Porque fazer humor e podcast é uma arte

































Legendas dO que estou pensando? #42 – Em Vídeo


Autor: Mafalda ~ 28 de março de 2011. Categorias: Que estou pensando?.


Agora, senhora.. como teste final, imite um extinto dodô.
@andreruz

Póóóóóóóóó de diamante!!
@davigraeff

cantora: Ah, não! Vou ter que voltar pro interior do Texas
e caçar tatu pro resto da vida! Lá vou eu!!!!
@DiasCamila

Meu deus ela acha que é o cisne negro,
mas ta mais apra galinha vermelha srsrs
@ogeniodomal

Eu já sabia!! Olha eu posso voar!!
@juhsilvestre

Agora a disputa vai ficar difícil para os jurados.
Qual o esquisito mais talentoso?
@ronaldcurtis

Primeiro de Abril, moça.. vc não ganhou nada não, pode sair por aí..
Ruz

I’m the blue bird! Blue bird, craaaaah!!
beatlemaníaco

Drooooogas, mano!
@JessLeles


Legendas dO que estou pensando? #41


Autor: Mafalda ~ 14 de março de 2011. Categorias: Que estou pensando?.


Proibida a entrada de gênios do mal.
@lamoan

I’m with George Lucas
@andresinkos

É sério!! Eu era um dos brinquedinhos do Toy Story!!
@andreruz

Ae, seu garda… tem um cigarro pra patrocinar o império do mal?
@JessLeles

Como assim não posso entrar?
A Padmé vai ter um filho meu! Meeeeeuuuuu!
@DruidaLucas

O que?? Está no convite para vir de pretinho básico longo…
@andreruz

Se a Lady Gaga pode eu tambem posso.
Rozemberg

Você não é o bom? Usa a força que eu quero ver!!!
ony2005

Você sabe com quem você está falando? Eu sou o seu pai!
@maxoel

O George Lucas me conhece…
Vai lá, fala com ele pra liberar minha entrada triunfal!
@pensealem

Desculpe senhor Darth Vader, mas o George Lucas não ganhou
o Oscar de melhor diretor, pelo menos não nessa galáxia.
@machoemcrise

Clone maldito,quero entrar!
b.boy tas

Vcs tem 2 opções, ou abrem o portão ou eu entro mesmo assim!
Vocês não sabem que eu tenho treino Jedi???
#won
@DiasCamila

Depois da nova triologia tenho sempre que entrar escondido
pra não apanhar… Damit!
@thiagoiorio

Se não me deixar passar agora, vou fazer a
minha Estrela acabar com as suas estrelas!
@herika

É que o Luke esqueceu o sabre de luz dele
e eu preciso entrar para entregar…
@prispacheco

Venha para o Cisne Negro da Força!
Ruz

Sem documentação e sem tirar essa máscara você não entra!
- Mas eu sou seu pai!
@VJs_MTV

Desculpe. Mas sua credencial não permite entrar
pelo lado dourado da força.
Hal


Palpites para o Oscar 2011


Autor: Mafalda ~ 27 de fevereiro de 2011. Categorias: MonaCine, Sofá da Mona.

Hoje é o dia da entrega do Oscar. Com tudo o que foi falado e depois de ter assistido a todos os filmes indicados, já dá para arriscar alguns palpites sobre as chances que cada um tem de levar o prêmio de melhor filme.

Os 10 que concorrem ao prêmio são A Rede Social, Bravura Indômita, A Origem, Toy Story 3, O Discurso do Rei, Cisne Negro, 127 Horas, O Vencedor, Minhas Mães e Meu Pai e Inverno da Alma. Entre eles temos drama, biografia, faroeste, ficção científica, suspense e animação, enfim, vários tipos de filmes diferentes, que agradam a diversos tipos de público.

Com 10 indicados, temos aqueles filmes que estão na lista apenas para fazer número. Penso que Inverno da Alma, Minhas Mães e Meu Pai e 127 Horas dificilmente estariam entre os indicados a melhor filme na época em que eram apenas 5. Não são filmes ruins, mas são os mais fracos entre os 10.

Bravura Indômita é a refilmagem de um faroeste de 1969. O filme, dirigido pelos Irmãos Coen, é interessante e conta com as ótimas atuações de Jeff Bridges e da jovem Hailee Steinfeld. Talvez se os Coen não tivessem levado o Oscar há 3 anos, por Onde Os Fracos Não Têm Vez, ele estivesse mais bem cotado. Não acho que tenha grandes chances de levar o prêmio.

