Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Raças: Boxer



Por Rachel Barbosa - 26 de julho de 2009. Categorias: animais.

Quando escrevi o primeiro post sobre raças, um leitor logo pediu que escrevesse sobre o boxer. Nos comentários do segundo post sobre raças, ele repetiu o pedido, que hoje será atendido.

Quando eu era pequena, minha mãe dizia que adoraria ter um boxer, por ser um cão muito bom com crianças. Cresci ouvindo isso, mas no fundo duvidava que fosse verdade, porque a cara do boxer não é nada amistosa. Como a maioria das pessoas, achava que o boxer era um cão “bravo“.

Só tive chance de conviver com alguns boxers depois de adulta e tive a grata surpresa de descobrir que realmente são uns bichinhos maravilhosos!

A raça não é das mais antigas na história. Segundo a Wikipedia, foi exibida pela primeira vez em 1895, na Alemanhã. Segundo o site Saúde Animal, o boxer foi criado a partir dos bulleinbeisser (usados para caçar ursos e javalis) e dos buldogues (usados para o trabalho com gado), e na classificação da FCI, está no grupo dos cães de guarda e defesa.

As pessoas costumam achar que cães de guarda são cães bravos. Isso não é verdade. O que define a habilidade de guarda de uma raça é o instinto de proteção à família e ao território. Um poodle, por exemplo, jamais poderá ser cão de guarda por ser muito dado, até mesmo com estranhos.

Embora o boxer tenha alto instinto de proteção, é centrado o suficiente para não reagir agressivamente a estranhos. No Brasil ele nem mesmo tem “fama” de cão de guarda. As pessoas o escolhem como cão de companhia.

O boxer é muito expressivo. Consegue se comunicar bem com humanos através de gestos e expressões faciais. Mas o mais divertido na raça são as vocalizações. Boxers não apenas latem, como também emitem uma série de sons, às vezes muito engraçados. Treinar um boxer não é a coisa mais fácil do mundo, mas não é impossível. O dono só precisa persistir e logo terá um cão excelente e muito obediente.

Pelo padrão oficial, o boxer é um cão grande. Os machos, maiores que as fêmeas, podem ter entre 57 e 63 cm de altura na cernelha (aquele ponto entre a base do pescoço e o início das costas), as fêmeas, entre 53 e 59 cm. As cores mais comuns são tigrado (a que eu acho mais bonita) e fulvo (dourado). Existem boxers brancos, mas fogem ao padrão oficial da FCI (Federação Cinológica Internacional). A manutenção da pelagem é simples, uma vez que os pelos são curtos. Outra notícia boa é que boxers não soltam muitos pelos no ambiente.

A raça possui predisposição para algumas doenças. Segundo o site Saúde Animal são elas: câncer, hiperplasia gengival (tumores benignos na boca), doenças do coração, displasia do quadril, e hipotireoidismo (deficiência da tireóide).

Hoje em dia não costumo ver nas ruas muitos boxers com orelhas operadas (para ficarem eretas), mas praticamente todos os que vejo têm caudas cortadas. Atualmente os veterinários estão proibidos por lei de fazer cirurgias de mutilação, como corte de orelhas e caudas. Embora meu schnauzer tenha vindo do canil com a cauda cortada, não sou a favor. Ninguém corta parte do dedo de um bebê recém nascido, não é? Cortar a cauda de um filhotinho com dois ou três dias é como cortar parte do dedo de um bebezinho.

O boxer na foto é meu amigo Napoleão. Ele faz agility e aquela foi a primeira medalha que ganhou numa competição. Para ver o Napo (como ele é conhecido) em pista, dê uma olhada nesse vídeo.

http://www.youtube.com/watch?v=ygi2z6tDfF0

Rachel Barbosa
http://rachelbarbosa.com.br

Veja também:

11 Comentários to Raças: Boxer

  1. Rafael A Schiabel

    Ah, incrível!
    “O boxer é muito expressivo. Consegue se comunicar bem com humanos através de gestos e expressões faciais.” – falou tudo.
    Tenho uma, a Andara, minha 3ª da raça. Como é absurdo o poder que eles têm quando fazem aquela expressão “Me dá um pedacinho…”, enquanto forma-se aquela poça de baba no chão.
    =’D

    [Responder]

  2. Rodrigo Rodrigues

    Eu tenho uma!

    São incríveis as expressões faciais, como relatado pelo comentário do Rafael. A cara que fazem quando querem algo é muito meiga. Fora a cara que fazem quando fizeram algo de errado (cara de quem está dissimulando!)

    Quando vou dar algo à alguma das outras duas cadelas que tenho, e ela acaba ficando por ultimo, precisam ver os gruídos que ela faz, diferente de todos outros sons que já ouvi de outros cães.

