Porque fazer humor e podcast é uma arte

































O QUE SEU FILHO DEVE SABER SOBRE A TECNOLOGIA DIGITAL?


Autor: Eubalena ~ 20 de maio de 2009. Categorias: Mona em Família.

http://www.flickr.com/photos/mariangelafelicity_totaro/2145982861/

Hoje, quase que posso chegar em casa e pedir para a minha filha de cinco anos ligar o computador e verificar para mim os e-mails, imprimir as tarefas para o dia seguinte e ainda fazer uma pesquisa no google sobre qualquer assunto. Depois que ela aprendeu a ler e a escrever isso quase que é uma realidade.

Você com cinco anos de idade fazia algo parecido? Eu nem sabia ler, muito menos escrever.

Daí vem aquela dúvida dos pais dessa nova geração: Como podemos lidar com essa tecnologia digital que sempre está entre nós e nossos filhos?

Considere no seu quotidiano uma tesoura, uma ferramenta comum que cada criança se esforça para dominar, mas eventualmente aprende a usar com a sua experiência adquirida em suas aulas de artes. Hoje nós a dominamos com a maior facilidade, mas quando foram introduzidas pela primeira vez em 1761, foram, literalmente, tecnologia de ponta.

Hoje, graças a microprocessadores e a Internet, existem muitos novos tipos de “tesoura” para uma criança dominar. E para nós adultos, também, claro. Mas o que especificamente uma criança deve saber sobre as tecnologias digitais?

O primeiro passo é começar a pensar para além do mouse e teclado. Não vamos nos restringir somente computador. Considere, por exemplo, que a maioria das crianças que crescem hoje já abriram um cartão musical. Esta interação envolve um microprocessador que é mais poderoso do que o primeiro IBM PC!

Além disso, devemos considerar também uma variedade de ferramentas de base tecnológica, incluindo câmaras digitais, TV, microscópios ou dispositivos de captura de vídeo, que pode aumentar a exploração da criança.

Então, como você ensina às crianças sobre esses tipos de experiências? Na minha opinião, você simplesmente não ensina. Isso mesmo, não ensina. Por apenas integrar tais experiências em uma rotina diária da criança, elas podem se adaptar e se tornarem mais hábeis em usá-los. Mistérios técnicos de como usar os menus de um programa ou saber quando um brinquedo precisa de novas pilhas, em breve se tornarão uma segunda natureza para ela. Basta manter essas tecnologias em equilíbrio com outras atividades não-digital e rotinas.

Eu já deixei a câmera de filmar e de fotografar para ela se deliciar e produzir seus próprios vídeos e fotos. E ela adora. Hoje, ela não precisa mais me chamar para por um dvd e selecionar o AV e ligar o home theatre. Confesso que isso é um alivio. E por fim, realmente a minha filha sabe ligar o computador. Mas é para acessar o google e procurar por fotos para os seus trabalhos escolares e principalmente jogos para meninas, como ela chama e imprimir as intermináveis variações de fadinhas que ela veste.

E a relação do seu filho com a tecnologia digital? Como é? Você ainda é requisitado para colocar o DVD para reproduzir?





Busca

© 2007-2020 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br