Porque fazer humor e podcast é uma arte
































Vergonha Alheia – Como educar os filhos



Por Mafalda - 16 de fevereiro de 2012. Categorias: Vergonha Alheia.

Olá educadores da geração futura, tudo bem?
Crianças e adolescentes estão sempre testando seus limites e os limites de seus responsáveis, e é extremamente difícil manter a sanidade em dia com esses pimpolhos, ainda mais agora com essa internet, onde ninguém tem limites e se acham invulneráveis.

Pois bem, uma menina, super madura, no auge de seus 15 anos, resolve ficar revoltadinha e postar um recado bem agressivo para seus pais no facebook. Apesar de ela ter bloqueado os pais para não lerem a mensagem, papai descobriu tudo ao fazer uma atualização de segurança no laptop criminoso.

Em seguida, fez um vídeo e postou na internet para que os amiguinhos rebeldinhos prafrentex dela também vejam como ele ficou intimidado e chateado com o mal-estar da filhota:

Transcrevo aqui alguns trechos da mensagem dela:
“Para meus pais
Não sou sua porcaria de escrava. Não é minha responsabilidade limpar sua merda…
… se quer café, levante a bunda e vá fazer por si mesmo… Se andar pela casa e enlamear tudo pelo chão que eu acabei de limpar, fique à vontade. Mas limpe depois de fazer merda pra todo lado….
… Vocês falam pelo menos uma vez por dia que eu devo arranjar um emprego. Vocês deveriam me pagar por toda porcaria que faço pela casa….
… Vou dormir todos os dias às 22h porque fico muito cansada para fazer qualquer outra coisa. Acordo às 5h toda manhã para ir pra escola…
…Eu não tenho ideia de de como é ter uma vida. Vou odiar ter que ver o dia quando vocês ficarem velhos demais para limpar suas bundas e me chamarem para ajudar. Eu não estarei lá.
Sua filha aborrecida,
Hannah”

De fato é de cortar o coração, não?
Para nossa alegria, o pai responde e argumenta:

“Te pagar? Sério? …
Tudo o que faz é limpar o chão da sala, da cozinha, botar a louça no lava-louças, arrumar sua cama, e lavar sua roupa…
… Você quer câmera, ipod, laptop, e não quer levantar seu rabo preguiçoso para ir arrumar um emprego….
… Suas responsabilidades diárias são: acordar na hora pra não perder o ônibus e ir para a escola. Só.
… Você não tem uma vida dura. Mas agora vai ter. Te avisei há um mês o que aconteceria se postasse algo do tipo no Facebook outra vez…
… Perdi quase 2 dias instalando tudo no seu laptop que você precisava para a escola, e gastei cerca de 130 dólares para isso. Você não vai mais precisar se preocupar com laptop, câmera, celular, porque não vai ter nada disso até entrar na faculdade.
… Não sei como dizer o quão desapontado eu fiquei com você por ter desrespeitado todos os adultos da sua vida, mas menina.. você tinha tudo fácil, muito fácil. Mas vai ficar difícil, muito mais difícil HOJE! Você não está vendo isso agora, mas quando eu terminar, vou postar isso no seu mural do Facebook para seus amigos, que acham legal sua rebeldia vejam o que acontece.”

E mete 9 balas dum-dum (balas explosivas de ponta oca) no laptop com sua .45, e dedica uma delas à mãe, e completa:

“Quando sair do castigo, sabe-se lá em que ano vai ser, terá um novo laptop quando comprar um. Isso depois de me pagar os 130 dólares que me deve. Divirta-se com seu fiasco no Facebook. Espero que tenha valido a pena.”

Este é o vídeo legendado para facilitar, mas o vídeo original já tem quase 25 milhões de visualizações:
http://youtu.be/kl1ujzRidmU

E, com esse papelão, Hannah recebe nosso selo “quero ser hardcore, mas sua mamãe não deixa” de rebeldia.

 


André Ruz

Veja também:

12 Comentários to Vergonha Alheia – Como educar os filhos

  1. geekgata

    Eu gostei demais! Coragem para tirar algo que a criança quer. Simples assim. Amei mesmo.

    [Responder]

    André Ruz Resposta:

    @geekgata, Pois é.. quase nunca vemos pai/mãe que tenha coragem de confrontar os filhos!

    [Responder]

  2. Davi Graeff

    Bwahahahahahahahahahahahahahahahaah!!!!!

    Eu assisti isso vibrando como se fosse um filme foda de alguma franquia que eu gosto!

    Tá aí pra quem pergunta que tipo de pai eu vou ser.
    Tão psico quanto!

