Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Ponto Gê: Interpretando Sinais



Por georgia - 1 de setembro de 2008. Categorias: Ponto Gê.

Apesar da dificuldade é possível interpretar os sinais

Tirando aquelas mulheres que olham para os homens com cara de “Vem cá meu nego”, a maioria de nós tem o dom, ou o carma, de emitir sinais, na hora da conquista. Esse tipo de atitude, que enlouquece a maioria dos homens e os deixa totalmente confusos, é uma das partes mais engraçadas do contato entre os sexos.

Alguns homens sabem lidar e se dão bem quanto aos sinais, outros preferem não arriscar e, tem aqueles, claro, que metem os pés pelas mãos. Esses últimos, são os tipos básicos que atiram pra todos os lados, as vezes acertam, outras não. Normalmente, esses franco-atiradores acabam recebendo as melhores respostas que uma mulher pode oferecer. Do tipo: E ai gata vem sempre aqui? Primeira e última vez.

Abro nesse momento uma pequena ressalva para elas. Esse tipo de resposta funciona muito bem quando a conversa é a dois. Em grupo, você pode passar pela feia recalcada. Uma das grandes lições de meu pai, tio e primos é que em um grupo de mulheres, quando um homem faz uma piadinha, sempre quem responde é a feia. Por mais que todo seu sangue suba de uma só vez ao ouvir um ‘gostosinha’ e, nesse momento, a mãe da pessoa está querendo pular da sua boca, pense nessa dica e ignore.

É chato ter que interpretar sinais de uma mulher, é. Mas pior que não entendê-los, é interpretá-los errado. Sei que muitas feministas irão me odiar nesse instante, muitas mulheres vão dizer que enlouqueci, mas a regra básica para reconhecer o interesse feminino é simples: tirando aquele tipo de mulher que escova o cabelo 90 vezes de cada lado antes de sair e se olha em todos os reflexos possíveis a sua volta, incluindo a pupila das pessoas, a maioria das mulheres, quando percebe uma investida masculina, sorri e passa a mão nos cabelos. Este é o sinal básico que abre as portas para você se dar bem na noite.

Se você não for do tipo, “ta na minha, vou chegar pegando”, suas chances de tirar o atraso estão bem grandes depois desse sinal. Percebeu o sorriso, a dica é simples: diálogo. É comprovado, que a maioria dos homens irá dialogar mais com uma mulher enquanto a conquista, do que a vida inteira depois de conquistada, mas é assim.

Bom, se você chegou conversando, ela deu continuidade ao assunto, está indo tudo bem. Se você tiver com bafão ou ela incomodada, ela vai lembrar rapidamente que esqueceu de comentar o sermão que o padre deu na missa, com a amiga ao lado, e a sua presença será totalmente deletada do ambiente. Nesse caso, desista.

No entanto, existem mulheres que conseguem complicar ainda mais o processo e estão a anos luz daqui, ou seja, longe de emitir sinais que qualquer pessoa possa detectar. Nesse caso a dica vai para ela. Em pesquisa no território masculino, pude constatar que a maioria dos homens também transmite sinais. Muito mais práticos, eles optam por olhares instigantes, estilo quem piscar primeiro perde, e aquela clássica levantadinha de copo em sua direção. Se você perceber as atitudes e estiver afim, pelo menos dê um sorriso.

Todo problema da conquista está na decodificação da mensagem. No entanto, apesar dos pesares, a conquista ainda é considerada um dos jogos mais divertidos. Esse jogo, não acaba quando você passa para a próxima fase e consegue um namorado ou um marido, muito pelo contrário, todos os dias começa um novo estágio e praticando diariamente é que se evita o game over.

Afinal, convenhamos, ninguém gosta muito tempo de mulheres e homens atirados, a Rita Cadilac e a Gretchen podem confirmar.

Veja também:

13 Comentários to Ponto Gê: Interpretando Sinais

  1. Pumpkin

    “É comprovado, que a maioria dos homens irá dialogar mais com uma mulher enquanto a conquista, do que a vida inteira depois de conquistada”

    A mais pura verdade! hahahahahaha

    [Responder]

  2. smurff

    olá
    mto bom texto!

    conheci esse blog ontem, no blog day, e gostei bastante

    tem mais textos praticos assim como esse para nos, homens, lermos?

    valeuu

    [Responder]

  3. Wishm4st3r

    Olá,

    escolhi vocês parar linkar no blog day =D
    Adoro o podcast e sou fã de todas vocês

    Bjs!

    [Responder]

  4. Joel, o PikaChu

    show de bola…a do cabelo aprendi esses dias e como ajudou…bjus meninas..

    [Responder]

  5. Dani *Doduti*

    Me separei há pouco tempo e depois de 11 anos casada, desaprendi os sinais básicos. Acho desaprendi a dar mole mesmo, huahuahua

    [Responder]

  6. euba

    acho que faltei na aula no dia que ensinaram os sinais!

    homem tbm faz isso?

    [Responder]

  7. André Ortiz - Equipe fazendo A mão

    Obrigado.. hehehe

    vou testar… depois te conto..

    [Responder]

  8. Wishm4st3r

    Homem é diferente.. normalmente mais direto.. a não ser os timidos que normalmente vão te olhar fixamente e desviar o olhar qdo vc olhar para eles XD

    [Responder]

  9. Calleb

    É, reconhecer os sinais é uma tarefa muito difícil… as vezes todos dizem ser uma coisa, mas quando você chega lá, é algo totalmente diferente do que todos aqueles seus amigos falaram a você…

    [Responder]

  10. Mafalda

    Complicado isso, eu distribuo sorrisos até para as paredes. E não estou paquerando as paredes. :)
    E mãos nos cabelos, só não fico toda hora com a mão no cabelo porque uso tiara (justamente pra não ficar aquele cabelo toda hora no rosto).

    Eu acho que o olhar da pessoa já ajuda bastante a identificar. Dizem que o homem quando está paquerando estufa o peito, feito galo. rsrsrsrs

    bjs

    [Responder]

  11. Davi Graeff

    Olha, eu sou um cara meio sem jeito pra essas coisas, não sei, talvez por eu ser demasiado direto nas minhas ações e não ter um pingo de paciência, então esses sinaizinhos e joguinhos todos nunca funcionam comigo.
    Sei lá, acho que as mulheres deveriam usar plaquinhas escrito “Gostei de você.” , “Pode ser…” , “Cai fora!”, iria ser muito mais fácil entender e saber como agir, e o principal não desperdiçaria o nosso precioso tempo!

    Desculpem o mau-humor, meio de semana com prazos estourandos no cliente é dose…

    [Responder]

  12. Phoebe

    Depois desse artigo da Gê, vou ter que andar sempre com uma camiseta com os dizeres “Sou legal, não tô te dando mole”! rsrs!
    Adorei a história do “Turma da Dili”! Dá vontade de responder “E vc é da turma do Hugo, né? Huuuugh!” rs!
    Bjs, Gê!!!

    [Responder]

  13. Mafalda

    Ah, obrigada Wishm4st3r e todos que linkaram a Monalisa de Pijamas no Blog Day! Que honra a nossa! :-)

    Bjs

    [Responder]

Deixe seu comentário:





Busca

© 2007-2016 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br