau e do bem. E as várias referência bíblicas durante toda a série. E que bom que você voltou à sua igreja. Que todos esses “evangélicos” que criticam esse tipo de série possam ver e saber que nem tudo “é coisa do capeta”! haha

    [Responder]

    Mila Resposta:

    @Samuel Varela – Crato/CE,

    Samuel, o evangélico que rotula que “tudo é do capeta”, na minha opinião não sabe nada a respeito de Deus e da Bíblia, porque TUDO É DE DEUS. Até Lost é de Deus!!! hahahhauahauahauhau

    Um abraço, brother! E fico feliz em encontrar outro evangelico que gosta de LOST. Assim não me sinto tão PERDIDA no meio dos irmãos! hahauhauahuahauhauahu

    Mila Resposta:

    @Mila,
    Eu amo os espíritas, evangélicos, macumbeiros e afins… rs… respeito todo mundo, e só estou expondo aqui o meu ponto de vista. Até onde eu sei, o espiritismo segue o evangelho segundo alan Kardec. Quando falo que Lost é evangélico refiro-me ao fato de Lost fazer inúmeras referências à Biblia, conhecida tb como Evangelho. e é na bíblia e não no evan. do Karced que encontramos Lost. Veja, pesquise vc mesmo em gênesis.

    1- Jacob e Esau

    Esaú e Jacó é uma história do livro de Gênesis, parte integrante da Bíblia. Trata da relação entre os filhos gêmeos de Isaque e Rebeca. Segundo a tradição, o filho primogênito tinha direitos exclusivos. Dentre os gêmeos, o que nascera primeiro fora Esaú. A mãe tinha preferência pelo mais novo, Jacó, chegando a planejar junto com ele, para enganar o pai que estava velho e já não enxergava bem. Rebeca ajudou Jacó a passar-se por Esaú, para roubar o direito deste. O fato cria uma inimizade grande entre os gêmeos.

    2- Ben
    Benjamim foi, segundo narra a Bíblia, o filho mais novo de Jaco ou Israel com sua mulher Raquel, que morre no seu parto.

    Bem… há muitas referências ao evangelho… inclusive, alguém aí gostou do espelho do farol de onde Jacob via seus escolhidos? Leiam o seguinte verso:
    “Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.” 1 Coríntios 13:12

    Lost não é espírita. É uma maneira de contar a Bíblia. Há muitas metáforas nela…

    te vejo em outra vida, brother…rs

    [Responder]

  11. Ricardo Ferro

    Mafalda
    depois de me emocionar e chorar como uma garotinha vendo o episódio final (mas me recusei a filmar o choro e pagar esse mico como o Saldanha, Dudu Sales e Belote), resolvi rever tudo, pra pegar determinados diálogos e situações. E, sim, revi as cenas já sabendo que eles estavam num estágio após o desencarne, aguardando o momento, a revelação, a luz. Ana Lucia não estava pronta ainda – e por isso recorria ao suborno de Hurley, agia no paralelo. O espiritismo levanta uma bandeira moral, mais do q religiosa. E essa filosofia defende a retidão moral e ética. Ana Lucia, portanto, não estava pronta, notava-se. Da mesma forma estava Ben, embora este tivesse consciência do q precisava ainda melhorar e depurar. Alguns pontos controversos nem foram citados porque se o fossem iriam complicar a história, como Desmond e Hurley subornando (incorrendo num deslize moral, apesar da motivação), e Claire dando à luz…
    Bom, estou falando tudo isso porque a filosofia espírita é muito presente em minha família, desde antes de eu me entender por gente. E o final de Lost ao se revelar pra mim daquela forma, causou uma empatia imediata, identificação instantânea.
    E fico aqui pensando que Ben e Hurley podem ter vivido grandes momentos na ilha, convivido com Rose e Bernard… Podem ter encontrado o corpo de Jack no bambuzal…muita coisa pode ter acontecido ainda na ilha, até a morte de todos. Penso agora que, como Jack morreu bem antes q quase todos, ele teve tempo ainda, enquanto esperava por todos, no outro lado, casar, ter um filho e vê-ló crescer, etc. O tempo do outro lado, nos ensina o espiritismo, tem outro sentido.
    Bom, estou me prolongando demais com esse comentário.
    Abraço.
    (já parou pra pensar que nós todos, ao compartilharmos essa emoção e esses momentos em comum, vivendo Lost, também estamos nos tornando próximos, escrevendo um pouco de toda essa história? No futuro, esse laço também nos unirá também.)

