Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Calor e pelos



Por Rachel Barbosa - 12 de dezembro de 2010. Categorias: animais.

No último post da coluna Animais relembramos algumas dicas para ajudar os peludos a lidarem com o calor de verão que vem aí.

No post de hoje veremos mais algumas dicas.

Falamos sobre o melhor horário para sair com os cães na rua. Vimos que é importante oferecer água durante o passeio e tomar cuidado para o pet não queimar as pantufas no chão quente. Faltou falar que cães e gatos assim como os humanos, estão sujeitos a queimaduras pelo sol, câncer de pele e sensibilidade dos olhos à luz forte. Não sabia?!

Cães e gatos brancos ou de cor clara, assim como as pessoas de pele muito clara, estão mais sujeitos aos efeitos nocivos do sol. Se você tem quintal onde bate sol, logo pela manhã passe filtro solar nos animais brancos. Se mora em apartamento, aplique filtro solar antes de sair para passear. Existe filtro solar para animais, mas se não encontrar para comprar, passe um filtro para humanos mesmo. Aplique sobre o focinho, na parte interna das orelhas e na barriga. Se seu animal for daqueles que não têm pelos (cão de crista chinês ou ou gato sphynx), aplique filtro solar sobre toda a pele.

Cães de olhos claros são mais sensíveis ao sol. Existem óculos de sol próprios para cães, mas desconheço empresa que fabrique no Brasil. Em pet shops que vendem artigos importados é possível comprar. Se não achar, evite levar seu cão de olho claro para passear quando o sol estiver muito forte.

Se durante o passeio seu cãozinho se mostrar indisposto para caminhar, pedir colo ou sentar e recusar a andar, não ache que é apenas frescura. Durante o verão nós, humanos, nos cansamos com mais facilidade e às vezes nos sentimos mal por causa do calor. O mesmo pode acontecer com os peludos, principalmente com os pequenos. A diferença é que eles não podem falar para nos avisar que não aguentam mais andar, por isso nos transmitem a mensagem de outras formas. Cabe a nós entendermos e respeitarmos os limites dos pets.

Finalmente vamos falar dos pelos. A época do ano em que os pet shops mais fazem tosas é o verão. Os donos acreditam que os bichos ficam incomodados com o pelo e mandam raspar bem rente à pele. Da mesma forma que o pelo serve para isolar a pele do frio, também isola do calor. Quando digo isso as pessoas não acreditam, aí falo que os beduínos do deserto só são capazes de aguentar as altas temperaturas graças às várias camadas de roupas que usam, mantendo o calor longe da pele. Depois disso as pessoas começam a achar que a tese dos pelos tem lógica. Os cães aqui de casa comprovam que isso é verdadeiro. Galileu, meu poodle, só tosa com tesoura. Mesmo no verão, ele fica peludo. Bruno, o schnauzer, faz a tosa da raça, portanto fica com a maior parte do corpo bem raspada. Adivinhem qual dos dois fica procurando os ventiladores no verão? Bruno, claro. Portanto, se for tosar seu cão peludo para o verão, apenas diminua o comprimento dos pelos, não peça ao tosador para “raspar bem baixinho”.

Rachel Barbosa
http://caoamado.com.br

Veja também:

3 Comentários to Calor e pelos

  1. Ruz

    Caramba.. jamais imaginei que existisse tanta coisa assim pra cachorros.. filtro solar pra cachorro não deixa o pelo todo gosmento?

    [Responder]

    Rachel Barbosa Resposta:

    @Ruz, não, porque é aplicado nas partes em que existe pouco ou nenhum pelo.

    [Responder]

    Ruz Resposta:

    @Rachel Barbosa, Está explicado então! Gosto muito de cachorros, mas tem cada coisa q eu nem imagino q exista..

    [Responder]

Deixe seu comentário:





Busca

© 2007-2016 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br