A Origem foi um dos filmes mais comentados de 2010. Quando saiu, gerou horas e horas de discussões pela sua trama cheia de detalhes e, principalmente, pelas dúvidas que coloca na cabeça dos espectadores. Tem a grande desvantagem de ser um misto de ação com ficção científica, tipos de filme que quase nunca (ou nunca) ganham o Oscar. Além disso, foi lançado fora de época, nas férias de verão nos EUA, enquanto os “filmes de Oscar” acabam saindo mais próximos ao final do ano, para estarem frescos na memória de quem vai votar. Seria uma vitória muito interessante, mas bem improvável.

O Vencedor é o típico “filme de Oscar”, baseado em história real, mostra dificuldades e superação, tem drama familiar e uma pessoa destruída pelas drogas. No entanto, para mim, é um dos filmes menos memoráveis entre os indicados. Tem um roteiro muito simples. Acaba valendo muito mais pelas atuações de Mark Wahlberg, Amy Adams, Melissa Leo e Christian Bale, que vão, em ordem crescente, de boa a espetacular. Não fica com a estatueta de melhor filme, mas deve conseguir outros prêmios para coleção.

Toy Story 3 foi, para muitos, o grande filme de 2010. Ele é divertido e emocionante, tanto que poucas vezes vi tantas pessoas deixarem a sala de cinema chorando. Só que Toy Story 3 é uma animação e eu duvido muito que algum dia este tipo de filme irá ganhar o prêmio máximo da noite do Oscar. Mas não dá para negar de que seria muito legal se isso acontecesse.

Cisne Negro é o filme do momento. Algumas pessoas odiaram, mas a maioria sai do cinema totalmente hipnotizada pelo drama da garota travada, criada para ser uma estrela do ballet. Os comentários a respeito do filme são apaixonados e na votação que fiz lá no Grandes Filmes ele é o que mais cresce atualmente. Cisne Negro é um suspense que usa a dança como pano de fundo. Enquanto Mila Kunis e Vincent Cassel trabalham como bons coadjuvantes, Natalie Portman brilha. Vi algumas pessoas reclamando que ela está muito chorosa, mas acho que foi na medida certa que a personagem precisava. É um tipo de filme que costuma agradar à Academia, mas tem o ônus de não ter ganho nenhum outro prêmio. Acho difícil que surpreenda.

A Rede Social era o filme que vinha sendo apontado como o principal candidato ao Oscar, mas perdeu um pouco de força com as últimas premiações que elegeram O Discurso do Rei como o melhor filme. O drama de David Fincher, que conta a história do criador do Facebook, é tecnicamente perfeito e agradou ao público. Talvez falte para ele uma grande atuação; os atores principais estão OK, mas não teve aquela interpretação bombástica, coisa que O Discurso do Rei tem de sobra. Ainda é um dos grandes candidatos e tem muita chance de levar a estatueta.

O Discurso do Rei tem tudo o que um filme precisa para ganhar o Oscar: um protagonista desajustado, que não se adequa ao mundo à sua volta, uma história de superação, muito drama, mas com vários momentos irônicos, coadjuvantes interessantes e uma trama que acaba por nos envolver e, por que não, nos bota para cima. Além de tudo isso, tem o fato de também ser baseado em fatos reais, o que gera interesse em saber mais a respeito dos personagens. Mas como disse acima, o que realmente diferencia O Discurso do Rei são as atuações: Colin Firth e Geoffrey Rush dão um show, enquanto Helena-Bonham Carter trabalha muito bem como “atriz de suporte”. O filme ganhou vários prêmios neste começo de ano, não é de duvidar que seja coroado com o Oscar de melhor filme.

E para vocês? Quem leva o Oscar de melhor filme?


60 MOTIVOS PARA IR AO CINEMA EM 2011


Autor: Mafalda ~ 8 de janeiro de 2011. Categorias: MonaCine.

Chegamos 2011 e fica aquela pergunta: será que vai ser um bom ano para o cinema?
Todos sabem que o esperado O Hobbit foi adiado, ficará (se Ilúvatar permitir) para 2012. No entanto, na categoria heróis / fantasia teremos Thor, Besouro Verde, Rango, Carros 2, Cowboy & Aliens, Lanterna Verde e Harry Potter, entre muitos outros.

Como sempre acontece, janeiro e fevereiro estão recheados de bons filmes que concorrerão ao Globo de Ouro e, provavelmente, ao Oscar e que ainda não estrearam por aqui. Filmes como Inverno da Alma, Um Lugar Qualquer, o Discurso do Rei e Cisne Negro serão lançados e estão entre os mais aguardados.