    [Responder]

  12. beto

    estaria tua bem, se fosse final de Temporada de Ghost Wisperer, não de Lost. Só falotu botarem a Melinda Gordon (Jenniffer Love) na igreja, ajudando nossos heróis da ilha na Passagem pra Luz. Olha, eu não sou de falar palabrão, não mas, Francamente POXA!

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    Sabe, quando começaram a caminhar para o lado espiritual, eu torci o nariz.
    Mas não vejo como poderia terminar melhor todo aquele drama pessoal e sofrimento.

    Eu esperava o seguinte final: o Desmond virou fumacinha do bem ou algum espirito camarada e estava ajudando os amigos vivos. E Hurley, como novo guardião e junto do Desmond, estavam nesta missão de ajudar acertar a realidade dos personagens ainda em vida. De certa forma, esperava que tudo se ajeitasse.
    E isso seria um final feliz.

    Mas não foi um “final feliz”. Todo mundo morto? Mas acho que para marcar a série, foi a melhor escolha.

    Abs.

    [Responder]

  13. Nimrod

    Eu só gostaria de saber para onde foi aquele avião no final com todos aqueles mortos.E outra coisa mal explicada é o filho de Jack.

    [Responder]

  14. Carlos Lira

    Apesar de não ser espírita, creio que este grupo explica muito bem lost. Vejamos. Todos morreram com a queda do avião. Em uma nova vida, na ilha, tiveram a oportunidade de se redimir. Depois todos morrem com o tempo. Em uma nova vida eles reencontra e reiniciam seu ciclo. Tudo foi real como diz o Pai de Jack. Eu, aqui, também sou real. Assim, tanto a ilha quanto a igreja são pós-vida ou outra vida.

    [Responder]

    lela Resposta:

    @Carlos Lira,
    Eles não estávam mortos na ilha, eles estávam mortos na realidade paralela. Releia o que a mafalda postou no começo.
    E o final não foi espírita, foi espiritualizado, não tratou de religião, mas induziu a um pensamento de um plano espiritual.

    [Responder]

    Fausto Resposta:

    obrigado, @lela. Estava para escrever exatamente isso. O Espiritismo não é a única religião a falar sobre vida após a morte e sobre a evolução da nossa consciência através de muitas vidas. O Budismo, por exemplo, fala algo muito semelhante.

    [Responder]

  15. Fausto

    Agora respondendo ao post.

    SPOILER ALERT!!!

    Na verdade eu pensei que quando Jack acordou, depois de ter se sacrificado na luz, exatamente no mesmo local onde o MIB foi encontrado pelo Jacob depois de virar a fumaça, pensei que o Jack tb viraria algo do tipo.

    E logo após essa cena, aconteceu o encontro de todos na igreja, onde a consciência do Jack finalmente encontrou a paz ao se reconciliar com seu pai e amigos. Acho que Jack morreu e não virou fumaça evil por essa redenção.

    [Responder]

  16. soyan

    …nossa foi demais emocionante o final, bem sentimental…chorei tb, principalmente no reencontro de Claire e Charlie…adoro lost…

    [Responder]

  17. Phoebe

    Embora não tenha assistido Lost, acompanhei de perto pelo twitter a expectativa do pessoal e também vi que praticamente todos foram às lágrimas. Bom, na visão espiritualista, quando a gente morre, reencontra todas aquelas pessoas que a gente mais amou na vida e partiram antes de nós. Há quem relate até mesmo a presença de animais de estimação que foram amados pela família. Imagino que, sendo o final de Lost um grande reencontro, deva ter sido mesmo muito emocionante. Eu choraria horrores, sem dúvida! Chorei até com o final de Friends só por mostrarem o apartamento da Mônica vazio, imagina então com um final como esse! rs!

    Quando lançarem o box com todas as temporadas de Lost, eu compro e finalmente assisto!

    Ótimo texto, Mafaldete! Só uma correção, em uma das respostas aos comentários você citou que, se fossem elementos cristãos, você saberia responder. Bom, o espiritismo é uma religião cristã também, pois segue os ensinamentos de Cristo. É diferente do Budismo, por exemplo, que embora tenha elementos de identidade, é uma religião fundamentada em outras bases, é paralela ao Cristianismo. Mas digo isso só pela questão da curiosidade mesmo, não interfere em nada na sua resposta! É que a gente tem costume de associar o Cristianismo somente ao Catolicismo e às religiões evangélicas. Bjs!