    Sou fã dele!

    PS: Morri de rir mais ainda quando ele disse que a mãe também pediu um tiro.

    [Responder]

    André Ruz Resposta:

    @Davi Graeff, Essa menina vai ter que mudar de escola.. e vai ser uma que ela própria vai pagar.. ha ha!! Se ela tá na minha sala.. mas eu iria zuar tanto, mas tanto…

    [Responder]

  3. Ediléa Manique

    São pais assim que as crianças de hj precisam!

    [Responder]

  4. Mafalda

    Confesso que o pai pegar a arma e dar 9 tiros no notebook da filha me incomodou. Coisa como, ele estava com ódio dela, e descontou este ódio no laptop. Poderia ter descontado de outra maneira. :/

    A Vergonha Alheia pra mim não foi o cascudo que a menina levou, mas sim o pai colocar a reação dele no facebook, pra se auto-afirmar, pra se mostrar o bonzão, o “quem manda nesse barraco aqui”, ao invés de ir tratar o problema diretamente com a filha. Não sei até que ponto isso é educativo ou que tipo de bem ela irá colher, além da humilhação.

    E sendo “advogado do diabo”: e se for realmente verdade o que ela escreveu, que o pai fica sujando tudo e mandando ela limpar, fazendo da filha faxineira? Não sabemos qual é versão, a realidade do outro lado, o da filha.

    Enfim, eu acho que qualquer vídeo na internet que expõe a intimidade, seja de um casal, de uma familia, etc, é Vergonha Alheia!

    [Responder]

    Phoebe Resposta:

    @Mafalda,

    Exato, vergonha alheia total!!! Vergonha para a família, por ter a vida exposta assim pela filha, e vergonha por ela, que levou de volta na mesma moeda!

    A gente tem essa ideia mais protetora aqui no Brasil, mas lá fora os pais são assim. Filho tem que fazer sua parte na limpeza da casa (já que lá eles não costumam ter empregadas ou faxineiras), e trabalham logo cedo para ajudar nas finanças da casa (geralmente para custear os seus próprios gastos). Aqui no Brasil, somos bem mais protetores e não é raro ver filhos de 30, 40, ainda morando com os pais.

    Eu teria vontade de fazer o que o pai fez, mas me conteria. Só que tiraria os eletrônicos dela, limitaria o acesso ao facebook, enfim.. colocaria um limite. Um bom limite!

    Falar besteira, expor intimidade, é só o que a gente vê nas redes sociais. Temos quase 10 anos já de experiência em redes sociais, mas as pessoas continuam se comportando de modo irresponsável. Só o que vejo é gente expondo dilemas familiares no mural do facebook (assim, para todos lerem mesmo), e contando intimidades no twitter. Cheguei a ler no twitter uma moça falando mal da cunhada, que não trabalhava e ainda assim colocava a filha em creche, que era um absurdo e tal. E depois ainda saiu contando mais pormenores sobre a cunhada para alguns interlocutores. Uma coisa totalmente desnecessária, agressiva e, querendo ou não, ela estava expondo o seu próprio irmão a uma situação constrangedora. E só o que a gente vê por aí é esse tipo de caso, infelizmente.

    Não vou proibir meus filhos de terem acesso, mas desde cedo irei ensiná-los sobre as regras implícitas da internet.

    [Responder]

    Falcão Azul Resposta:

    @Phoebe, o problema nesse caso foi o só ouvimos um lado da estória (o do pai) e não pudemos ouvir as duas partes para dar um julgamento justo. Na minha opinião o que o pai fez foi muito pior do que o que a filha fez (ela publicou um texto infeliz para os amigos dela, mas ele fez um vídeo que teve mais de 25 milhões de visualizações).

    Mas o que eu queria chamar a atenção é o “Ocaso do macho alfa” – termo que criei para a seguinte situação: o pai que quer proibir a filha de crescer. Isso ocorre muito frequentemente com pais de meninas, especialmente quando eles tiveram de sair de casa e “ganhar a vida” ainda na adolescência. Eles são os “provedores”, aquele no qual a família é dependente, e sentem-se poderosos por causa disso. Quando a filha começa a querer ter vida própria, eles tentam destruir a vida dela de alguma forma, seja proibindo de namorar, de sair, submetendo-a a humilhações ou agredindo verbal ou fisicamente nos piores casos. A meu ver, é o medo de perder o posto de “macho alfa” da casa, já que a filha irá substituí-lo alguém mais jovem.

    Infelizmente esta estória é muito comum.

