Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Não existe a perfeição – neuras femininas



Por Phoebe - 6 de março de 2012. Categorias: Coisinhas de Mulher, Curtindo a Vida, Ponto Gê.

Ela vai para o salão toda semana, hidrata o cabelo, faz as unhas e dá um corte. Bate ponto na academia no mínimo três vezes por semana, almoça salada e janta um shake de farmácia. Passa base, pó, batom, lápis e rímel. Aplica creme contra celulite duas vezes ao dia. Se ainda não fez plásticas, sonha loucamente com o dia em que irá colocar silicone nos seios e tirar alguns gramas de gordura do abdômen.

Ela é escrava da beleza e se acha feia. Todos dizem que é linda, mas ela sabe que aquele pneuzinho e aquela celulite mal-instalada acabam com a sua auto-estima. Ela é insegura e sempre acha que o namorado irá trocá-la qualquer dia desses por alguma mulher que seja mais perfeita do que ela.

É um relato triste, mas verdadeiro e cada vez mais comum. Dizem que essa neura feminina começa desde a mais tenra infância, quando a filha começa a observar o comportamento da própria mãe. Pode ser verdade – lá em casa minha mãe sempre teve uma vaidade sob controle, saudável. Ia a salões, mas não era escrava deles. Nunca ficou se lamentando que estava gordinha ou que o cabelo estava feio ou que o esmalte da unha descascou e-não-tenho-tempo-de-ver-a-manicure-ainda-hoje.

Simplesmente aceitar a si mesma, sem neuras nem cobranças. O que puder ser melhorado, ótimo: uma ajeitada no cabelo aqui, uma plástica se você acha o seu nariz horrível, um aparelho nos dentes para dar uma alinhada, um blush para dar um aspecto mais saudável à fisionomia. A vaidade é inerente à mulher, já nascemos vaidosas. Isso é saudável, não há nada de errado.

O problema passa a existir quando a mulher nunca está satisfeita consigo mesma, sempre encontrando pequenos defeitos que a fazem ficar deprimida.

Quando isso acontece, há que se trabalhar muito a cabeça para afastar esses pensamentos e, se sentir que não está conseguindo, é o caso de buscar ajuda profissional (psicólogo, terapeuta etc).

Para dar uma reforçada na auto-estima, nada melhor do que ouvir essas duas músicas: “Just the way you are”, do Bruno Mars, e “Born this way”, da Lady Gaga.

Bruno Mars canta sobre uma mulher que ele acha linda, exatamente do jeito que ela é, embora ela mesma não se ache bonita. “A risada dela, ela odeia mas eu acho tão sexy”. Ele a elogia mas ela não acredita nas palavras dele. “É tão triste que ela não veja o que eu vejo”.

Já Lady Gaga diz que não há nada de errado em amar-se do jeito que você é, pois Ele fez você perfeita, e “Deus não comete erros”. Não se esconda na culpa/arrependimento, ame-se do jeito que você é.

Então, da próxima vez que ouvir um elogio, acredite. Não tenha a pretensão de ser perfeita, pois os defeitos que você enxerga, na maior parte das vezes são vistos somente por você.

Phoebe

 

 

Veja também:

8 Comentários to Não existe a perfeição – neuras femininas

  1. Dávine

    ai pheobe sua linda..obrigado por me animar um pouquinho..tive problemas sérios alimentares..e outras besteiras que prejudicaram minha saude por essa busca inexixtente..mas além de convivio familiar,agente também sofre muito por imagens não realistas de midias exteriores..but whatever..tentando melhorar minha auto estima..e muito obrigado pelo texto..adorei…

    [Responder]

    Phoebe Resposta:

    @Dávine,

    Depois dá uma lidinha no comentário e na resposta aí embaixo! ;)

    [Responder]

  2. KellBonassoli

    Mais do que se livrar das neuras de perfeição, o fundamental é que cada uma conheça a si mesma, e seja consciente de quem é.
    Aceitar elogios já foi mais difícil para mim, eu sempre ficava desconfiada achando que a pessoa estava me zoando.
    Naquele tempo, eu não sabia quem eu era, tinha uma imagem totalmente distorcida de mim, tinha alguma angústia com padrões, como se atingir o padrão fosse garantia de que todos os problemas de sua vida estariam resolvidos.
    Aparência é apenas um detalhe.
    Pessoas são muito mais complexas e interessantes do que aquilo que os olhos nos trás.
    Pessoas são multicoloridas e brilhantes, nos surpreendem e nos encantam o tempo todo. Quem é que não tem aquela amiga que basta sorrir perto das pessoas para contagiar a todos com alegria? E pensando bem, ela não tem nada dos padrões e mesmo assim é linda.
    Adorei seu post, Phoebe :)

    [Responder]

    Phoebe Resposta:

    @KellBonassoli,

    Exato, Kell! Isso que vc falou já é tema para outro post… rsss! Eu conheço muita gente que pode até ser considerada “feia”, mas que não fica sozinha nunca! Se termina um namoro, já engata em outro em seguida, se quiser. Porque beleza só é interessante na hora da aproximação, mas não é o que faz com que uma pessoa queira realmente estar com você. A coisa é muito mais complexa e interessante, como você disse! E nesse ponto, se a mulher ficar nessa neura da busca pela beleza, certamente vai ficar lá atrás na “Fila mágica das pessoas interessantes”! Porque não tem coisa mais chata do que uma pessoa que deixa de ser feliz, animada e autêntica só por conta desses detalhes. “Ai, tô horrível porque minha unha descascou e não vou poder ir ao salão essa semana”. “Ai, vou me trancar em casa o final de semana todo, engordei 1kg” (naquele lugar que só a pessoa percebeu, e vc olha, olha e não vê diferença). Uma vez, lá pelos 12, li numa revista tipo Querida / Capricho uma enquete em que os rapazes respondiam se gostavam mais das meninas que pediam salada ou se preferiam aquelas que partiam para o sanduíche com eles. Adivinha quem ganhou? rss!

    E a culpa é total da mídia e das próprias mulheres. Homens, salvo exceções, não ligam para esses detalhes. Quem liga e exige e acha “triste” quem não está no mesmo balaio são as próprias mulheres – e a imprensa. As manchetes do Ego são sempre analisando se as mulheres estão gordas ou se estão em forma, pode ver! “Fulana de Tal exibe celulites na praia”. Tenha dó…! :)

    [Responder]

    Jack Resposta:

    @Phoebe, concordo com sua opinião. O mundo de hoje dá muita importância para a aparência e “martela” isso em nossas mentes. Porém a beleza passa depois de um tempo e o o que fica é nossa personalidade, nosso verdadeiro eu.

    Tem um filme pouco conhecido que gosto que fala sobre isso “Feito cães e gatos”. Não confundir com um filme mais recente infantil.
    http://www.imdb.com/title/tt0117979/

    [Responder]

  3. André Ruz

    Eu acho que a beleza da mulher não tem a ver com o peso ou o peso da maquiagem. Uma mulher que se sente bem, que se valoriza, que sabe ser sexy de seu jeito e, como a Phoebe disse, uma que come com vc, e faz tudo com vc… essa sim é a mulher certa.

    [Responder]

  4. Jack

    A mulher linda é aquela que eu vejo, não aquela que você pensa que eu vejo.

    [Responder]

    Phoebe Resposta:

    @Jack,

    Verdade! :)

    [Responder]

Deixe seu comentário:





Busca

© 2007-2016 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br