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    Phoebe, veja Lost sim, com o maridão. Vocês vão adorar, vão ficar doidos. hehe
    E você vai gostar do final, com certeza.

    Sobre Espiritismo e Cristianismo, de seguir os ensinamentos de Cristo, eu discordo. Existem alguns elementos cristãos, mas as crenças são diferentes e os ensinamentos também.
    Mas aí deveríamos fazer um post sobre Religiões. rsrs.

    Bjão

    [Responder]

    Diogo Resposta:

    @Mafalda, Na verdade o espiritimo tem sim bases bem fundamentadas no cristiamos. O Kardek era Cristão, e escreveu até uma adaptação do evangelho baseado na codificação que ele fez da doutrina espírita. Ah” Ele não era médium nem nada assim, ele escrevia baseado no que os médiuns diziam.

    De qualquer maneira , a igreja mostrada e LOST é muito interessante. É a mesma igreja que na outra realidade era uma estação da Dharma, lembra?

    Abraço a todos, belo texto Mafalda!

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    Sim, ele traz algumas coisas do cristianismo, como a vida pós morte, os espíritos e suas influências na vida das pessoas.
    No entanto, o espiritismo não acredita que Jesus é Deus (que é a base da religião cristã), mas somente um espírito elevado, um espirito de luz.
    Sendo assim, o espiritismo traz apenas uns 2% ou 5% do cristianismo e o resto joga fora.

    Valeu o comentário, Diogo!
    Abraços

  18. Adriana Ribeiro

    Acredito que o avião de Kate, Sawyer e cia caiu logo depois de passar por Jack, pois ainda há uma cena depois de Jack fechar os olhos que mostra destroços de um avião. Mas fiquei intrigada com a cena inicial da temporada que mostra a ilha submersa (já na realidade paralela). E por que Richard perde a imortalidade? Por que nem ele nem o Jacob se encontram com as pessoas na igreja? Alguém tem uma explicação?

    [Responder]

    Falcão Azul Resposta:

    @Adriana Ribeiro, na minha opinião a ilha embaixo da água significa que na realidade que foi apresentada na sexta temporada (o “purgatório” dos personagens) eles não estão sob a influencia da ilha. A luz da ilha é a fonte da vida (conforme a mãe adotiva do Jacob explicou), e como eles estão mortos, então naquela realidade não há ilha.

    Já sobre o Richard, ele perdeu a imortalidade porque deixou de ser o porta voz do guardião da ilha, tarefa que passou a ser do Ben Linus.

    Sobre os destroços do avião, acredito que vai da interpretação de cada um. Podem ser destroços do voo 815 mesmo (mostrando uma referencia ao início da série), ou do voo da Ajira. Cada um interprete como quiser.

    [Responder]

  19. Carlos Lira

    Creio que fui mal interpretado quando falei de espiritismo. O que quis dizer foi sobre o ciclo esperitual do ser humano. A mente (alma como queiram chamar) é atemporal. Daí ter morrido na queda, e pensar ter vivido uma não queda e depois ter vivido uma pós-morte, para a mente é possível. Até ela se encontrar. Ninguém cita. Mas vou lembrar. Lost foi baseado no Livro o Terceiro Tira (alguém leu?) o individuo no livro cometeu uma atrocidade mas não sabe, faz uma viagem enorme até descobrir no final do livro que está morto (no livro conta até questão de dilatação tempo/espaço), ora se eles se basearam no livro (que aparece na segunda temporada) significa que pode ser a mente vagando e se redimindo, nada de real como conceituamos. Volto a repetir, o pai de Jack se disse real no pós-morte. O real está na mente. Não no lugar e no tempo.

    Outra coisa, aí vou ser sincero, lost é lost por conta das perguntas e interpretações que fazemos. Sem ter necessariamente o certo e o errado (propriamente dito). Se fosse pensar no final de 2001 Uma Odisséia no Espaço ia morrer pensando. Pois espaço e tempo se misturam mas mente permanece. Até o nascimento do bebê estrela.

