Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Torturas da Euba



Por Eubalena - 17 de setembro de 2010. Categorias: Cantinho das Monas, Sem categoria.

Apesar de tudo, eu serei justa! Não posso falar mal do Restart tendo sido a feliz proprietária de um LP do Menudo. Não posso criticar a filha da minha amiga e a sua calça amarelo cheguei se eu sou dos anos 80.
Mas posso achar estranho ver milhares de meninas achando lindo um vocalista que é assim, uma versão masculina da Malu Magalhães vestida de Zé Bonitinho?

Hoje a tortura é para lembrar que não devemos perder a pouca fé que ainda temos na humanidade. Já vimos tudo isso antes… Só que com roupinhas de lycra e sotaque porto-riquenho.

O negócio é não se reprimir!

Euba

Veja também:

11 Comentários to Torturas da Euba

  1. Jedilady

    AH QUE SAUDAAAAAAAAAADES….hehehe…infelizmente eu não tinha VCR na época pra eternizar esses momentos. Valeu Euba..hehehe. E eu dançava essa coreografia pras visitas ! . Anyway, ainda curto um disco deles em Espanhol. Tem gente que não se emenda ;)

    [Responder]

  2. Kaen

    Hahaha! Será que outro dos menudos vai assumir ser gay? XD

    [Responder]

  3. Paula Yuri

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Euba fala sério que nostalgia!!! Eu adorava os Menudos qdo eu tinha meus 8 anos, e lembro até hoje que o Rick Martin era o meu favorito. Levava a fotinho tosca dele num broche, no uniforme da escola.

    [Responder]

  4. Ju Teófilo

    EUba, vc tem toda razão. Mas pensando naquela época, tinha uma questão a mais na coisa ( que é meu motivo de mega irritaçao com o Restar): o Menudo e as n bandinhas por que surgiram e naufragaram nos 80 não tinham pretensão de dizer que estavam fazendo “um música”, “um trabalho” ou que tinham uma “proposta”. Além disso, embora tivessemos mil bandinhas descartáveis, tínhamos Legião Urbana, Titãs (nos melhores tempos), Cazuza vivo, Ira!, Plebe Rude, Paralamas…(good times). As bandinhas não se davam essa importancia toda.
    A nova geração tá sem muita opção. Vc olha prun lado e tem um nego gemendo do NXzero, olha pro outro e é mimimi do Fresno, Bandinha Hori (do Fiuk) e Restart. A musica deste é de se enforcar…
    E sim, um dia as meninas que amam Restart lembrarão rindo disso tudo. Mas não sei se terão outras opções mehores no cenário musical atual do pop.
    Bjs

    [Responder]

  5. Ruz

    Realmente a humanidade funciona em ciclos.. quando achavam que essas desgraças coloridas tinham acabado, como uma fênix elas ressurgem mais fortes e agressivas que antes.

    [Responder]

  6. Mafalda

    Eu fui em um show do Menudo. :p
    Engraçado que não fui doida pelo RPM, embora curtisse as músicas. Gostava mais do Ultraje a Rigor, Blitz, Lulu Santos, Paralamas – pra compensar. :)
    Esta Tortura foi a mais divertida pra mim!
    Bjs

    [Responder]

  7. Analu

    Eu fui fã de carteirinha do Menudo. Literalmente. Era sócia do fã-clube. Fui a todos os shows que eles fizeram no Brasil. Tinha todos os discos. Ficava na porta do hotel gritando para eles aparecerem na janela. Usava mil bottons na roupa, tinha uma pasta de recortes com tudo que saía deles em revistas e jornais. Não saia de casa sábado à noite para assistir o programa do Gugu, Viva a Noite (Viva a noite! Viva! Viva! Viva! kkkkkkk), porque sempre passava alguma coisa deles. E chorava rios de lágrimas… Segundo minha mãe, dava pra acabar com a seca do nordeste o tanto que eu chorei por aqueles meninos… E torrei muito a paciência dos meus irmãos mais velhos (sou raspa de tacho) ouvindo os discos no último volume, enquanto eles gostavam de rock’n roll… kkkkkkkk Enfim, acho que sobrevivi sem maiores consequências a ser obcecada por um ídolo na adolescência. Nunca ouvi falar nesse tal de Restart… nem vi suas caras ou conheço as suas músicas… Mas acho que faz parte dessa fase da vida esse tipo de atitude desvairada… kkkkk Ai, ai, saudades daquela época em que não tinha responsabilidade nenhuma a não ser estudar pra prova…

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    Analu, adorei seu comentário!
    Época boa, em que não tinhamos preocupações e grandes responsabilidades.
    Mas também ficou feliz que já passei por todas estas coisas.
    Bjãoo

    [Responder]

  8. Helena Sousa - Brasília

    É eu aindanão consigo entender pq tanta implicância com o Restart. Li um comentário acima falando que eles dizem que “fazem música” até aí eu não faço ideia, não é minha praia, não ouço, não vejo nada sobre eles.
    Meu filho gosta,ouve e eu não implico ( implico só com algumas outras músicas que tem umaletras de baixo nível ).
    Qdo eu era adolescente, eu gostava de um monte de coisas que minha mãe achava uma porcaria, e acho que outras pessoas tbm. Mas e aí, quem tava certo?
    Eu acredito que todos passamos por fases na vida e que é através dessas fases que vamos nos descobrindo.
    Eu gostei do Menudo, do Ursinho Blau-Blau ( gente acho que esse nem era o nome da banda), do Metrô, da Blitz, Legião, RPM, Ultraje, Titãs, Queen, Marina, Simone, Rod Stewart… até de pagode eu já gostei! :o ( Aliás de alguns dos cantores citados eu ainda gosto). Se eu passei por tudo isso, pq a nova geração não pode passar? :)
    E eu não acho rever o Menudo uma tortura. ;)

    Ah, tivemos a nossa época New Wave, mas o máximo que eu usava eram as camisetinhas sobrepostas e coloridas. Calça colorida pra mim era demais. Eu sempre fui adepta do jeans azul.

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    Helena, estas calças coloridas voltaram com tudo agora!
    Acho que não é tortura para nós, que vivemos esta febre, mas para os rapazes, com certeza é. rsrsrs.
    Bjs

    [Responder]

  9. Phoebe

    Eu nem vou poder reclamar da minha filha quando ela ingressar nesse mundinho da trash music… Meus pais aguentavam calados o meu disco do Inimigos do Rei a todo vapor, com suas músicas pra lá de estranhas (“susy inflável, meu sonho selvagem, suzy inflável, é meu modelo de mulher, é, suzy inflável tem efeito bumerangue, seu último namorado milionário morreu / enforcado na calcinha de um gay”… Eu tinha uns 9, nem entendia que as letras eram tão pavorosas assim! kkkkk)!

    Acho que esse tipo de trash tem em todas as épocas, e até mesmo o que a gente considera bom, os mais velhos vão sempre considerar trash. Meus pais nunca gostaram de Legião Urbana, por exemplo.

    Mas valeu, Euba! Vou ter pesadelos com essa reboladinha! kkkkkkk!

    [Responder]

Deixe seu comentário:





Busca

© 2007-2016 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br