Porque fazer humor e podcast é uma arte

































E quem falou que o problema é a tampa da privada?


Autor: Eubalena ~ 17 de fevereiro de 2011. Categorias: Ponto Gê.

Impressionante como a vida a dois nos remete a discussões baratas.
Quando eu era solteira e feliz, não que hoje eu seja infeliz, continuo feliz… Mas quando eu era solteira também era muito. E quanto a isso minha sogra já me disse, “Nem a melhor vida de casada é melhor que a pior vida de solteira”. Mas quem segue conselhos sábios nesse mundo?

Bom, voltando ao assunto, quando eu era solteira sempre achei que uma tampa levantada da privada ou uma pasta de dente aberta na pia do banheiro, era problema de mulher estressada. Porque brigar com o marido por bobagem era coisa de mulher paranóica.
Depois que minha vida deu um giro de 180°, e passei a dividir quase todos meus momentos com outra pessoa. Por incrível que isso possa parecer à aqueles que me conheceram um dia, bêbada, falando da felicidade em ser livre e que cabresto é coisa de cavalo, ou para meus leitores mais críticos que julgam de maneira rígida meus textos (o que é bem irônico, ser julgada radicalmente por julgar radicalmente), mas mesmo assim, eu vivo uma vida a dois feliz.

E nessa vida descobri que a tampa da privada é só um pretexto para outras milhares de coisas que acontecem no dia-a-dia de um casal. Pra ser sincera o inicio de uma briga de casal começa sempre por um motivo barato. E tá ai uma coisa em que homens saem perdendo, a memória barata das mulheres.

Quando começamos uma briga pela toalha molhada em cima da cama e terminamos falando da sua ex-namorada, e você, mudo, sem entender nada e com a conexão perdida, não vê lógica em nada que dissemos. Saiba que memória barata de mulher é capaz de marcar detalhes que ninguém consegue perceber e melhor ainda achar conexão entre eles. Afinal a porcaria da tolha molhada que você esqueceu sobre a cama, foi porque correu para atender ao telefone antes que a mulher visse que quem estava ligando era aquela ruiva vaca do trabalho e que ela morre de ciúme. E com razão, já que você esquece até da tolha na cama por causa dela. Viu? Tudo faz sentido.

Só para destacar isso tudo foi apenas um exemplo. Não é baseado em fatos reais, já que não existe nenhuma ruiva no trabalho do meu namorido (namorado meio marido). E não estou dando piti de mal amada.
O que quero dizer é que por mais que pareça meio idiota brigar pela tampa da privada, tenha sempre em mente que a tampa é apenas um pretexto, que a tolha molhada é apenas o estopim, de fato a briga tem motivos muito maiores e, é claro, sempre desconhecidos pelo universo masculino.





Busca

© 2007-2019 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br