    Abraço!
    Obs. Não tenho intenção nenhuma de que minha teoria seja a correta longe disso, mas se amanhã o roterista disser a resposta ai vai ser frustrante, pois vai acabar com a graça de ler vossos comentários tão diversos e tão coerentes.

    [Responder]

  20. lmvp

    Você realmente acha que iriam fazer um final espírita para uma série que é transmitida num país eminentemente protestante?? Tá doida???

    Sexto sentido é uam coisa. Usam a assombração para causar medo. E foi feito por um indiano.

    Mas achar que iriam dar um final kardecista para uma série norte americana é viajar demais

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    Imvp, eu não sou espirita e da minha parte não tenho interesse nenhum em divulgar o espiritimo. Sou de religião cristã então estou muito mais para o protestante do que para os kardecistas.

    Mas tenho conhecidos que são, e conhecendo a crença deles, ficou óbvio que usaram sim de elementos do espiritismo na série.

    Quanto ao país ser protestante, tome o Brasil como exemplo. Somos o maior país católico e tá cheio de novelas espíritas na tv.
    JJ Abrams, produtor de LOST, é judeu.
    Não sei qual a crença dele, mas em hollywood – além de muitos judeus (que não são simpaticos à religiões cristãs) há muitos da Cientologia, e com certeza há programas e filmes que devem trazer idéias da Cientologia, mesmo o povo sendo maioria protestante.

    Mafalda

    [Responder]

  21. Paulo

    Também concordo com suas observações. Perfeito! Lost é Singular.

    [Responder]

  22. Paulo

    É incontestável é referência ao esperitismo! Assim como fez, Ghost, Amor além da vida, Sexto Sentido, Ecos da Além, e tantos outros.

    [Responder]

  23. Ana

    Oi Galera, também aoompanhei LOST por 6 anos e entendi que eles morreram na queda do avião. Porque aquele avião que parte com Kate Sawyer e outros, foi explodido em outro episódio. Tudo que eles fizeram na ilha, fizeram pós vida. Foi uma experiência real para aqueles espíritos, mas é por isso que diziam que nunca poderiam sair da ilha, queriam dizer, que a vida na Terra havia terminado. Amei, fiquei muito emocionada, até porque tenho pavor a morte, quem sabe eu possa ser feliz depois que partir. Fiquei esperançosa. Bjs

    [Responder]

  24. Paula

    LOST arrasou, foi a primeira vez que assisti algo que tratou da morte com tanta propriedade e tratou de nossos apegos, pois ao assistir durante 6 anos, nos apegamos aos personagens, e esta é a maior tarefa que temos na Terra, não podemos nos apegar e esta é a grande dor de todos nós.Concordo com a Ana que morreram na queda do avião, mas como o tênis que aparece novo no primeiro episódio, aparece bem castigado, surrado e velho no último, entendo que muitos anos terrestres se passaram até que entendessem o que havia ocorrido. Alguns morreram e reapareceram na ilha, dando a entender que reencarnaram e morreram de novo. A questão é que todos nós teremos que passar pela ilha, infelizmente, queria que tudo acabasse ao partir.

    [Responder]

  25. Kio (Caio Cesar) - 38 anos - Salto/SP

    @Ana e @Paula, acho que estão indo na contramão do que foi explicado no último episódio.
    Tudo que aconteceu na ilha, foi com eles vivos… e isso não sou só eu que estou falando. ;-)

    [Responder]

  26. Elvia

    Eu acho que todos morreram logo após Jack, e nao muito tempo depois como disse a Mafalda… Isso porque na igreja todos apareceram com a aparencia que ainda tinham na ilha… e nao mais velhos… Tudo bem que eles vagaram por tempo indeterminado… Mas, por exemplo, os que conseguiram escapar no avião Ajira, não duraram muito como muitos pensam, senão nao teriam a mesma aparencia que mostraram na igreja.

