Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Branquelo difícil



Por Rachel Barbosa - 4 de julho de 2010. Categorias: animais.

galileu

Galileu é bonito, educado, simpático e inteligente. Poderia ser o cão perfeito, mas está longe disso. Se por um lado tem todas essas qualidades, por outro lado tem muitos defeitos que não param de surgir.

Sempre que tem oportunidade faz xixi no sofá-cama e na minha cama, como é muito ágil consegue subir e pegar objetos que não deve, tem mania de derrubar as almofadas do sofá no chão, tem complexo de vira-latas e adora fuçar no lixo.

A última “invenção” dele foi comer o que a Geometria faz. Isso se chama coprofagia. Na verdade, não é uma novidade na vida do Galileu. Quando era pequeno ele comia as “obras” da gata Annita. A veterinária na época explicou que isso ocorria porque a ração para gatos deixa as fezes mais cheirosas (para os cães, não para humanos). Com o tempo perdeu o hábito. Depois que Geometria chegou, ele ficou louco pela ração de filhote que ela come e o comportamento voltou, certamente desencadeado pelo cheiro da ração nas fezes. Fizemos progressos nesses meses e ultimamente ele vinha perdendo o hábito, mas essa semana Galileu teve uma recaída feia: por duas vezes rasgou o saco de lixo com tapetes higiênicos usados para pegar as fezes que estavam junto. Além de comer aquela coisa nojenta, ainda fez a maior sujeita na cozinha e ficou imundo após enfiar o focinho e as patas nos tapetes higiênicos.

A coprofagia pode ter como causa problemas de saúde ou problemas comportamentais. Claro que estamos falando da coprofagia em filhotes e animais adultos. É normal que cadelas ou gatas com filhotinhos comam as fezes deles para manter o ninho limpo.

Os problemas de saúde podem incluir doenças que diminuam a absorção dos nutrientes contidos na alimentação, alimento com baixa qualidade nutritiva ou em quantidade insuficiente, verminoses, pancreatite, Síndrome de má absorção.

Os problemas comportamentais podem ser ansiedade, falta do que fazer quando está sozinho, o pet pode comer as fezes porque ganha atenção do dono quando leva bronca, o pet come as fezes para esconder porque acha errado fazê-las, o pet come porque acha gostoso (Galileu). (fonte: Saúde Animal http://www.saudeanimal.com.br/artigo92.htm).

Se a causa for física, é necessária a orientação do veterinário. Se o problema for comportamental, a primeira coisa a fazer é não facilitar as coisas para o “comedor”, não deixando o “objeto do desejo” dando sopa. Recolha as fezes assim que forem feitas. Outra técnica possível é colocar na “obra” molho de pimenta ou repelente de cachorro (encontrado em pet shops). Quando o dog comer, vai sentir o gosto ruim. Existe no mercado pet um comprimido que depois de ingerido, deixa as fezes com gosto ruim. Estou pensando em adotar essa técnica. Claro que, como Galileu não come as próprias fezes, quem terá que ingerir o comprimido será Geometria.

Olha, só amando muito aquele branquelo porcalhão pra aguentar tantos defeitos! rsrs

Rachel Barbosa
http://caoamado.com.br

Veja também:

3 Comentários to Branquelo difícil

  1. Ruz

    Engraçado, botar pimenta nas obrinhas supostamente serviriam pra deixá-las mais gostosas.. Qualquer coisa de aparência duvidosa que você tiver que comer, basta colocar pimenta e farofa, e pronto! um banquete! Mas gosto não se discute, certo Galileu?

    [Responder]

    Rachel Barbosa Resposta:

    @Ruz, Galileu não puxou ao pai humano, que adora uma pimenta rsrs

    [Responder]

  2. laila

    sorteio no http://www.cafefeminino.blogspot.com !!!!!!

    [Responder]

Deixe seu comentário:





Busca

© 2007-2016 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br