Porque fazer humor e podcast é uma arte

































Diário de Casamento – A MARCAÇÃO DA IGREJA


Autor: Eubalena ~ 21 de junho de 2010. Categorias: Cantinho das Monas.

noivinhos festa junina
Coró e seu amigão Isaac em homenagem junina ao casal Jônatas e Áurea!

Hoje falarei sobre o item mais importante da maratona que é organizar um casamento, isso se você quiser casar no religioso e não apenas no civil. Midori e eu, como somos católicos, vamos casar na igreja e percebemos que a marcação do dia pode ser um problema.

Primeiro você tem que escolher a igreja, o que pra algumas noivas indecisas pode levar um tempo, mas no nosso caso fui eu mesmo quem escolhi a igreja, pois foi nela em que eu pedia todas as quintas (prefiro ir nos dias vazios) para passar em um concurso e depois arranjar uma noiva bem humorada e fiel. Como mulher fiel está em falta no mercado, eu achei que passaria primeiro no concurso e depois apareceria a noiva na minha vida. Bom acho que Deus resolveu inverter a ordem da coisa e acabei conhecendo a Midori logo depois, por isso quero casar lá.

Com a igreja definida faltava marcar o grande dia e mais uma vez eu decidi que seria legal dia 3 de fevereiro de 2011, quando fazemos 3 anos de namoro e como dia 3 não cai em um sábado faríamos dia 5. Claro que a escolha do dia foi discutida com a noiva, mas ela é uma pessoa bem indecisa sabe….

Mas o problemas mesmo ocorreu quando fomos na igreja, muito felizes, marcar a data e a secretária da igreja nos disse que nessa igreja, como não há uma grande procura para casamentos, eles só abrem a agenda do ano que vem a partir do dia 1 de junho! Isso não só nos deixou apreensivos bem como as nossas família também, pois deste modo até o dia 1 de junho não poderíamos saber com certeza em que dia iríamos casar e como contrataríamos as milhares de empresas que fazem do casamento a evento que ele é sem saber exatamente o dia em que íamos casar?

Como dizem os americanos “Shit Happens!” e bem que corremos o risco de alguém aparecer mais cedo que nós no dia primeiro e marcar no dia em que queremos casar, pois esta igreja também só faz um casamento por noite. E não foi exatamente isso que aconteceu?!? No dia 1 de junho apareceu uma pessoa na igreja as 6 de la matina pra marcar no dia em que queríamos casar!

Bom, o resultado foi que vamos casar no dia anterior ao esperado, numa sexta-feira, mas isso não irá atrapalhar toda a felicidade e animação que o momento propicia a todo, principalmente aos noivos.

Pelo menos agora podemos marcar com o Buffet, os cerimonial e com toda a variedade de empresas que ainda vamos contratar com dia certo e ainda falaremos sobre isso nos próximas semanas. Não percam!

P.S.: DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O CASAMENTO NO RELIGIOSO COM EFEITO CIVIL:

- Certidão de Batismo para fins matrimoniais (atente-se a validade de 6 meses);
- Comprovante de Residência dos Noivos;
- Cópia da Identidade;
- Comprovante do Curso de Noivos (que tem validade de 1 ano);
- Habilitação Civil (caso o casamento seja religioso com efeito civil);
- Cópia da Certidão do Casamento no Civil (apenas para os noivos já casados no civil);
- Efetuar os Proclamas. Obs.: Se os nubentes forem de uma mesma Paróquia, efetua-se apenas um Proclama, senão, efetua-se um Proclamas em cada paróquia;
- Duas testemunhas maiores de 21 anos (não podem ser os pais).

É importante lembrar que, de acordo com o Novo Código Civil, também é possível se casar primeiro no religioso e depois registrar o mesmo no civil.
Para isso, é necessário que os noivos compareçam ao cartório, juntamente com as 2 testemunhas (após a cerimônia religiosa) com os documentos habituais (Certidões e R.G.), o Requerimento de Religioso com Efeito civil e o Termo de Religioso com Efeito civil, feito pela igreja, já com a firma reconhecida do Celebrante (que realizou a cerimônia religiosa) e dar entrada nos papéis de casamento no cartório.
Após 16 dias, em média, os noivos ou outras pessoas designada por eles, deve comparecer ao cartório e retirar a certidão de casamento civil.

Jônatas – O Noivo


Monacast 19 – Festa Junina


Autor: Mafalda ~ 4 de junho de 2008. Categorias: podcasts.

Qual a diferença entre Matuto e Caipira? Paçoca é a mesma coisa no Sul e no Nordeste? Quem é o rei do baião? E quem tem trauma de quadrilha na escola, pescaria e correio elegante? Quem queimou as calças pulando fogueira?

Descubra no Monacast da Festa Junina, com Mafalda, Phoebe, Iracema e Gê, prima da Eubalena e membro do Pastel de Feira Cast.

Saiba também as simpatias mais quentes para arrumar marido, Sô!! ahahahaha

Eita que isso aqui tá muito BOM!!!! E que vontade de comer um pedaço de bolo de cenoura com cobertura de chocolate!

Mandem seus comentários para monacast@monalisadepijamas.com.br

Beijos da Mafarda!

E Atenção! Não perca nosso incrível Concurso!

Envie para nós um e-mail para monacast@monalisadepijamas.com.br com 3 sugestões de temas. O e-mail que apresentar as 3 melhores sugestões será premiado com um pendrive Kingston 1Gb comprado em loja (em terra de contrabando, quem tem nota fiscal é rei), carregado com todos os Monacasts! Nós iremos analisar todas as sugestões e poderemos utilizar os temas de e-mails que não foram premiados – portanto, o ideal é juntar o melhor da sua criatividade em uma única mensagem, para aumentar as chances de ganhar! Cada um pode participar com quantos e-mails quiser, até o dia 30 de junho. No dia 04 de julho divulgaremos o resultado.





Busca

© 2007-2020 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br