    Eu particularmente nao gostei de como vinha se encaminhando o final de Lost… Não gostei do casal que eu mais torcia pra dar certo, Jack e Kate, sé terem se entendido nas últimas migalhas do espisódio final… com aquele beijo sem graça, aquele “eu te amo” forçado de ambas as partes… Nesse momento eu realmente ri e me perguntei se nao teria passado melhor sem esse “eu te amo” de última hora…

    [Responder]

  27. Karfladi

    Não há explicação convincente para o final de Lost!
    Já que a Ilha era uma espécie de purgatório, qual era o sentido da Iniciativa Dharma? para quê tanta ciência, pois falavam tanto em eletromagnetismo? P q o Lock andou no purgatório? Como teve tantos amorosos no purgatório? O q Sr. Eco foi fazer na Ilha? qual era o sentido? e o Rodrigo Santoro? a Filha da Sun não existiu? Porque contar a história do Jacob e do irmão dele? eles eram uma espécie de deus e diabo? antes deles a Ilha já existia, e como o Jacob saía da Ilha e aparecia p os losties antes da queda do avião? eles morreram na queda do avião mesmo? pois o pai do Lock disse q eles estavam mortos e lá era o inferno! E se era o purgatório, como eles poderiam se matar?
    A Juliet estava viva no mundo real, foi p ilha sedada e não conseguia mais voltar, ela morreu quand? Como o Daniel Faraday morre lá na década de 70, falou até com a mãe dele se ele vinha lá do futuro onde vivia com a mãe dele já velha? Porquê o Charles Windmore queria tanto a Ilha e o fim do Ben, se a Ilha não era real? ele envelheceu, portanto não morreu na Ilha, ele ía e voltava, q poderes ele tinha p tal ato? Sinceramente, acho que os autores se perderamk e não souberam dar respostas melhores, então simplesmente eles resolveram explicar q todos estavam mortos, assim até eu saberia dar um fim, aquilo q não houvesse explicação, todos estavam mortos e pronto, ms ainda quero saber o q era a Iniciativa Dharma…..

    [Responder]

    Destruidor de deuses Resposta:

    @Karfladi, Falou tudo, não gostei deste final, foi emocionante, mas não gostei, uma vez que sou ateu para mim este não fez sentido!

    [Responder]

  28. O Mago

    Num dos episodias da ultima temporada, mostram Richard fugindo de navio apos quase ser enforcado , isso la por 1860. Richard foge das ilhas Canarias (como é dito no episodio). Segundo reza a historia, de Platão e Cayce, a mitica Atlantida ficava exatamente proxima as Canarias. Pra mim a ilha é uma clara referencia a Atlantida, sendo uma especie de portal, existia fisicamente e permitia que os habitantes do mundo espiritual pudessem viver materializados (na verdade seu corpo espiritual ou perispirito materializado, pois todos morrem/desencarnam no acidente do aviao, ficam sem corpo material). Os guardioes da ilha ja sabiam dessa realidade (Jacob e seu irmao). A ilha portanto tinha os dois planos (fisico e espiritual) como se fossem um só, na epoca do nascimento de Jacob e seu irmao a parte fisica da ilha estava sobre o mar, quando o aviao cai, a parte fisica da ilha ja esta embaixo dagua, em virtude da explosao atomica causada pelos losties que viajaram no tempo, ao passado e puderam conviver com a iniciativa dharma. A Dharma estaria estudando essas propriedade unicas da ilha e a convivencia com pessoas ja desencarnadas (espiritos) viajando no tempo e convivendo com a iniciativa como se encarnados estivessem. Na temporada final, que no tempo ocorre apos a explosao atomica e antes da queda do aviao, os habitantes estao no plano astral da ilha (so que devido as propriedades da ilha, é tao material como o plano material que nos encarnados vivemos). Ou seja, aquelas pessoas ali estao desencarnadas e vivendo como encarnados e agora interagindo com outros encarnados (os que vem no submarino na temporada final). Enfim, é um raciocinio meio louco mas acho que é por ai, por isso que eles nao podiam sair da ilha, pois apesar de se comunicarem perfeitamente com encarnados, os losties ja estavam desencarnados.

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    É uma teoria bem doida, Mago… de se pensar.
    [ ]‘s

    [Responder]

  29. maicon

    o lost tinha que terminar assim se nao teria graça o lost era legal porque tinha isso de deixar tudo no ar e inesperado ,e que tudo mundo gosta de coisas obvia e lost nao tem nada disso lost foi 10 e seu final tanbem esperamos mais seriados assim

    [Responder]

  30. Monacast 82: LOST – The End | Monalisa de Pijamas

    [...] The End Josh Holloway fazendo Moon Walk Elenco de Lost se despede da série e vídeo paródia No Sofá – Final de Lost Monacast 66 – Lost parte1 com Claudia Croitor e Carlos Alexandre Monteiro Monacast 67- Lost [...]

