Porque fazer humor e podcast é uma arte

































Se até eu consegui…


Autor: Phoebe ~ 18 de fevereiro de 2009. Categorias: Cantinho das Monas.

Essa vai especialmente para os homens e, por que não, também para as mulheres que, como eu, vêem a cozinha apenas como “o-lugar-onde-fica-a-geladeira”. Tem gente que é ás da culinária e tem gente que é asno da culinária, isso é fato. Se você também faz parte desse último grupo, então pode tentar reverter esse quadro fazendo uma receitinha muito simples e gostosa que pode te render uns pontinhos caso você decida surpreender a pessoa amada com um jantar romântico: ESTROGONOFE DE CARNE.

É a receita mais fácil do mundo, só perde para a receita de ovo frito. E se você tem medo de falhar, coragem: se até eu consegui, você também consegue! Yes, we can!

Pra começar, você precisa ir ao mercado. Sim, porque gente como a gente nunca tem os ingredientes necessários na prateleira.

* Na seção de conservas, pegue um vidrinho de champignon (aquele cogumelozinho meio amarelado).

* Na seção de temperos, pegue um vidro de amaciante de carne (um cuja receita já inclua sal).

* Ali na seção de leites, geralmente ao lado das latas de leite condensado, pegue uma caixinha de creme de leite.

* Não sei em que seção (se precisar de ajuda, é só perguntar pro tio da limpeza), pegue uma caixinha de molho de tomate. Tem quem prefira usar catchup, então fique à vontade.

* Na parte de legumes, pegue 1 cebola – resista bravamente à tentação de colocar mais algumas para que a caixa do mercado não te olhe de forma estranha. Como a gente não cozinha mesmo….

* Na seção de carnes, procure pelas bandejinhas de estrogonofe e pegue uma com mais ou menos 250g de carne. Os mercados maiores costumam vender bandejas com as carnes já fatiadas no tamanho ideal para o preparo desse prato. Se não encontrar de jeito nenhum, peça para o açougueiro do mercado fazer esse favorzinho pra vc. E se ele se recusar, então troque de mercado porque esse aí não presta!

Feitas as compras, é hora de pôr a mão na massa.

1) Pegue uma panela e coloque um pouco de manteiga, óleo OU azeite (“OU”, não é pra colocar tudo isso!). Eu prefiro azeite porque acho mais saudável, mas com manteiga também fica muito bom. Óleo, só se não tiver outro jeito!

2) Pegue a carne, lave-a (gentileza não usar sabão) e coloque-a em um prato. Por cima, salpique o amaciante de carne. A quantidade eu confesso que não sei, vai na fé que no fim tudo dá certo! Depois que salpicar, dê uma mexida na carne com as mãos, para o tempero ficar mais uniforme (como você é uma pessoa muito higiênica, claro que lavou bem as mãos antes de começar… NÉ?). Espere 15 minutos para o amaciante fazer efeito.

3) Enquanto aguarda, pegue a cebola, tire a casca, corte ao meio e pique-a em pedaços pequenos. Se precisar, ponha uns óculos escuros para essa árdua tarefa ou então aqueles óculos de soldador, que cobrem o rosto inteiro. Máscara de mergulho também serve.

4) Ligue o fogo e jogue a cebola na panela. Deixe fritar bem. Depois que a cebola já estiver meio moreninha (não preta, moreninha), jogue a carne e os champignons na panela. Vai sair uma aguinha da carne, aí você vai mexendo bem até parte dessa água secar e você notar que a carne está cozida por dentro (na dúvida, espeta um pedacinho e come, pra ver se já está no ponto). Não lembro quanto tempo demora, acho que é mais ou menos 15 minutos.

5) Quando a carne estiver boa, coloque meia caixinha de extrato de tomate ou um pouco de catchup (vai depender da sua preferência). Mexa um pouco e em seguida coloque a caixinha de creme de leite. Pronto, já pode desligar o fogo!

O prato é para ser servido com arroz branco e batata palha.

Boa sorte! Aguardo e-mails e comentários com depoimentos emocionados de quem tentou e se deu bem!

Beijos da Phoebe





Busca

© 2007-2022 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br