    [Responder]

  3. Marcos Rocha

    Muitíssimo obrigado. O post está ótimo!!!
    Tenho um Boxer de 10 meses chamado “Mingau”. Ele sem sombra de dúvidas é cão mais engraçado, bagunceiro e carinhoso que já tive.
    ;)

    [Responder]

  4. Rachel

    Marcos, que bom que gostou! Felicidades para você e para o Mingau.

    [Responder]

  5. raila

    oie,tenho um lindo boxer de quatro meses,eh a coisa mais linda do mundo claro como todo boxer eh!sou apaixonada com essa raça,so q tem um problema ele ronca mto e nao sei se eh normal da raça.As vezes fico preocupada q ele ronca tanto q ate incomoda.Eh normal?

    [Responder]

  6. Thatiane

    Olá… Tenho uma duvida, será que alguem pode me ajudar?
    Tenho uma Shitzu de 1 ano e meio fêmea que se chama Sophia e ganhei um Boxer de 4 meses macho chamado Spaik.
    Bom li muitos coisas sobre o boxer e relamente ele é otimo, cheio de energia e muito lindo mais estou com medo de brigas entre ele e a minha Shitzu.
    Como é o comportamente de adulto entre o Boxer e cães menores.
    Ele ate agora não foi agressivo mais as vezes quer brincar e ela não e ele acaba dando umas patadas nela…
    Um amigo me disse que a raça Boxer não gosta de outros cães e que podem ser bastante agressivos quando necessario.
    Isso é verdade.
    Estou apavorada.

    Obrigaduuuuuu.

    [Responder]

  7. Rachel Barbosa

    @Thatiane, Thatiane, conheço boxers que são ótimos com outros cães de todos os tamanhos, como o Napoleão, esse da foto. Além disso, a chance de um macho e uma fêmea terem problemas de relacionamento é ínfima. A chance deles cruzarem sem que você queira é muito maior rsrs Como ele logo ficará muito maior que a sua shi tzu, pode realmente machucá-la durante uma brincadeira. Por isso, não interfira se ela der uma bronca ou uma mordiscada nele. A Sophia só estará dizendo ao Spaik que não quer que ele a trate daquela forma. Se, mesmo sendo machucada, ela não reagir, aí você pode interferir, brigando com ele (dizendo “não” apenas) e tirando-o de onde ela está. Assim ele aprenderá que só ficará com a amiga se se comportar bem com ela.

    [Responder]

  8. Veronil Fernandes

    RECENTENTE GANHEI DA MINHA TIA UM FILHOTE DE BOXER!!! ELE É FILHO DE UMA BOXER FÊMEA, ENORME!!!
    FIKEI FELIZ EM LER ESTA EXPLICAÇÃO SOBRE A PERSONALIDADE DOS BOXES.. O MEU SE CHAMA BINO, É LINDO! FICA COM A PONTA DA LINGUA PRA FORA O TEMPO TODO….

    [Responder]

  9. Ana Patricia

    Comprei uma boxer já há 2 semanas, e estou muito feliz com ela em casa….porém ela veio pra casa com problemas na hora de fazer coco…ela faz mole…já levei na veterinaria, dei vermifugo, estou dando hidroxido de aluminio direto, já mudei de ração e ainda assim está fazendo mole…
    Queria que fisesse coco durinho como minha outra cadelinha…
    Já dei pedigree, acrescentei a natural line, premium a agora royal canin…to gastando pra caramba….
    No geral ela esta muito bem…é feliz e brincalhona…seu exame clínico deu otimo….será que é pq é filhote ou a raça tem essa característica mesmo???
    Alguém pode me ajudar

    [Responder]

  10. barbara

    olá… tenho um boxer chama jerry,ele é um fofo amo ele muito… é realmente como os comentário veem dizendo, é super brincalhão o jerry se passarmos um dia sem brincar com ele ai pode ter certeza q ele vai aprontar alguma faz burraco uma figura só para chamar atenção… ele adora crianças não tenho filhos ainda mas meus afilhados ele protege, só não gosta quando agente da colo a eles… COM TODA A CERTEZA ELE FAZ PARTE DA FAMILIA…

    [Responder]

  11. João

    Oi, gostaria que alguem me ajudasse. Tenho um Basset teckel de 7 anos! Acabei de ganhar um Boxer Branco, muito lindo, brincalhão e não parece ser nada agressivo…O que acontece é que meu basset agora não vai no terreiro da casa, de medo do boxer!

    Já tentei colocar os dois juntos o basset fica com medo e o boxer elétrico…Não sei se pra brincar ou brigar…Tenho medo de soltar os dois e o boxer acabar com o basset. Alguem pode me dar uma dica?

    Abraço

    [Responder]

Deixe seu comentário:





Busca

© 2007-2016 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br