Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Gotinhas mágicas para cabelos mais bonitos



Por Phoebe - 21 de março de 2012. Categorias: Coisinhas de Mulher.

O óleo de coco é o mais novo “produto da moda”, pela promessa de emagrecer e detonar a gordura abdominal só com o consumo de uma colher de sopa por dia.

Se emagrece mesmo ou se é pura enganação, não sei. E acho que nunca vou saber, porque não me agrada a idéia de engolir uma colher de óleo gosmento! Como existe o óleo também em cápsulas, talvez um dia eu até me anime e resolva fazer o teste se o negócio é tão bom assim como andam dizendo.

Agora, em pelo menos uma coisa, posso afirmar com certeza absoluta: o óleo é milagroso para os cabelos!

Como eu faço a escova definitiva (X-tenso da L´Oreal), chega a uma fase em que as pontas do cabelo já ficam bem ressecadas, mesmo fazendo hidratação e usando bons produtos. Desde que resolvi voltar a ser loira, aí a coisa degringolou de vez! Faço luzes com um produto também da L´Oreal, próprio para quem faz esse alisamento (não tem amônia na composição), mas mesmo com todos os cuidados, o cabelo fica muito seco. Tipo vassourinha piaçaba mesmo!

Já meio desanimada e quase desistindo da idéia de ter cabelos lisos E loiros (ou um, ou outro), comecei a pesquisar na internet sobre o que eu poderia passar na juba para que os cabelos voltassem a ficar bonitos. E então me deparei com vários depoimentos de pessoas que, por acaso ou não, descobriram o poder do óleo de coco!

Com base nos depoimentos, já fiz várias experiências:

a)  li o relato de uma moça que estava passando 1 colher de chá do óleo nos cabelos depois de lavados. Segundo ela, o cabelo não ficava com o cheiro do óleo e não ficava com aspecto oleoso. Fiz o mesmo no meu cabelo. De fato, não ficou com aspecto oleoso, mas ficou com cheiro de óleo de coco. Não é um cheiro desagradável, muito pelo contrário, mas como o cheiro é perceptível por quem está perto, não gostei dessa experiência.

b) Outra moça afirmou que estava passando o óleo no cabelo antes de lavá-lo. Passa o óleo, deixa um tempo agindo (uma hora ou mais), e depois lava normalmente. Fiz isso e até gostei, o cabelo ficou bem mais hidratado, mas não tão sedoso como na vez em que passei o óleo e deixei.

c)  E na busca pelo meio-termo, fiz uma nova tentativa: coloquei o óleo em um recipiente vazio de sabonete líquido e, depois de lavar os cabelos normalmente, coloquei nas mãos o creme sem enxágüe que costumo usar e pinguei umas 3 a 5 gotinhas do óleo de coco. Misturei bem e passei nos cabelos. Os cabelos ficaram com brilho, super sedosos, hidratados e, o que é melhor: sem cheiro de óleo! Também não ficaram pesados e muito menos com o aspecto oleoso. Ficaram com aquela carinha de cabelo sadio de propaganda de shampoo!

Acho que, dependendo do tipo de cabelo e do grau de oleosidade ou de ressecamento, outras pessoas poderão se adequar mais à primeira ou à segunda opção de uso do óleo. Eu me adequei perfeitamente à terceira opção e agora rezo para que o óleo de coco nunca mais saia de moda, porque já não consigo me imaginar sem a ajuda dessas gotinhas mágicas.

Vassourinha piaçaba agora, só a da bruxa do João e Maria!

Phoebe

Veja também:

Deixe seu comentário:





Busca

© 2007-2016 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br