Confira uma lista de 60 motivos para ir ao cinema neste ano.

Janeiro

Além da Vida (Hereafter), de Clint Eastwood
Enrolados (Tangled), de Nathan Greno e Byron Howard
O Turista (The Tourist), de Florian Henckel von Donnersmarck
As Viagens de Gulliver (Gulliver’s Travels), de Rob Letterman
Biutiful (Biutiful), de Alejandro González Iñárritu
Bravura Indômita (True Grit), de Ethan Coen e Joel Coen
Lixo Extraordinário (Lixo Extraordinário), de João Jardim, Karen Harley e Lucy Walker
Amor e Outras Drogas (Love and Other Drugs), de Edward Zwick
Deixe-me Entrar (Let Me In), de Matt Reeves
Inverno da Alma (Winter’s Bone), de Debra Granik
Um Lugar Qualquer (Somewhere), de Sofia Coppola

Fevereiro

O Discurso do Rei (The King’s Speech), de Tom Hooper
O Mágico (L’illusioniste), de Sylvain Chomet
Cisne Negro (Black Swan), de Darren Aronofsky
O Vencedor (The Fighter), de David O. Russell
127 Horas (127 Hours), de Danny Boyle
Besouro Verde (The Green Hornet), de Michel Gondry
Rabbit Hole (Rabbit Hole), de John Cameron Mitchell

Março

Como Você Sabe (How Do You Know), de James L. Brooks
Rango (Rango), de Gore Verbinski
Turnê (Tournée), de Mathieu Amalric
Bróder (Bróder), de Jeferson De
Sucker Punch – Mundo Surreal (Sucker Punch), de Zack Snyder
Ricky (Ricky), de François Ozon

Abril

Rio (Rio), de Carlos Saldanha
Os Agentes do Destino (The Adjustment Bureau), de George Nolfi
Cópia Fiel (Copie Conforme), de Abbas Kiarostami
Pânico 4 (Scream 4), de Wes Craven
Atividade Paranormal em Tóquio (Paranormal Activity: Tokyo Night), de Toshikazu Nagae
A Garota da Capa Vermelha (Red Riding Hood), de Catherine Hardwicke
Haywire (Haywire), de Steven Soderbergh
Paul (Paul), de Greg Mottola
Thor (Thor), de Kenneth Branagh

Maio

Source Code (Source Code), de Duncan Jones
Velozes e Furiosos 5 (Fast Five), de Justin Lin
Padre (Priest), de Scott Charles Stewart
Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas (Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides), de Rob Marshall
Se Beber, Não Case! 2 (The Hangover 2), de Todd Phillips

Junho

X-Men: First Class (X-Men: First Class), de Matthew Vaughn
Kung Fu Panda 2 (Kung Fu Panda 2), de Jennifer Yuh
Lanterna Verde (Green Lantern), de Martin Campbell
Carros 2 (Cars 2), de Brad Lewis
Melancholia (Melancholia), de Lars Von Trier

Julho

A Árvore da Vida (The Tree of Life), de Terrence Malick
Transformers: Dark of the Moon (Transformers: Dark of the Moon), de Michael Bay
Harry Potter e As Relíquias da Morte – Parte 2 (Harry Potter and The Deathly Hallows – Part 2), de David Yates
Captain America: The First Avenger (Captain America: The First Avenger), de Joe Johnston

Agosto

Rise of the Apes (Rise of the Apes), de Rupert Wyatt
Cowboys & Aliens (Cowboys & Aliens), de Jon Favreau
Os Smurfs (The Smurfs), de Colin Brady
O Palhaço (O Palhaço), de Selton Mello
Conan (Conan), de Marcus Nispel

Setembro

Premonição 5 (Final Destination 5), de Steven Quale
Super 8 (Super 8), de J. J. Abrams

Outubro

Deu a louca na Chapeuzinho 2 (Hoodwinked 2: Hood vs. Evil), de Miek Disa
Fright Night (Fright Night), de Craig Gillespie
Midnight in Paris (Midnight in Paris), de Woody Allen
Footloose (Footloose), de Craig Brewer

Novembro

Dream House (Dream House), de Jim Sheridan
As aventuras de Tintin: O segredo do Licorne (The Adventures of Tintin: The Secret of the Unicorn), de Steven Spielberg

Mas sempre lembrando: assista por sua conta e risco. Feliz 2011!





Busca

© 2007-2020 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br