  31. oli

    um fim mau bolado e apelativo, fuga, tipico de uma serie que usa de inproviso e textos mistos e nada originais. realmente é triste para uma seria q começou bem e merecia mais atençao dos roteiristas.

    [Responder]

    Pruda Resposta:

    @oli, Mau bolado? Acho que vc não entendeu, o final foi fantastico, alias, a primeria serie que termina de maneira perfeita… Mas caso vc não tenha entendido, posso explicar em email… Eu ate concordei com o post mas depois estudando melhor, vi que esse lado espiritual, de mortos na serie, não tem muito a ver…

    [Responder]

  32. willeny

    é um filme diferente nao entendi direito mas achei o final muito triste com o jack morrendo e kate indo embora

    [Responder]

  33. willeny

    deve ter continuaçao

    [Responder]

  34. Reginaldo

    Eu já quis interpretar de forma diferente. A bomba nuclear gerou uma segunda linha do tempo onde as vidas seguiram. As pessoas iam lembrando das coisas na medida que iam morrendo na linha original. Jack foi o último. Todos seguiram a vida normal na linha dois do tempo. O universo fez isso pra apagar as pessoas que estavam duplicadas por terem sido afetadas pelo que aconteceu na ilha, que com a bomba deixou de acontecer. Quando todos morreram, as duas linhas se unem de novo. Então a história salta para o momento “céu” que aconteceu muito depois. Agora sim todos mortos depois de vidas tranquilas se encontram para o descanso final.

    [Responder]

    Pruda Resposta:

    @Reginaldo, Quase acertou, apenas pelo fato de se encontrarem no purgatorio ( igreja), estarem mortos, isso não ocorreu… Eles estavam mortos sim, mas na linha original, la sim todos morreram… Mas como a bomba gerou outra linha, nessa nova vida eles continuaram vivos… Ali na igreja, eles unificaram essas linhas, pois todos haviam partido da linha original… Aquela luz não era a luz do poltergeist, do alem… Era a luz da mudança de realidade, assim como a luz da bomba de hidrogenio… Dali eles sairam e continuaram suas vidas normalmente, óbvio!

    [Responder]

  35. Pruda

    Pois então, acabei de assistir ontem a Lost, 6 anos após seu final, como Lost teve 6 Temporadas achei por bem esperar 6 anos pra assistir, porque tudo é interligado …kkkk..besteira, apenas coincidencia!!! Primeiramente, PARABENS pelo post, vc foi muito feliz nos comentários..Com relação ao Lost ser espirita, sim teve traços, ser cristão, sim teve muitas referencias, envolver seitas egípicias etc, sim… Mas acima de tudo foi uma obra de FICÇÃO, de alguem que conhece profundamente varias seitas e religiões, portanto o mérito “qual religião” não deveria ser tratado, mas a “religião”= religar, isso sim foi o tema central do enredo…Existem palavras importantes que não podem ser ignoradas: o padre dizendo a Richard que ele não tinha tempo pra se redimir de seus pecados, ou seja fazer penitencia, deixa claro que lá era um lugar de redenção, e que ele no final cumpriu a sua! Agora a lógica tambem não pode ser ignorada, quem acredita que um avião de 200 passageiros cai e sobrevivem 48 passageiros? Impossível… No entanto o autor ja havia previsto essa interpretação óbvia e partiu pro lado imprevisível da ciencia: a fisica quantica! Ai embolou tudo, ninguem tinha mais certeza de nada, ou seja, ele deu sobrevida à trama, voltou ao óbvio, e terminou de maneira fantástica… Simplesmente espetacular!

    [Responder]

  36. Jay junior

    Concordo plenamente com você Mafalda. Assim que assistir o final e ao terminar essa fantástica série, na minha opinião é a melhor série de todos os tempos. É assim que assistir e vi que tinha acabado me senti sem um pedaço de mim essa série foi muito forte, eu me sentia dentro dos episódios. Nao é atoa que vou assistir tudo de novo hehe não consigo assistir um filme ou outra série e não ver a galera de lost, pra mim não faz sentido viver sem assistir essa maravilhosa série. Seria bom se eles voltassem com novos episódios

    [Responder]

Deixe seu comentário:





Busca

© 2007-2016 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br