Porque fazer humor e podcast é uma arte

































Bela e o Príncipe Pupu


Autor: Eubalena ~ 27 de abril de 2010. Categorias: Cantinho das Monas.

Conto de fadas infantil

Era uma vez uma linda menina chamada Bela e que tinha um sonho na vida. Ela queria poder fazer cocô todos os dias.

Bela nasceu com o intestino preso e tinha sérios problemas de evacuação, o que lhe causava transtornos diários e a impossibilitavam de sentar normalmente.

Um dia o pai de Bela, sempre muito preocupado com a defecação da filha, passava por uma fazenda de danregulares e resolveu pegar um pouco para levar para ela. Mas o que ele não sabia é que o dono da fazenda era um príncipe amaldiçoado pela malvada bruxa Yakult que, irritada com a entrada no mercado de mais um concorrente purgativo,  lançou sua magia negra sobre o belo príncipe,  transformando-o em um enorme e falante cocô.

Hurinol, o húngaro responsável pela segurança da fazenda, prendeu o pai de Bela e lhe fez uma proposta: a liberdade do intestino da Bela pelo amor dela ao cocô gigante.

Se o pai  fizesse Bela concordar em ficar na fazenda, ela teria a sua disposição todo o iogurte a base de danregulares que fosse necessário.

O que o pai não sabia é que somente aquela que pudesse fazer o cocô em S e que não boiasse, conseguiria quebrar a maldição da bruxa e poderia casar-se com o belo príncipe.

O pai não pensou duas vezes, que já  não suportava mais ver o sofrimento de sua filha, já viciada no 46 do Almeida Prado, entregou a moça à Hurinol.

O tempo passou e Bela sempre foi mantida a uma certa distância de Pupu, o príncipe cocô, devido ao seu perfume, naturalmente. Mas um dia , quando Hurinol percebeu que Bela já evacuava diariamente, sua pele estava mais sedosa e seu cocô era um S perfeito e não boiava, viu que já era hora de Bela conhecer Pupu.

E numa linda manhã, Bela foi devidamente vendada e recebeu um grampo no nariz. No começa ela sentiu medo, mas Imelda, a penico gorvernanta da casa, por quem Bela já nutria muito amor e respeito, a convenceu que tudo seria para o seu bem.

Bela foi levada até um quarto real onde existia um enorme vaso sanitário no centro e, dentro dele estava Pupu, já quase morto pela maldição de  Yakult.

A moça, agora cagante, foi levada até o local e quando soube que estava em frente ao salvador de seu intestino, deu-lhe um beijo.

Neste momento, o Pupu transformou-se em um belo e garboso príncipe. Os dois casaram-se e foram felizes para sempre.

Apesar de Bela ainda ter problemas em aceitar o odor do esposo.

Fim.

Euba

PS: alguém postou essa foto no twipic e não resisti.





Busca

© 2007-2020 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br