Porque fazer humor e podcast é uma arte

































O que vai na lancheira?


Autor: Phoebe ~ 15 de fevereiro de 2012. Categorias: Mona em Família.

Outro dia coloquei no twitter a minha dúvida-materna-cruel-do-dia –  o que colocar na lancheira da minha filha de 6 anos: um pacotinho de biscoito waffer ou alguns biscoitos recheados? Para mim, os dois seriam igualmente ruins, mas acabei descobrindo que a primeira opção, sabe-se lá por que cargas d´água, consegue ser ainda pior do que a segunda.

Até então eu nunca tinha me preocupado com essa questão, pois minha filha estudava em uma escolinha que fornecia todas as refeições – almoço, lanche e jantar.

A minha ideia inicialmente era mandar sempre um suco natural, uma fruta e dois sanduíches feitos com aquele pão bisnaguinha, recheados com requeijão e presunto de peito de peru.

É o lanche ideal, totalmente balanceado.

Mas como já cantaria o sábio Herbert Vianna, “a vida não é filme, você não entendeu”, e naquela correria de mandar para o banho, checar o uniforme, colocar as coisas na mochila, tirar a menina do banho, cheirar o cocuruto pra ver se lavou direito o cabelo, sentir uma ligeira nhaca, mandar de volta para o banho para lavar direito, pentear o cabelo da menina, olhar de novo a mochila pra ter certeza que ela guardou a tarefa de casa… bom, já deu pra entender, né? Nessa loucura toda, quando chega na porta do elevador você se lembra do lanche e volta correndo para catar na despensa a primeira coisa que vir pela frente.

Então as minhas dicas são para esse momento derradeiro: o que colocar na lancheira enquanto espera o elevador chegar!

1º.) Suco à base de soja

Já que é para ser industrializado, então vamos procurar as opções “menos ruins”! Aqui em casa, o suco Ades é um clássico, mais essencial do que pipoca em cinema. Os sabores preferidos pelos meus dois consumidores mirins são uva e pêssego. Morango eles toleram, mas maçã, abacaxi e laranja é melhor que nem ofereçam, pois eles não gostam. Mesmo.

2º.) Cookies integrais

Para ser bem sincera, comecei comprando aqueles cookies tradicionais, altamente engordativos e nada saudáveis, tipo Chocooky, da Nabisco (que são uma delícia, convenhamos, mas mais adequados para o final de semana). Só que a consciência pesou e pedi que meu esposo comprasse a versão integral. Ele trouxe um da Vitao, feito com farinha integral, sabor baunilha com gotas de chocolate. A minha filha levou para a escola e simplesmente amou! Aliás, só ela, não: toda vez que leva os cookies, pede para eu dar uma “reforçada” na quantidade, pois as amigas também se apaixonaram pelo biscoito e sempre dão uma beliscada no lanche dela.

3º.) Pipoca

Parece meio louco indicar pipoca para o lanche das crianças como sendo uma opção saudável, mas não é a pipoca de microondas e muito menos aquela que vende em qualquer esquina, em que geralmente a do saco amarelo é salgada e a do saco rosa, doce. Essa dica eu peguei com a minha nutricionista, que não apenas aprova o consumo como ainda prescreve como opção de lanche da tarde para nós, adultos: são as canjicas de milho da marca Okoshi. O sabor doce é feito com açúcar mascavo, e a salgada é à base de sal marinho. São deliciosas, idênticas àquelas pipocas industrializadas, mas muito mais saudáveis.

4º.) Iogurtes

Iogurte é sempre bom, ainda mais nessas versões atuais com probióticos, lactobacilos e outros nomes igualmente estranhos. Aqui em casa, como as crianças ainda são pequenas, o favorito ainda é o Danoninho (embora a gente tenha comprado mais os “genéricos”, como Batavinho, por exemplo), mas existem no mercado outras boas opções mais saudáveis. O Activia é um exemplo de iogurte saudável, gostoso e que sim, pode ser consumido normalmente por crianças de todas as idades.

5º.) Chocolate de soja

Por fim, outra sugestão da minha nutricionista: Choco Soy Pops. Só não recomendo com tanta ênfase porque acho um lanchinho meio caro – o pacote chega a custar R$ 4,00 em alguns lugares. São bolinhas de flocos de arroz cobertas com chocolate à base de soja, mas vou dizer… são deliciosas! Altamente crocantes e o chocolate é idêntico a qualquer outro do mercado. Quando estou comendo e ofereço para alguém, depois cito o fato de ser chocolate de soja só para rir da reação das pessoas, pois ninguém acredita.

E só para registrar, o ideal é a criança levar sempre mais de um item na lancheira: além do suco, uma fruta e/ou um item mais reforçado em carboidratos (cookies ou sanduíche ou pipoca etc).

Phoebe
@vi_marassi

 


Sorvete doce e salgado juntos!


Autor: Mafalda ~ 8 de julho de 2011. Categorias: Coisinhas de Mulher, Curtindo a Vida.

Oi gente,

Hoje a dica é para quem gosta de sorvete.  Tem uma marca super famosa aqui chamada Ben & Jerry’s.
Lembrei de contar para vocês porque aqui  tá fazendo um calor de endoidar. Para isso,  um sorvetinho nunca é demais, concordam?

Como minha praia é doce e salgado juntos, achei o sabor ideal: o Chubby Hubby, tecla sap – maridinho gordinho.
É de baunilha com uns caracóis de chocolate (fudge) e de presente, pretzels, aqueles salgadinhos em formato de coração, mas cobertos com chocolate. Tudo misturado e ao mesmo tempo agora, rsrsrs.

Há varios outros sabores interessantes, como sorvete de Creme Brulée ou Cinnamon Buns, que são uns pãezinhos de canelas bem famosos aqui. Tem também sorbets, que são como raspadinhas e sorvetes feitos com iogurte.
Há várias “Scoop Stores”  espalhadas pelos EUA e até em Cingapura.

Mas a minha dica é: ir no Wal Mart, Publix ou Target  comprar o sabor que você quiser e se lambuzar num parque, ou no hotel.





Busca

© 2007-2019 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br