    [Responder]

    Ruz Resposta:

    @Mafalda, eita, Mafalda… Agora vc me complicou, hein? Hahahaha
    O que eu acho é que o exagero foi nos tiros. Fora isso, o pai tinha avisado, tinha chamado a atenção (a versão dele, pelo menos), e fez o que fez. Expor a intimidade da família nao ta certo mesmo, mas a solução q ele encontrou foi devolver na mesma moeda, já que ela não entendeu das primeiras vezes em modo privado. Não sabemos se é verdade que ela tem q fazer tanta coisa em casa, mas não é fazendo oq ela fez que resolveria a situação, né? Se os pais dela ficam jogando tanto na cara dela q ela Nao faz nada e Nao trabalha, e Nao tem conversa, então ela pode brigar pelos direitos de outra forma, com diálogos entre os familiares, sei lá. Se o pai fosse tão ignorante assim, Nao teria feito o vídeo ou dito as coisas como disse, eu acho..

    [Responder]

    Davi Graeff Resposta:

    @Mafalda,
    Mafalda, se for tomar como base os adolescentes (13/16 anos) que vejo hoje em dia, e até alguns da minha geração que se comportam feito adolescentes é bem provável mesmo que a garota seja uma revoltadinha que acha que arrumar a própria cama é um problema. Acredite eu já vi coisas tão absurdas que minha vontade é dar na cara dos pais por serem tão idiotas antes de bater nos filhos.

    Sério, na minha casa nós arrumarmos nossas camas era algo tão natural que nem podia ser considerado uma obrigação. E tanto eu quanto as minhas irmãs tínhamos que arrumar a casa, lavar banheiro, louça e tals, sem distinção de meninos/meninas ou mais velho/mais novo. E acho que não tinha nada demais nisso, afinal tanto meu pai quanto minha mãe trabalhavam o dia todo pra poder bancar nossas vidas.

    E hoje estamos todos vivos, nenhum é um revoltado maluco, ninguém morreu e pelo contrário, eu que sai de casa cedo (porque eu quis mesmo, não por nenhum problema) sei em virar muito bem, diferente de vários colegas com quem já dividi casa que mal sabiam fritar ovo.

    Só quero deixar claro que EU, sempre que vejo um caso de adolescente mimadinho revoltz se dando mal vibro e acho muito bem feito!

    E sobre sua última frase Mafalda, eu concordo em tudo!! Não tenho Facebook, não vou fazer um, apaguei Orkut e fico só com o Twitter onde falo frivolidades e faço piadas non-sense.
    Também acho essa superexposição do mundo atual algo vergonhoso.

    [Responder]

    Mafalda Resposta:

    Davi, meu amigo! :)
    Eu concordo com tudo que você falou, e parabéns aos seus pais pela educação que deram para vocês!!
    Eu acho que tem que ser assim mesmo, como aconteceu na sua familia. Também em casa ajeitávamos a cama, fazíamos faxina, etc.

    O que eu comentei, não é o fato do pai ser durão com a filha, dar castigo, tirar o laptop (ou destrui-lo). Acho que pai e mãe, ambos, tem que ser FIRME mesmo! Mas sem ficar mostrando pro mundo todo. Sem fazer novela, expondo a familia.

    Valeu, Davi!

    [Responder]

  5. Edmilson

    @Falcão Azul, Concordo, detalhe que ela expôs o caso só entre os amigos, de forma “oculta” ele que espalhou a conversa dela pelo mundo, “invadiu” a conta dela no facebook e fez terror psicológico, na idade dela os hormônios fazem fazer este tipo de coisa, porque ele não conversou com ela sobre o caso?Sobre quanto tempo ela gasta nas coisas e o custo dos “luxos” que ela quer? Seria bem mais produtivo. Ainda não acompanhei o desenrolar do caso mas estou aguardando alguma ação por parte do sistema de proteção a criança americano. Dar tiros não é uma forma boa de ensinar nada. Retirar o note dela por um tempo eu até compreenderia mas destruí-lo a balas não.

    Convivo com gente assim, tenta manter o controle das pessoas baseado no dinheiro que tem e as impede de ganhar o próprio para que continuem submissas, infelizmente é o máximo que ele pode chegar a ser “admirado” pela filha, alguma hora ela arruma seu dinheiro e segue seu rumo sem nunca mais olhar para ele. Ele diz no face dela que ela riu dos textos etc, não vi vídeo dela falando isso e nem nada assim, ainda aguardo o fim do caso.

    [Responder]

Deixe seu comentário:





Busca

© 2007-2016 Monalisa de Pijamas - Todos os direitos reservados. Contato: mafalda [arroba] monalisadepijamas.com.br