Porque fazer humor e podcast é uma arte

































Diário de Casamento: ERA PRA SER ASSIM


Autor: Eubalena ~ 9 de março de 2010. Categorias: Mona em Família.

diario de casamento

No final de 2008, depois de ter passado por inúmeras decepções com as mulheres, decidi procurar uma que fosse boa para namorar e também católica, pois sou católico e já tive namorada que não seguia esta religião e não queria casar, o que era meu objetivo futuro…

Contudo, imaginei, como faria para saber se uma moça bonita era católica sem chegar e perguntar a ela, o que seria bem estranho pra primeira vez que você conhece alguém, né? Foi aí que me surgiu a ideia de procurar uma namorada no Orkut, pois usando o filtro que tinha na época, eu conseguiria sabem quem era solteira, católica e de Brasília numa procura simples. O resultado dessa procura, como vocês podem imaginar foi enorme, mas uma das fotos me chamou a atenção. Era uma japonesinha que estava sorrindo em todas as fotos (um sorriso lindo aliás) e que tinha duas fotos bem interessantes, mas uma delas não dava para perceber onde era.

Como não tinha nada a perder, comecei a conversar com ela no Orkut e já pedi o MSN podermos conversar melhor. Depois de muita conversa ainda estava curioso sobre a tatuagem de golfinho que aparecia no Orkut mas que não dava para perceber onde era e resolvi perguntar onde ficava. Foi quando ela disse: “você está muito interessado no meu golfinho, hein!” e eu não deixei a oportunidade passar e disse: “Não é no golfinho que estou interessado e sim em você!”. A partir daí acho que ela gostou do galanteio e combinamos de ir à um shopping bem movimentado aqui de Brasília.

Como a gente sempre vê na TV que pessoas que se aventuram em encontros com pessoas estranhas que conheceram na internet acabam se dando mal, ela resolveu levar a irmã dela e uma amiga, ainda por cima, para garantir sua segurança. Como eu ainda não tinha almoçado, mas ela sim, resolvemos ir todos ao Burguer King e a irmã e a amiga depois de me analisarem bem, resolveram passear no shopping e me deixar a sós com minha futura namorada. Aliás, eu já tinha dito a ela que ela seria minha namorada mas acho que ela não estava confiando em minha previsão ainda.

Como ela é baixinha, estava usando um salto enorme para tentar ficar mais bonita, o que ela não sabia era que eu gosto mesmo é das baixinhas. A conversa foi bem legal, mas no meio do Burguer King é difícil pintar um clima romântico, né? Então, depois de conversarmos e eu ter almoçado, fomos ao encontro da irmã e sua amiga. Chegando numa loja e pressentindo que o encontro estava a beira de ser um fracasso, a chamei para fora da loja para me despedir e dei um beijão nela.

Acho que deveria ter feito isso mesmo, pois ela gostou e no outro dia fomos ao cinema. Assistimos O Caçador de Pipas, que não é um filme muito romântico mas é bem interessante. Depois de ver o filme e comer (dessa vez ela comeu também), fomos para casa dela e ficamos parados dentro do carro, em frente ao portão da casa, com uns 10 cachorros olhando e latindo. Após a festa canina, ela deitou-se no meu colo e num momento romântico eu resolvi pedi-la em namoro e ela aceitou meio surpresa por tudo ter acontecido tão rápido.

Jonatas





Busca

© 2007-2019 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br